Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Laboratório de Análises Clínicas da Univali apresenta inovações em meio à pandemia

Sexta, 21/8/2020 15:16.

Publicidade

O Laboratório de Análises Clínicas (Leac) da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) ampliou o número de testes para pesquisa de Covid-19. Além do PCR, da investigação de anticorpos IgM e IgG para Covid-19, graças a um novo equipamento, agora há a sorologia dos anticorpos totais, feita por eletroquimioluminescência, e o conjunto completo com pesquisa de IgM, IgG e anticorpos totais.

Todos os exames estão à disposição da população.

Entre as novidades do Leac também está a chegada de um venoscópio, que auxilia a encontrar veias.

O responsável técnico pelo Leac, Fernando Cordeiro disse que a Univali buscou alternativas para ampliar ainda mais o atendimento do Laboratório durante a pandemia, com alternativas inovadoras, acessíveis e de excelência.

“Somos o primeiro Laboratório da região a adquirir o equipamento de eletroquimioluminescência, que faz a investigação dos anticorpos totais neutralizantes ao novo coronavírus. Ele não gera reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros vírus e quantifica os anticorpos efetivos, por isso, será a metodologia mais indicada na análise da eficácia da vacina", afirma.

Sobre o venoscópio, outra recente aquisição, Cordeiro explica que auxiliará na coleta de sangue em pessoas que demandam mais cuidados na localização das veias, principalmente em crianças e pacientes em quimioterapia e hemodiálise.

Tipos de teste para pesquisa de Covid-19 ofertados pelo Leac

*Teste de PCR (swab): A detecção é realizada por material genético do vírus. A coleta deste exame ocorre por secreção naso-orofaringe e a amostra é obtida por meio de swab (cotonete). O teste é indolor, mas pode ser incômodo. Indica-se realizá-lo no início dos sintomas, nos primeiros sete dias. Destaca-se que, neste caso, um resultado negativo não exclui a presença da doença.

*Imunocromatografia IgG e IgM (sorologia): Não é coletado no dedo, realiza-se a coleta de sangue, o mesmo é processado, e utiliza-se o soro para o teste. Isto garante melhor visualização para interpretação do resultado. O teste é cronometrado e interpretado por profissionais da área em condições padronizadas. Este exame é indicado para o período posterior de pelo menos sete dias de sintomas. Um resultado reagente pode ser devido a infecção passada ou mesmo presente com cepas de coronavírus não-SARS-COV-2. Ou seja, pode haver reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros vírus, que não sejam o novo coronavírus.

*Eletroquimioluminescência Anticorpos Totais (sorologia): Esse teste é 100% automatizado. Pesquisa-se os anticorpos totais maduros e neutralizantes. A indicação é fazê-lo após pelo menos dez dias de sintomas ou quando estiver assintomático. O teste usa uma proteína que favorece a detecção de anticorpos de alta afinidade contra SARS-COV-2. Detecta titulações de anticorpos que já demonstraram correlação positiva na neutralização de anticorpos, em ensaios de neutralização. Sensibilidade de 99,5% e especificidade de 99,8%. Sua indicação é para a detecção da possível imunidade e como teste sorológico de referência, caso haja dúvidas em outras metodologias.

*Imunocromatografia IgG/IgM + Eletroquimioluminescência Anticorpos Totais: Indica-se fazer após dez dias de sintomas ou quando estiver assintomático. Neste conjunto de exames aparece a diferenciação dos anticorpos (IgG/IgM), no qual IgG indica possível imunidade. Sem reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros coronavírus. Detecta titulações de anticorpos que já demonstraram correlação positiva na neutralização de anticorpos. Maior confiabilidade na detecção do SARS-COV-2 (Covid-19) e do período de contaminação.

Acesso ao Leac e horários

Os resultados dos exames (com exceção do PCR) são divulgados de forma online no mesmo dia da coleta. O Leac está localizado no piso térreo do bloco E1 do Campus Itajaí. Para ingressar no Campus é necessário entrar pelo portão da Avenida Abraão João Francisco e informar a equipe de segurança que irá ao Laboratório, que funciona das 7h às 11h30 para a coleta desses exames.

Mais informações (dados técnicos, preços e formas de pagamento) podem ser obtidas pelo (47) 3341-7501 ou WhatsApp (47) 99214-3511.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Laboratório de Análises Clínicas da Univali apresenta inovações em meio à pandemia

Publicidade

Sexta, 21/8/2020 15:16.

O Laboratório de Análises Clínicas (Leac) da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) ampliou o número de testes para pesquisa de Covid-19. Além do PCR, da investigação de anticorpos IgM e IgG para Covid-19, graças a um novo equipamento, agora há a sorologia dos anticorpos totais, feita por eletroquimioluminescência, e o conjunto completo com pesquisa de IgM, IgG e anticorpos totais.

Todos os exames estão à disposição da população.

Entre as novidades do Leac também está a chegada de um venoscópio, que auxilia a encontrar veias.

O responsável técnico pelo Leac, Fernando Cordeiro disse que a Univali buscou alternativas para ampliar ainda mais o atendimento do Laboratório durante a pandemia, com alternativas inovadoras, acessíveis e de excelência.

“Somos o primeiro Laboratório da região a adquirir o equipamento de eletroquimioluminescência, que faz a investigação dos anticorpos totais neutralizantes ao novo coronavírus. Ele não gera reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros vírus e quantifica os anticorpos efetivos, por isso, será a metodologia mais indicada na análise da eficácia da vacina", afirma.

Sobre o venoscópio, outra recente aquisição, Cordeiro explica que auxiliará na coleta de sangue em pessoas que demandam mais cuidados na localização das veias, principalmente em crianças e pacientes em quimioterapia e hemodiálise.

Tipos de teste para pesquisa de Covid-19 ofertados pelo Leac

*Teste de PCR (swab): A detecção é realizada por material genético do vírus. A coleta deste exame ocorre por secreção naso-orofaringe e a amostra é obtida por meio de swab (cotonete). O teste é indolor, mas pode ser incômodo. Indica-se realizá-lo no início dos sintomas, nos primeiros sete dias. Destaca-se que, neste caso, um resultado negativo não exclui a presença da doença.

*Imunocromatografia IgG e IgM (sorologia): Não é coletado no dedo, realiza-se a coleta de sangue, o mesmo é processado, e utiliza-se o soro para o teste. Isto garante melhor visualização para interpretação do resultado. O teste é cronometrado e interpretado por profissionais da área em condições padronizadas. Este exame é indicado para o período posterior de pelo menos sete dias de sintomas. Um resultado reagente pode ser devido a infecção passada ou mesmo presente com cepas de coronavírus não-SARS-COV-2. Ou seja, pode haver reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros vírus, que não sejam o novo coronavírus.

*Eletroquimioluminescência Anticorpos Totais (sorologia): Esse teste é 100% automatizado. Pesquisa-se os anticorpos totais maduros e neutralizantes. A indicação é fazê-lo após pelo menos dez dias de sintomas ou quando estiver assintomático. O teste usa uma proteína que favorece a detecção de anticorpos de alta afinidade contra SARS-COV-2. Detecta titulações de anticorpos que já demonstraram correlação positiva na neutralização de anticorpos, em ensaios de neutralização. Sensibilidade de 99,5% e especificidade de 99,8%. Sua indicação é para a detecção da possível imunidade e como teste sorológico de referência, caso haja dúvidas em outras metodologias.

*Imunocromatografia IgG/IgM + Eletroquimioluminescência Anticorpos Totais: Indica-se fazer após dez dias de sintomas ou quando estiver assintomático. Neste conjunto de exames aparece a diferenciação dos anticorpos (IgG/IgM), no qual IgG indica possível imunidade. Sem reação cruzada com anticorpos produzidos contra outros coronavírus. Detecta titulações de anticorpos que já demonstraram correlação positiva na neutralização de anticorpos. Maior confiabilidade na detecção do SARS-COV-2 (Covid-19) e do período de contaminação.

Acesso ao Leac e horários

Os resultados dos exames (com exceção do PCR) são divulgados de forma online no mesmo dia da coleta. O Leac está localizado no piso térreo do bloco E1 do Campus Itajaí. Para ingressar no Campus é necessário entrar pelo portão da Avenida Abraão João Francisco e informar a equipe de segurança que irá ao Laboratório, que funciona das 7h às 11h30 para a coleta desses exames.

Mais informações (dados técnicos, preços e formas de pagamento) podem ser obtidas pelo (47) 3341-7501 ou WhatsApp (47) 99214-3511.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade