Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Turismo
Páscoa prometia ser movimentada

Terça, 7/4/2020 18:40.
Renata Rutes Henning.
Valdir Walendowsky

Publicidade

O feriadão de Páscoa e a semana que o antecedia, conhecida como a Semana do Turismo do Uruguai, que costuma atrair muitos uruguaios a Balneário Camboriú nesta época do ano, estavam sendo bastante esperados pelo trade turístico. Porém, com a pandemia do Coronavírus, tudo foi ‘por água abaixo’.

O secretário de Turismo Valdir Walendowsky disse que ‘ninguém nunca pensou’ que poderia passar por um momento como o atual, lembrando que antes de começar ‘este caos’ as expectativas para o feriadão de Páscoa e a Semana do Turismo do Uruguai eram as melhores.

“Tudo estava a mil maravilhas, esperávamos por uma excelente semana. E agora não temos expectativa nenhuma. Lamentamos muito isso tudo que está acontecendo. A situação só está piorando, e se o setor privado não tem faturamento, o público também é afetado, já que influencia diretamente na arrecadação de impostos. É muito triste”, diz.

O secretário acrescenta que ainda não há nenhuma definição por parte do governo estadual sobre a reabertura das empresas ligadas ao turismo, e por isso ‘não possuem um rumo’, afirmando que ‘está tudo muito indefinido’.

“Neste momento não podemos planejar nada. Estou em contato direto com o trade turístico da cidade, estamos sempre conversando, e os empresários estão super preocupados. O impacto é o pior possível, ainda não sabemos o quanto impactou na totalidade, porque não chegou ao fim disso tudo, mas hoje já é o pior cenário, imagina se demorar muito para essa situação se resolver”, explica.

Centro de Eventos

Walendowsky aproveita para falar sobre a situação do Centro de Eventos, que teve a sua licitação suspensa. O secretário disse que o governo estadual irá administrá-lo até que o licitem.

“Esse foi um compromisso que firmamos com eles. Estou em contato direto com a Santur, e após o decreto de paralisação vai acontecer uma nova data para a licitação. Temos evento marcado para agosto, e esperamos que até lá o cenário melhore”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Renata Rutes Henning.
Valdir Walendowsky
Valdir Walendowsky

Páscoa prometia ser movimentada

Publicidade

Terça, 7/4/2020 18:40.

O feriadão de Páscoa e a semana que o antecedia, conhecida como a Semana do Turismo do Uruguai, que costuma atrair muitos uruguaios a Balneário Camboriú nesta época do ano, estavam sendo bastante esperados pelo trade turístico. Porém, com a pandemia do Coronavírus, tudo foi ‘por água abaixo’.

O secretário de Turismo Valdir Walendowsky disse que ‘ninguém nunca pensou’ que poderia passar por um momento como o atual, lembrando que antes de começar ‘este caos’ as expectativas para o feriadão de Páscoa e a Semana do Turismo do Uruguai eram as melhores.

“Tudo estava a mil maravilhas, esperávamos por uma excelente semana. E agora não temos expectativa nenhuma. Lamentamos muito isso tudo que está acontecendo. A situação só está piorando, e se o setor privado não tem faturamento, o público também é afetado, já que influencia diretamente na arrecadação de impostos. É muito triste”, diz.

O secretário acrescenta que ainda não há nenhuma definição por parte do governo estadual sobre a reabertura das empresas ligadas ao turismo, e por isso ‘não possuem um rumo’, afirmando que ‘está tudo muito indefinido’.

“Neste momento não podemos planejar nada. Estou em contato direto com o trade turístico da cidade, estamos sempre conversando, e os empresários estão super preocupados. O impacto é o pior possível, ainda não sabemos o quanto impactou na totalidade, porque não chegou ao fim disso tudo, mas hoje já é o pior cenário, imagina se demorar muito para essa situação se resolver”, explica.

Centro de Eventos

Walendowsky aproveita para falar sobre a situação do Centro de Eventos, que teve a sua licitação suspensa. O secretário disse que o governo estadual irá administrá-lo até que o licitem.

“Esse foi um compromisso que firmamos com eles. Estou em contato direto com a Santur, e após o decreto de paralisação vai acontecer uma nova data para a licitação. Temos evento marcado para agosto, e esperamos que até lá o cenário melhore”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade