Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Países da Europa reforçam restrições para conter 2ª onda da covid-19

Quinta, 5/11/2020 7:01.

Publicidade

Por Matheus de Souza

Na Itália, após o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, assinar na noite de terça-feira, 3, um decreto para instaurar um novo toque de recolher em todo o país, nesta quarta-feira quatro regiões italianas anunciaram que entrarão em bloqueio parcial a partir da sexta-feira.

Tentando evitar um novo bloqueio nacional no país, foram colocadas na "zona vermelha" as regiões Lombardia, Piemonte, Vale de Aosta e Calábria no sul, na Itália. Entre as medidas impostas, está o fechamento de serviços não essenciais, e pessoas só poderão sair de suas casas por motivos de trabalho, saúde ou emergência.

As autoridades de saúde italianas registraram hoje 30.550 novos casos de covid-19 e 352 mortes nas últimas 24 horas, elevando os números totais do país para 790.377 contaminações e 39.764 mortes.

Na Lituânia, país ao sul da Europa, foi anunciado um bloqueio nacional de três semanas após a identificação de um aumento de infecções nos últimos dias. Seguindo o exemplo de outros países europeus como a França, Alemanha e Reino Unido, que voltaram a impor lockdown após o os novos picos de casos registrados durante a segunda onda de contaminações no continente. O país tem o total de 17.453 casos de covid-19 confirmados e 175 mortes

A Polônia também deve anunciar novas restrições para lidar com o aumento de casos no país, de acordo com publicação da Reuters. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), foram registrados 414.844 contaminações confirmadas e 6.102 mortes do país, desde o início da pandemia.

A França registrou nesta quarta-feira 40.558 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, além de mais 385 mortes. O país agora registra o total de 1.543.321 de contaminações confirmados e 38.674 mortes.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Países da Europa reforçam restrições para conter 2ª onda da covid-19

Publicidade

Quinta, 5/11/2020 7:01.

Por Matheus de Souza

Na Itália, após o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, assinar na noite de terça-feira, 3, um decreto para instaurar um novo toque de recolher em todo o país, nesta quarta-feira quatro regiões italianas anunciaram que entrarão em bloqueio parcial a partir da sexta-feira.

Tentando evitar um novo bloqueio nacional no país, foram colocadas na "zona vermelha" as regiões Lombardia, Piemonte, Vale de Aosta e Calábria no sul, na Itália. Entre as medidas impostas, está o fechamento de serviços não essenciais, e pessoas só poderão sair de suas casas por motivos de trabalho, saúde ou emergência.

As autoridades de saúde italianas registraram hoje 30.550 novos casos de covid-19 e 352 mortes nas últimas 24 horas, elevando os números totais do país para 790.377 contaminações e 39.764 mortes.

Na Lituânia, país ao sul da Europa, foi anunciado um bloqueio nacional de três semanas após a identificação de um aumento de infecções nos últimos dias. Seguindo o exemplo de outros países europeus como a França, Alemanha e Reino Unido, que voltaram a impor lockdown após o os novos picos de casos registrados durante a segunda onda de contaminações no continente. O país tem o total de 17.453 casos de covid-19 confirmados e 175 mortes

A Polônia também deve anunciar novas restrições para lidar com o aumento de casos no país, de acordo com publicação da Reuters. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), foram registrados 414.844 contaminações confirmadas e 6.102 mortes do país, desde o início da pandemia.

A França registrou nesta quarta-feira 40.558 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, além de mais 385 mortes. O país agora registra o total de 1.543.321 de contaminações confirmados e 38.674 mortes.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade