Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde de Balneário Camboriú inicia campanha de vacinação contra febre amarela

Quinta, 6/12/2018 15:01.

Mesmo sem casos suspeitos de Febre Amarela, a secretaria da Saúde de Balneário Camboriú iniciou esta semana Campanha de Vacinação, para pessoas com idade entre 9 e 59 anos, atendendo recomendação do Ministério da Saúde e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado.

A medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população em caso de aumento na área de circulação do vírus. Todas as Unidades Básicas de Vacinação estão ofertando a vacina.

Este ano (até outubro) foi registrado um caso da doença no Estado, de um paciente que ficou doente em São Paulo. Mas no segundo semestre, os estados da região sul do país (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) tornaram-se Área com Recomendação de Vacinação (ACRV) para a Febre Amarela, como forma de prevenção.

Em Santa Catarina, o ciclo de vacinação foi dividido em seis etapas e Balneário Camboriú e cidades da Regional de Itajaí, integram a quarta etapa da vacinação, que ocorre em dezembro.

Quem não deve tomar a vacina:

- Pessoas com imunossupressão secundária à doença ou terapias.

Imunossupressoras (quimioterapia, radioterapia, corticoides em doses elevadas).

- Pacientes em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe).

- Transplantados e pacientes com doença oncológica em quimioterapia.

- Pessoas que apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica após dose prévia da vacina.

- Pessoas com reação alérgica grave ao ovo.

- Pacientes com história pregressa de doença do timo (miastenia gravis, timoma).

Em viagem

Quem for viajar para uma área com recomendação de vacina e que não nunca recebeeu nenhuma dose da vacina, a recomendação é que seja vacinado pelo menos 10 dias antes da viagem, que é o tempo que a vacina leva para criar anticorpos e a pessoa estar devidamente protegida. Quem tomou a vacina em algum momento da vida, não precisa de nova dose.

Informações: Secretaria de Saúde (47) 3261-6200

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Saúde de Balneário Camboriú inicia campanha de vacinação contra febre amarela

Quinta, 6/12/2018 15:01.

Mesmo sem casos suspeitos de Febre Amarela, a secretaria da Saúde de Balneário Camboriú iniciou esta semana Campanha de Vacinação, para pessoas com idade entre 9 e 59 anos, atendendo recomendação do Ministério da Saúde e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado.

A medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população em caso de aumento na área de circulação do vírus. Todas as Unidades Básicas de Vacinação estão ofertando a vacina.

Este ano (até outubro) foi registrado um caso da doença no Estado, de um paciente que ficou doente em São Paulo. Mas no segundo semestre, os estados da região sul do país (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) tornaram-se Área com Recomendação de Vacinação (ACRV) para a Febre Amarela, como forma de prevenção.

Em Santa Catarina, o ciclo de vacinação foi dividido em seis etapas e Balneário Camboriú e cidades da Regional de Itajaí, integram a quarta etapa da vacinação, que ocorre em dezembro.

Quem não deve tomar a vacina:

- Pessoas com imunossupressão secundária à doença ou terapias.

Imunossupressoras (quimioterapia, radioterapia, corticoides em doses elevadas).

- Pacientes em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe).

- Transplantados e pacientes com doença oncológica em quimioterapia.

- Pessoas que apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica após dose prévia da vacina.

- Pessoas com reação alérgica grave ao ovo.

- Pacientes com história pregressa de doença do timo (miastenia gravis, timoma).

Em viagem

Quem for viajar para uma área com recomendação de vacina e que não nunca recebeeu nenhuma dose da vacina, a recomendação é que seja vacinado pelo menos 10 dias antes da viagem, que é o tempo que a vacina leva para criar anticorpos e a pessoa estar devidamente protegida. Quem tomou a vacina em algum momento da vida, não precisa de nova dose.

Informações: Secretaria de Saúde (47) 3261-6200

Publicidade

Publicidade