Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Governador prometeu ajudar com leitos de UTI e equipamentos

Quinta, 18/6/2020 18:09.
Lyandra Machado/AMFRI
O governador e os prefeitos da região.

Publicidade

O governador Carlos Moisés reuniu-se com os prefeitos da região da Amfri, nesta quinta-feira (18) e manifestou preocupação, porque a projeção da curva indica crescimento dos números nas próximas semanas. Ele citou a fragilidade a qual estes municípios estão expostos ao coronavírus, porque são turísticos, tem maior fluxo de pessoas, tem portos e aeroporto, o que são fatores determinantes para o aumento de número de casos.

O governador disse que é preciso preparar a rede pública, privada e filantrópica hospitalar para estabelecer condições para os leitos de retaguarda e sobretudo conscientizar a população.

Os prefeitos entregaram uma pauta emergencial de ações para enfrentar a Covid-19, entre elas, a ativação de leitos de UTI no Hospital Marieta Konder Bornhausen e no Hospital Municipal Ruth Cardoso, equipamentos e implantação de leitos de enfermaria nos hospitais municipais da região.

O Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, que acompanhou o governador, disse que nas próximas três semanas deverão finalizar as obras do 10º e 11º andar do Complexo Madre Teresa, para que possam ser ativados leitos de UTI e leitos de Enfermaria Clínico COVID.

“Estamos trabalhando também para conseguir leitos de retaguarda aos hospitais de Camboriú, Itapema, Navegantes e Penha”, acrescentou o secretário.

O prefeito Fabrício Oliveira considerou importante a vinda do governador, para que ele tome conhecimento das condições existentes.

“O número de casos está aumentando na região e por consequência, a demanda leitos UTI. Não temos muito tempo. Ele percebeu essa urgência e veio dar uma resposta, porque é essencial para que nós tenhamos tranquilidade para tomar as medidas necessárias”, disse.

Fabrício lembrou que o Hospital Ruth Cardoso e o Centro da Covid atendem pacientes de toda a região e até agora sem ajuda do governo do Estado.

“É preciso dividir a responsabilidade, por isso espero que esta visita surta um efeito positivo para todos os prefeitos e consequentemente para nossa população”, acrescentou.

O presidente da AMFRI e prefeito de Balneário Piçarras, Leonel José Martins disse que todos estão esperançosos que as demandas sejam atendidas.

Os deputados Ana Paula da Silva, Onir Mocellin e Anna Carolina acompanharam o governador que após a reunião visitou os hospitais Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, e Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Lyandra Machado/AMFRI
O governador e os prefeitos da região.
O governador e os prefeitos da região.

Governador prometeu ajudar com leitos de UTI e equipamentos

Publicidade

Quinta, 18/6/2020 18:09.

O governador Carlos Moisés reuniu-se com os prefeitos da região da Amfri, nesta quinta-feira (18) e manifestou preocupação, porque a projeção da curva indica crescimento dos números nas próximas semanas. Ele citou a fragilidade a qual estes municípios estão expostos ao coronavírus, porque são turísticos, tem maior fluxo de pessoas, tem portos e aeroporto, o que são fatores determinantes para o aumento de número de casos.

O governador disse que é preciso preparar a rede pública, privada e filantrópica hospitalar para estabelecer condições para os leitos de retaguarda e sobretudo conscientizar a população.

Os prefeitos entregaram uma pauta emergencial de ações para enfrentar a Covid-19, entre elas, a ativação de leitos de UTI no Hospital Marieta Konder Bornhausen e no Hospital Municipal Ruth Cardoso, equipamentos e implantação de leitos de enfermaria nos hospitais municipais da região.

O Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, que acompanhou o governador, disse que nas próximas três semanas deverão finalizar as obras do 10º e 11º andar do Complexo Madre Teresa, para que possam ser ativados leitos de UTI e leitos de Enfermaria Clínico COVID.

“Estamos trabalhando também para conseguir leitos de retaguarda aos hospitais de Camboriú, Itapema, Navegantes e Penha”, acrescentou o secretário.

O prefeito Fabrício Oliveira considerou importante a vinda do governador, para que ele tome conhecimento das condições existentes.

“O número de casos está aumentando na região e por consequência, a demanda leitos UTI. Não temos muito tempo. Ele percebeu essa urgência e veio dar uma resposta, porque é essencial para que nós tenhamos tranquilidade para tomar as medidas necessárias”, disse.

Fabrício lembrou que o Hospital Ruth Cardoso e o Centro da Covid atendem pacientes de toda a região e até agora sem ajuda do governo do Estado.

“É preciso dividir a responsabilidade, por isso espero que esta visita surta um efeito positivo para todos os prefeitos e consequentemente para nossa população”, acrescentou.

O presidente da AMFRI e prefeito de Balneário Piçarras, Leonel José Martins disse que todos estão esperançosos que as demandas sejam atendidas.

Os deputados Ana Paula da Silva, Onir Mocellin e Anna Carolina acompanharam o governador que após a reunião visitou os hospitais Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, e Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade