Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Leitos de UTI na região não ficam disponíveis por aumento da capacidade e sim pela morte de pacientes

Balneário Camboriú registra mais 4 mortes por covid-19 e Itajaí mais 2. Foram quase 60 mortes em 7 dias.

Sexta, 31/7/2020 7:54.
Freepik

Publicidade

Balneário Camboriú registrou nesta quinta-feira mais quatro mortes por covid-19 no intervalo de 24 horas e a cidade agora acumula 42 vítimas, se mantendo na quinta posição no Estado na taxa de óbitos por habitantes entre os municípios de média e grande porte.

A pandemia não dá sinais de perder força e a região da Amfri continua classificada em situação “gravíssima”, enquanto governo do Estado e prefeitos seguem fazendo promessas que não se concretizam.

Nesta quinta-feira havia três leitos vagos na UTI do Hospital Marieta e três no Ruth Cardoso, mas esses leitos não ficam disponíveis por ampliação da capacidade e sim pela morte de pacientes.

Os números mostram quase 60 mortes em uma semana na região da Amfri, dos quais 9 em Balneário Camboriú.

MORTES/HABITANTES NAS PRINCIPAIS CIDADES DE SANTA CATARINA


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Freepik

Leitos de UTI na região não ficam disponíveis por aumento da capacidade e sim pela morte de pacientes

Balneário Camboriú registra mais 4 mortes por covid-19 e Itajaí mais 2. Foram quase 60 mortes em 7 dias.

Publicidade

Sexta, 31/7/2020 7:54.

Balneário Camboriú registrou nesta quinta-feira mais quatro mortes por covid-19 no intervalo de 24 horas e a cidade agora acumula 42 vítimas, se mantendo na quinta posição no Estado na taxa de óbitos por habitantes entre os municípios de média e grande porte.

A pandemia não dá sinais de perder força e a região da Amfri continua classificada em situação “gravíssima”, enquanto governo do Estado e prefeitos seguem fazendo promessas que não se concretizam.

Nesta quinta-feira havia três leitos vagos na UTI do Hospital Marieta e três no Ruth Cardoso, mas esses leitos não ficam disponíveis por ampliação da capacidade e sim pela morte de pacientes.

Os números mostram quase 60 mortes em uma semana na região da Amfri, dos quais 9 em Balneário Camboriú.

MORTES/HABITANTES NAS PRINCIPAIS CIDADES DE SANTA CATARINA


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade