Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Em visita a Balneário, secretário da Saúde se surpreende com estrutura e promete resposta para a próxima semana

“Ele é médico, pareceu favorável aos nossos pedidos..."

Sexta, 5/6/2020 15:41.
Fotos Ivan Rupp

Publicidade

O secretário da Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, esteve em Balneário Camboriú na manhã desta sexta-feira (5) para conhecer a estrutura do Hospital Municipal Ruth Cardoso e do Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento da COVID-19, acompanhado da deputada Ana Paula da Silva, a Paulinha. Segundo o prefeito Fabrício Oliveira, o secretário ficou ‘impressionado’ com a estrutura que Balneário possui, e prometeu resposta sobre a habilitação de 11 leitos de COVID-19, além do repasse de R$ 1 milhão para o Ruth Cardoso. A visita estava programada inicialmente para quinta (4), mas não aconteceu porque o secretário foi convocado para depor na CPI dos Respiradores, em Florianópolis.

Os pedidos

Segundo o prefeito Fabrício, o secretário André entendeu a rotina que a saúde de Balneário vive.

“Ele é médico, pareceu favorável aos nossos pedidos e entendeu a nossa rotina, o nosso processo. Ficou muito impressionado com a nossa estrutura, que inclusive eu nunca vi outra igual em Santa Catarina. Muita gente não conhece, e realmente estamos fazendo todos os serviço de prevenção, diagnóstico e hospitalar, com o Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento da COVID-19 e também o Centro de Testagem Municipal”, explica.

O prefeito salienta que o principal pedido foi a respeito dos 11 leitos do Centro da COVID, que estão funcionando mesmo sem ser habilitados, com custeio total por parte da prefeitura de Balneário, mesmo que o atendimento se estenda para toda a região.

“Nem o SUS faz o repasse desses 11 leitos (ao total são 20). Nessa sexta oito deles estão ocupados, por quatro moradores de Balneário e quatro de outras cidades. Pedimos a ajuda nesse custeio, e apresentamos também que podemos implementar mais 10 leitos, para chegar a 30, mas que só faremos isso com o apoio do Governo do Estado, já que não pedimos isso para Balneário Camboriú e sim para a região”, comenta.

Fabrício também pediu ao secretário André o repasse administrativo de R$ 1 milhão para o Ruth Cardoso.

“Ele prometeu nos dar uma resposta sobre isso tudo na próxima semana”, afirma.

O Hospital Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, que vem enfrentando lotação há alguns dias, receberá do Estado mais 10 respiradores e mais 20 leitos de UTI, que foram anunciados pelo secretário de Estado. Por conta da UTI do Marieta estar lotada, Balneário já estava atendendo pacientes de Itajaí e Navegantes.

“Eu aprovei a compra como parte da AMFRI de 10 monitores, já que se melhorar lá, melhora aqui também. Com isso serão ativados mais 10 leitos de UTI no Marieta”, acrescenta Fabrício.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Fotos Ivan Rupp

Em visita a Balneário, secretário da Saúde se surpreende com estrutura e promete resposta para a próxima semana

“Ele é médico, pareceu favorável aos nossos pedidos..."

Publicidade

Sexta, 5/6/2020 15:41.

O secretário da Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, esteve em Balneário Camboriú na manhã desta sexta-feira (5) para conhecer a estrutura do Hospital Municipal Ruth Cardoso e do Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento da COVID-19, acompanhado da deputada Ana Paula da Silva, a Paulinha. Segundo o prefeito Fabrício Oliveira, o secretário ficou ‘impressionado’ com a estrutura que Balneário possui, e prometeu resposta sobre a habilitação de 11 leitos de COVID-19, além do repasse de R$ 1 milhão para o Ruth Cardoso. A visita estava programada inicialmente para quinta (4), mas não aconteceu porque o secretário foi convocado para depor na CPI dos Respiradores, em Florianópolis.

Os pedidos

Segundo o prefeito Fabrício, o secretário André entendeu a rotina que a saúde de Balneário vive.

“Ele é médico, pareceu favorável aos nossos pedidos e entendeu a nossa rotina, o nosso processo. Ficou muito impressionado com a nossa estrutura, que inclusive eu nunca vi outra igual em Santa Catarina. Muita gente não conhece, e realmente estamos fazendo todos os serviço de prevenção, diagnóstico e hospitalar, com o Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento da COVID-19 e também o Centro de Testagem Municipal”, explica.

O prefeito salienta que o principal pedido foi a respeito dos 11 leitos do Centro da COVID, que estão funcionando mesmo sem ser habilitados, com custeio total por parte da prefeitura de Balneário, mesmo que o atendimento se estenda para toda a região.

“Nem o SUS faz o repasse desses 11 leitos (ao total são 20). Nessa sexta oito deles estão ocupados, por quatro moradores de Balneário e quatro de outras cidades. Pedimos a ajuda nesse custeio, e apresentamos também que podemos implementar mais 10 leitos, para chegar a 30, mas que só faremos isso com o apoio do Governo do Estado, já que não pedimos isso para Balneário Camboriú e sim para a região”, comenta.

Fabrício também pediu ao secretário André o repasse administrativo de R$ 1 milhão para o Ruth Cardoso.

“Ele prometeu nos dar uma resposta sobre isso tudo na próxima semana”, afirma.

O Hospital Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, que vem enfrentando lotação há alguns dias, receberá do Estado mais 10 respiradores e mais 20 leitos de UTI, que foram anunciados pelo secretário de Estado. Por conta da UTI do Marieta estar lotada, Balneário já estava atendendo pacientes de Itajaí e Navegantes.

“Eu aprovei a compra como parte da AMFRI de 10 monitores, já que se melhorar lá, melhora aqui também. Com isso serão ativados mais 10 leitos de UTI no Marieta”, acrescenta Fabrício.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade