Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Com 100% de lotação central covid do Ruth Cardoso devolve respiradores alegando defeito

Sexta, 3/7/2020 13:37.
Divulgação

Publicidade

O Comitê Hospitalar de Combate ao Coronavírus de Balneário Camboriú informou nesta sexta-feira (3) à direção do Hospital Ruth Cardoso e à Secretaria Municipal de Saúde que “os (seis) ventiladores WL3 produzidos pela WEG e fornecidos pelo governo estadual ao centro municipal de acolhimento e tratamento da covid-19 foram devolvidos por não estarem funcionando”.

No comunicado, o Coordenador do Comitê Hospitalar de Combate ao Coronavírus, Dr. César Meirelles, destaca que não há previsão para conserto ou substituição destes equipamentos e que com isso fica impossibilitado de abrir novos leitos de UTI.

O anexo de covid-19 do Ruth Cardoso está lotado, não tem leito disponível, por isso o Dr. César Meirelles reforça em seu comunicado que “não sejam realizadas quaisquer tipos de transferência ou encaminhamento de novos pacientes para o CMATC-19 até que esse problema tenha sido solucionado”.

São fortes os sinais de que há desentendimentos entre o prefeito Fabrício Oliveira e a equipe médica que até então orientava o combate à pandemia. Aparentemente o prefeito está tomando posições inspiradas em grupos políticos e religiosos que não são referendadas pelos médicos do município.

O Página 3 tentou,sem, sucesso, contato com a fornecedora dos respiradores.

ATUALIZAÇÃO

A assessoria do prefeito enviou a seguinte nota, após a publicação dessa reportagem

Técnicos trabalham no funcionamento de respiradores enviados a BC pelo Estado

Técnicos da WEG trabalham para sanar problemas ocorridos nos seis respiradores da empresa enviados ao Centro de Tratamento de Covid-19 de Balneário Camboriú pelo Governo do Estado.

Todos os outros equipamentos (monitores, leitos, etc), necessários a disponibilização de mais seis leitos de UTI no Centro, já estão disponíveis a espera de que sejam sanados os problemas técnicos com os respiradores. A expectativa é que sejam sanados ainda nesta sexta-feira (03)


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Com 100% de lotação central covid do Ruth Cardoso devolve respiradores alegando defeito

Publicidade

Sexta, 3/7/2020 13:37.

O Comitê Hospitalar de Combate ao Coronavírus de Balneário Camboriú informou nesta sexta-feira (3) à direção do Hospital Ruth Cardoso e à Secretaria Municipal de Saúde que “os (seis) ventiladores WL3 produzidos pela WEG e fornecidos pelo governo estadual ao centro municipal de acolhimento e tratamento da covid-19 foram devolvidos por não estarem funcionando”.

No comunicado, o Coordenador do Comitê Hospitalar de Combate ao Coronavírus, Dr. César Meirelles, destaca que não há previsão para conserto ou substituição destes equipamentos e que com isso fica impossibilitado de abrir novos leitos de UTI.

O anexo de covid-19 do Ruth Cardoso está lotado, não tem leito disponível, por isso o Dr. César Meirelles reforça em seu comunicado que “não sejam realizadas quaisquer tipos de transferência ou encaminhamento de novos pacientes para o CMATC-19 até que esse problema tenha sido solucionado”.

São fortes os sinais de que há desentendimentos entre o prefeito Fabrício Oliveira e a equipe médica que até então orientava o combate à pandemia. Aparentemente o prefeito está tomando posições inspiradas em grupos políticos e religiosos que não são referendadas pelos médicos do município.

O Página 3 tentou,sem, sucesso, contato com a fornecedora dos respiradores.

ATUALIZAÇÃO

A assessoria do prefeito enviou a seguinte nota, após a publicação dessa reportagem

Técnicos trabalham no funcionamento de respiradores enviados a BC pelo Estado

Técnicos da WEG trabalham para sanar problemas ocorridos nos seis respiradores da empresa enviados ao Centro de Tratamento de Covid-19 de Balneário Camboriú pelo Governo do Estado.

Todos os outros equipamentos (monitores, leitos, etc), necessários a disponibilização de mais seis leitos de UTI no Centro, já estão disponíveis a espera de que sejam sanados os problemas técnicos com os respiradores. A expectativa é que sejam sanados ainda nesta sexta-feira (03)


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade