Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Turismo
Todos os eventos programados para Balneário Camboriú estão suspensos por enquanto

Quinta, 16/4/2020 16:23.
Caroline Cezar

Publicidade

O secretário de Turismo, Valdir Walendowsky, disse que por enquanto todos os eventos programados estão suspensos, considerando que não há previsão para o fim da quarentena do Coronavírus. Vários leitores vem questionando o Página3 sobre o calendário da programação turística, como o aniversário da cidade, em julho, e até mesmo o Réveillon e o Carnaval de 2021.

Walendowsky diz que é necessário esperar e que só saberão se a agenda de eventos continua quando a situação se normalizar, com o fim do isolamento social em precaução ao Coronavírus. “Tudo está sendo revisto e isso é no mundo todo. Neste momento, tudo está suspenso. Não temos certeza de como vai ser, como o mundo e as pessoas vão se comportar”, afirma.

Questionado sobre o repasse de parte do orçamento da secretaria para a pasta da Saúde, o secretário afirmou que se necessário isso realmente vai acontecer. Em 2019, o Turismo teve um orçamento de R$ 3.158.315,00 e neste ano o valor chegou a cerca de R$ 4,9 milhões.

“Todas as secretarias que puderem disponibilizar, se necessário, valor para a saúde o farão, porque é essa a prioridade. Se a saúde precisar, vamos encaminhar. Ainda não sabemos quanto orçamento vamos precisar, porque não sabemos mais quanto tempo essa situação vai perdurar”, explica.

Economia do turismo e demissões

O secretário aproveita para pontuar que a situação da economia vem sido debatida com frequência por ele junto do trade turístico através de lives – nesta semana houve uma com a participação do prefeito Fabrício Oliveira.

“Analisamos a situação diariamente, porque tudo está mudando com frequência, as questões das companhias aéreas, do rodoviário também”, acrescenta.

Walendowsky citou ainda as demissões que vêm acontecendo na rede hoteleira – debatidas pelas entidades, como Convention Bureau e sindicatos (Sindisol e Sechobar).

“Cada hotel vê a sua situação, naturalmente vão acontecer demissões. Há as normais pós-temporada e agora por conta da pandemia. Isto está acontecendo no mundo todo. Os empresários não conseguem aguentar a folha de pagamento com seus hotéis fechados”, diz.

Ele lembra também que as manutenções vêm auxiliando a manter pelo menos parte do quadro de colaboradores, com cada empresa seguindo programação de acordo com a sua necessidade.

“A secretaria e o prefeito estão preocupados em não quebrar o ritmo da economia de Balneário Camboriú, por isso já criamos um comitê para definir ações de promoções de destino que colocaremos em prática quando o mercado reabrir”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Caroline Cezar

Todos os eventos programados para Balneário Camboriú estão suspensos por enquanto

Publicidade

Quinta, 16/4/2020 16:23.

O secretário de Turismo, Valdir Walendowsky, disse que por enquanto todos os eventos programados estão suspensos, considerando que não há previsão para o fim da quarentena do Coronavírus. Vários leitores vem questionando o Página3 sobre o calendário da programação turística, como o aniversário da cidade, em julho, e até mesmo o Réveillon e o Carnaval de 2021.

Walendowsky diz que é necessário esperar e que só saberão se a agenda de eventos continua quando a situação se normalizar, com o fim do isolamento social em precaução ao Coronavírus. “Tudo está sendo revisto e isso é no mundo todo. Neste momento, tudo está suspenso. Não temos certeza de como vai ser, como o mundo e as pessoas vão se comportar”, afirma.

Questionado sobre o repasse de parte do orçamento da secretaria para a pasta da Saúde, o secretário afirmou que se necessário isso realmente vai acontecer. Em 2019, o Turismo teve um orçamento de R$ 3.158.315,00 e neste ano o valor chegou a cerca de R$ 4,9 milhões.

“Todas as secretarias que puderem disponibilizar, se necessário, valor para a saúde o farão, porque é essa a prioridade. Se a saúde precisar, vamos encaminhar. Ainda não sabemos quanto orçamento vamos precisar, porque não sabemos mais quanto tempo essa situação vai perdurar”, explica.

Economia do turismo e demissões

O secretário aproveita para pontuar que a situação da economia vem sido debatida com frequência por ele junto do trade turístico através de lives – nesta semana houve uma com a participação do prefeito Fabrício Oliveira.

“Analisamos a situação diariamente, porque tudo está mudando com frequência, as questões das companhias aéreas, do rodoviário também”, acrescenta.

Walendowsky citou ainda as demissões que vêm acontecendo na rede hoteleira – debatidas pelas entidades, como Convention Bureau e sindicatos (Sindisol e Sechobar).

“Cada hotel vê a sua situação, naturalmente vão acontecer demissões. Há as normais pós-temporada e agora por conta da pandemia. Isto está acontecendo no mundo todo. Os empresários não conseguem aguentar a folha de pagamento com seus hotéis fechados”, diz.

Ele lembra também que as manutenções vêm auxiliando a manter pelo menos parte do quadro de colaboradores, com cada empresa seguindo programação de acordo com a sua necessidade.

“A secretaria e o prefeito estão preocupados em não quebrar o ritmo da economia de Balneário Camboriú, por isso já criamos um comitê para definir ações de promoções de destino que colocaremos em prática quando o mercado reabrir”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade