Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Tecnologia
Acesso via Facebook a sites de notícia cai após mudança na rede

Quinta, 22/2/2018 6:54.
Reprodução.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - Dados compilados pela revista on-line "Digiday" mostram que a decisão do Facebook, anunciada em janeiro, de reduzir a presença de marcas e companhias na plataforma já é sentida por empresas de comunicação.

O acesso via Facebook a publicações de mídia caiu 6% desde janeiro, afirmou a "Digiday", citando números do Chartbeat, que mede o tráfego de leitores para cerca de 50 mil sites de notícias. O Facebook já vinha direcionando menos usuários às reportagens, com queda de 15% nos encaminhamentos em 2017.

O Facebook não se pronunciou sobre os levantamentos.

Mark Zuckerberg, presidente-executivo da rede social, havia dito que a priorização de conteúdo compartilhado por amigos e parentes diminuiria a participação de notícias no feed (página inicial do usuário) de 5% para 4%.

A revista cita ainda a ferramenta TrendRank, da publicação "PopSugar", que monitora 700 empresas de comunicação. Na categoria de notícias, que inclui nomes como os jornais "The New York Times" e "The Washington Post", os encaminhamentos caíram 14%.

A True Anthem, que rastreia conteúdo por inteligência artificial, registrou alta no alcance geral nos últimos 90 dias, mas de forma desigual -empresas de mídia apenas on-line caíram 11,3%.

No início deste mês, a Folha deixou de publicar seu conteúdo no Facebook, em razão da mudança no algoritmo promovida pela rede.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução.

Acesso via Facebook a sites de notícia cai após mudança na rede

Publicidade

Quinta, 22/2/2018 6:54.

(FOLHAPRESS) - Dados compilados pela revista on-line "Digiday" mostram que a decisão do Facebook, anunciada em janeiro, de reduzir a presença de marcas e companhias na plataforma já é sentida por empresas de comunicação.

O acesso via Facebook a publicações de mídia caiu 6% desde janeiro, afirmou a "Digiday", citando números do Chartbeat, que mede o tráfego de leitores para cerca de 50 mil sites de notícias. O Facebook já vinha direcionando menos usuários às reportagens, com queda de 15% nos encaminhamentos em 2017.

O Facebook não se pronunciou sobre os levantamentos.

Mark Zuckerberg, presidente-executivo da rede social, havia dito que a priorização de conteúdo compartilhado por amigos e parentes diminuiria a participação de notícias no feed (página inicial do usuário) de 5% para 4%.

A revista cita ainda a ferramenta TrendRank, da publicação "PopSugar", que monitora 700 empresas de comunicação. Na categoria de notícias, que inclui nomes como os jornais "The New York Times" e "The Washington Post", os encaminhamentos caíram 14%.

A True Anthem, que rastreia conteúdo por inteligência artificial, registrou alta no alcance geral nos últimos 90 dias, mas de forma desigual -empresas de mídia apenas on-line caíram 11,3%.

No início deste mês, a Folha deixou de publicar seu conteúdo no Facebook, em razão da mudança no algoritmo promovida pela rede.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade