Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Campanhas sociais pedem ajuda para moradores da região de Balneário Camboriú

Sexta, 10/7/2020 16:13.
Divulgação
Laurinha

Publicidade

Duas campanhas sociais estão em andamento em Balneário Camboriú, para ajudar dois moradores da região. O Grupo Solidariedade e Amor está organizando uma macarronada em prol da bebê de apenas nove meses, Anna Laura Orsi Batista, que luta contra a Amiotrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1 e os servidores da Udesc estão arrecadando dinheiro para ajudar o estudante Marcelo Guerreiro Chaves Filho, que foi vítima do ciclone bomba que passou por boa parte de Santa Catarina na última semana e está internado na UTI do Ruth Cardoso.

Salve a Laurinha

Anna Laura Orsi Batista, conhecida como Laurinha, é moradora de Nova Trento. Ela luta contra a AME, uma doença degenerativa, rara e grave que dá para ela expectativa de vida de dois anos, caso ela não faça o tratamento. Para curá-la é preciso uma dose única do Zolgensma remédio que custa aproximadamente R$ 12 milhões. Na busca desta quantia, os pais de Laurinha, o vendedor Evandro Batista e a monitora escolar Ana Paula Orsi, criaram uma campanha através das redes sociais (@salvealaurinha no Facebook e Instagram).

O caso dela ficou famoso na região, tendo apoio de diversas entidades. Por aqui, o Grupo Solidariedade e Amor está organizando uma macarronada no próximo dia 18, por R$ 15 o ingresso. Quem não quiser consumir a macarronada, pode doar o ticket para um morador de rua ou famílias que precisam. A retirada do prato será no Grupo Escoteiro Leão do Mar, que fica na Avenida Delfim de Pádua Peixoto, nº 198, no Bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú.

Mais informações: 99607-3741.


Marcelo foi vítima do ciclone bomba

O estudante Marcelo Guerreiro Chaves Filho foi vítima do ciclone bomba enquanto estava no sítio da família, em Camboriú, na tarde de terça-feira (30). Ele foi atingido por escombros de um galpão e está internado em estado grave na UTI do Hospital Municipal Ruth Cardoso, com ferimentos na tíbia, no fêmur, no quadril, na bacia, além de luxações na região do peito e de infecção pulmonar.

Marcelo e a família terão despesas quando ele receber alta com medicamentos e equipamentos como ataduras, colchão e cadeira especiais, cintas, etc.

Servidores da Udesc de BC criaram uma vaquinha online (clique aqui) que tem o objetivo de arrecadar R$ 20 mil (até o momento o valor chegou a R$ 10,8 mil) com a colaboração de 153 pessoas. Todo o dinheiro arrecadado será direcionado para Simone Castro Cardozo (mãe do Marcelo) sob CPF 642.469.659-87.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Laurinha
Laurinha

Campanhas sociais pedem ajuda para moradores da região de Balneário Camboriú

Publicidade

Sexta, 10/7/2020 16:13.

Duas campanhas sociais estão em andamento em Balneário Camboriú, para ajudar dois moradores da região. O Grupo Solidariedade e Amor está organizando uma macarronada em prol da bebê de apenas nove meses, Anna Laura Orsi Batista, que luta contra a Amiotrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1 e os servidores da Udesc estão arrecadando dinheiro para ajudar o estudante Marcelo Guerreiro Chaves Filho, que foi vítima do ciclone bomba que passou por boa parte de Santa Catarina na última semana e está internado na UTI do Ruth Cardoso.

Salve a Laurinha

Anna Laura Orsi Batista, conhecida como Laurinha, é moradora de Nova Trento. Ela luta contra a AME, uma doença degenerativa, rara e grave que dá para ela expectativa de vida de dois anos, caso ela não faça o tratamento. Para curá-la é preciso uma dose única do Zolgensma remédio que custa aproximadamente R$ 12 milhões. Na busca desta quantia, os pais de Laurinha, o vendedor Evandro Batista e a monitora escolar Ana Paula Orsi, criaram uma campanha através das redes sociais (@salvealaurinha no Facebook e Instagram).

O caso dela ficou famoso na região, tendo apoio de diversas entidades. Por aqui, o Grupo Solidariedade e Amor está organizando uma macarronada no próximo dia 18, por R$ 15 o ingresso. Quem não quiser consumir a macarronada, pode doar o ticket para um morador de rua ou famílias que precisam. A retirada do prato será no Grupo Escoteiro Leão do Mar, que fica na Avenida Delfim de Pádua Peixoto, nº 198, no Bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú.

Mais informações: 99607-3741.


Marcelo foi vítima do ciclone bomba

O estudante Marcelo Guerreiro Chaves Filho foi vítima do ciclone bomba enquanto estava no sítio da família, em Camboriú, na tarde de terça-feira (30). Ele foi atingido por escombros de um galpão e está internado em estado grave na UTI do Hospital Municipal Ruth Cardoso, com ferimentos na tíbia, no fêmur, no quadril, na bacia, além de luxações na região do peito e de infecção pulmonar.

Marcelo e a família terão despesas quando ele receber alta com medicamentos e equipamentos como ataduras, colchão e cadeira especiais, cintas, etc.

Servidores da Udesc de BC criaram uma vaquinha online (clique aqui) que tem o objetivo de arrecadar R$ 20 mil (até o momento o valor chegou a R$ 10,8 mil) com a colaboração de 153 pessoas. Todo o dinheiro arrecadado será direcionado para Simone Castro Cardozo (mãe do Marcelo) sob CPF 642.469.659-87.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade