Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Brasil bate recorde de 65 mil casos em 24h e tem média de 1.052 mortes por covid-19

Quinta, 23/7/2020 7:27.
Photo Premium/Folhapress.

Publicidade

Por Sandy Oliveira

Em novo recorde, o Brasil registrou 65.339 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. No mesmo período, o País contabilizou 1.293 óbitos decorrentes da doença. No total, 82 890 vidas já foram perdidas, segundo dados do levantamento realizado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

Com os 65.339 novos casos, o Brasil atinge a marca de 2.231.887 diagnósticos da doença. No dia 16 de julho, o País alcançou a marca de 2 milhões de casos de covid-19 e em menos de 6 dias foram mais de 207 mil novas infecções. Nos últimos sete dias, o Brasil registrou uma média diária de 1.052 óbitos por covid-19.

O Estado de São Paulo, que desde o início da pandemia é o epicentro da doença, tornou a bater um recorde de novos casos confirmados da doença nesta quarta-feira, com mais 16.777 infecções. Há 439.446 pessoas com a covid-19 no Estado, que hoje computou mais 361 mortes, chegando a um total 20.532 óbitos. Em números absolutos, São Paulo continua liderando o ranking nacional de mortes e casos confirmados da doença.

O Rio de Janeiro vem na sequência da lista de Estados mais afetados, com 150 mortes registradas por covid-19 e 3.502 novos casos da doença no período de 24 horas. Agora são 12.443 mortes e 148.623 casos no total.

Em plena pandemia da covid-19, o Ministério da Saúde completou 67 dias sem chefe titular nesta quarta-feira, 22.

Consórcio de veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação, que uniram forças para coletar junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgar os números totais de mortos e contaminados. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia.

O órgão informou, no início da noite desta quarta-feira, que o Brasil contabilizou 1.284 óbitos e mais 67.860 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, no total são 82.771 mortes e 2.227.514 casos confirmados pelo coronavírus. O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Photo Premium/Folhapress.

Brasil bate recorde de 65 mil casos em 24h e tem média de 1.052 mortes por covid-19

Publicidade

Quinta, 23/7/2020 7:27.

Por Sandy Oliveira

Em novo recorde, o Brasil registrou 65.339 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. No mesmo período, o País contabilizou 1.293 óbitos decorrentes da doença. No total, 82 890 vidas já foram perdidas, segundo dados do levantamento realizado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

Com os 65.339 novos casos, o Brasil atinge a marca de 2.231.887 diagnósticos da doença. No dia 16 de julho, o País alcançou a marca de 2 milhões de casos de covid-19 e em menos de 6 dias foram mais de 207 mil novas infecções. Nos últimos sete dias, o Brasil registrou uma média diária de 1.052 óbitos por covid-19.

O Estado de São Paulo, que desde o início da pandemia é o epicentro da doença, tornou a bater um recorde de novos casos confirmados da doença nesta quarta-feira, com mais 16.777 infecções. Há 439.446 pessoas com a covid-19 no Estado, que hoje computou mais 361 mortes, chegando a um total 20.532 óbitos. Em números absolutos, São Paulo continua liderando o ranking nacional de mortes e casos confirmados da doença.

O Rio de Janeiro vem na sequência da lista de Estados mais afetados, com 150 mortes registradas por covid-19 e 3.502 novos casos da doença no período de 24 horas. Agora são 12.443 mortes e 148.623 casos no total.

Em plena pandemia da covid-19, o Ministério da Saúde completou 67 dias sem chefe titular nesta quarta-feira, 22.

Consórcio de veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação, que uniram forças para coletar junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgar os números totais de mortos e contaminados. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia.

O órgão informou, no início da noite desta quarta-feira, que o Brasil contabilizou 1.284 óbitos e mais 67.860 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, no total são 82.771 mortes e 2.227.514 casos confirmados pelo coronavírus. O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade