Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Saúde municipal insiste: é preciso vacinar contra sarampo

Segunda, 12/8/2019 18:29.
Reprodução

Publicidade

A secretaria da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, intensifica orientação para que a população vacine contra o sarampo, porque os casos da doença vem crescendo. Em 43 cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia já caracterizou como surto.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Adriana Ribeiro explicou que muitas pessoas nem sabem que estão contaminadas, viajam e levam a doença junto.

“Balneário Camboriú recebe turistas de todo o Brasil, o ano todo, por isso é importante a população se vacinar, porque é a única forma de prevenção”, disse.

As vacinas estão disponíveis para todas as faixas etárias, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e no "Atlântica Ativa", todos os domingos na Avenida Atlântica, das 8h30 às 11h30.

Contágio

O sarampo é altamente contagioso e de fácil transmissão, por meio de secreções expelidas ao espirrar, tossir, falar ou respirar.

Vacina

De 15 meses até 29 anos - duas doses, sendo uma dose da vacina tríplice viral aos 15 meses.

De 30 a 49 anos - apenas uma dose da imunização.

De 6 meses a menores de um ano - devem ser vacinadas se forem para municípios que apresentam surto ativo de sarampo.

Sintomas

No início os sintomas são parecidos com gripe, apresentando febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal estar intenso.

Depois aparecem manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

A doença é grave, principalmente para as crianças, pois diminui a imunidade da pessoa e facilita a contaminação de outras doenças perigosas e pode deixar sequelas.

Informações: secretaria de Saúde (47) 3261-6200


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Reprodução

Saúde municipal insiste: é preciso vacinar contra sarampo

Publicidade

Segunda, 12/8/2019 18:29.

A secretaria da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, intensifica orientação para que a população vacine contra o sarampo, porque os casos da doença vem crescendo. Em 43 cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia já caracterizou como surto.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Adriana Ribeiro explicou que muitas pessoas nem sabem que estão contaminadas, viajam e levam a doença junto.

“Balneário Camboriú recebe turistas de todo o Brasil, o ano todo, por isso é importante a população se vacinar, porque é a única forma de prevenção”, disse.

As vacinas estão disponíveis para todas as faixas etárias, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e no "Atlântica Ativa", todos os domingos na Avenida Atlântica, das 8h30 às 11h30.

Contágio

O sarampo é altamente contagioso e de fácil transmissão, por meio de secreções expelidas ao espirrar, tossir, falar ou respirar.

Vacina

De 15 meses até 29 anos - duas doses, sendo uma dose da vacina tríplice viral aos 15 meses.

De 30 a 49 anos - apenas uma dose da imunização.

De 6 meses a menores de um ano - devem ser vacinadas se forem para municípios que apresentam surto ativo de sarampo.

Sintomas

No início os sintomas são parecidos com gripe, apresentando febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal estar intenso.

Depois aparecem manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

A doença é grave, principalmente para as crianças, pois diminui a imunidade da pessoa e facilita a contaminação de outras doenças perigosas e pode deixar sequelas.

Informações: secretaria de Saúde (47) 3261-6200


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade