Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Turismo
Costa Verde e Mar é a região turística de Santa Catarina que mais recebeu o Selo Turismo Responsável

Sexta, 7/8/2020 11:34.

Publicidade

Levantamento feito pelo Ministério do Turismo aponta a Costa Verde&Mar como a região catarinense que mais recebeu o Selo Turismo Responsável, com 200 certificações até a quinta-feira (6). O Estado somou 629 emissões no mesmo período.

O Selo foi criado pelo Ministério do Turismo como forma de garantir a segurança de viajantes e do trade. Ele é aplicado aos locais que estão adequados aos protocolos de biossegurança contra a Covid-19, como indicam os órgãos de saúde.

Para o trade da Costa Verde&Mar, o grande número de selos emitidos demonstra que as empresas estão buscando as melhores formas de garantir a segurança de todos, e representa uma esperança na retomada do segmento tão afetado com a crise mundial. A região turística busca com responsabilidade restabelecer a confiança de turistas e visitantes para que escolham o destino assim que o momento atual for superado.

Para que o retorno do segmento turístico na região seja de acordo com o que preconizam os órgãos de saúde, a equipe da Costa Verde&Mar reforça a importância de que mais empresas e equipamentos turísticos busquem o selo. Os meios certificados serão fiscalizados de maneira constante e, em caso de descumprimento, poderão ser penalizados pelos órgãos sanitários e perderão o selo.

Como obter o Selo

- A empresa ou meio precisa atender os protocolos de biossegurança contra a Covid-19 e estar regular com o Cadastur;

- A solicitação é feita através do www.seloresponsavel.turismo.gov.br;

- No site, o interessado adere à autodeclaração que atende os pré-requisitos determinados e apresenta as suas adequações;

- O selo será emitido após análise. Para empresas, os trâmites podem durar uma semana e, para os Guias de Turismo, a previsão é de liberação em 20 dias;

- No mesmo site, os meios podem fazer download do selo para impressão. Indica-se que este seja colado na entrada dos estabelecimentos ou locais de fácil acesso e visibilidade.

- O selo contém um QR Code em que o visitante pode consultar as medidas adotadas ou fazer denúncias para o Ministério do Turismo, em caso de inadimplência.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Costa Verde e Mar é a região turística de Santa Catarina que mais recebeu o Selo Turismo Responsável

Publicidade

Sexta, 7/8/2020 11:34.

Levantamento feito pelo Ministério do Turismo aponta a Costa Verde&Mar como a região catarinense que mais recebeu o Selo Turismo Responsável, com 200 certificações até a quinta-feira (6). O Estado somou 629 emissões no mesmo período.

O Selo foi criado pelo Ministério do Turismo como forma de garantir a segurança de viajantes e do trade. Ele é aplicado aos locais que estão adequados aos protocolos de biossegurança contra a Covid-19, como indicam os órgãos de saúde.

Para o trade da Costa Verde&Mar, o grande número de selos emitidos demonstra que as empresas estão buscando as melhores formas de garantir a segurança de todos, e representa uma esperança na retomada do segmento tão afetado com a crise mundial. A região turística busca com responsabilidade restabelecer a confiança de turistas e visitantes para que escolham o destino assim que o momento atual for superado.

Para que o retorno do segmento turístico na região seja de acordo com o que preconizam os órgãos de saúde, a equipe da Costa Verde&Mar reforça a importância de que mais empresas e equipamentos turísticos busquem o selo. Os meios certificados serão fiscalizados de maneira constante e, em caso de descumprimento, poderão ser penalizados pelos órgãos sanitários e perderão o selo.

Como obter o Selo

- A empresa ou meio precisa atender os protocolos de biossegurança contra a Covid-19 e estar regular com o Cadastur;

- A solicitação é feita através do www.seloresponsavel.turismo.gov.br;

- No site, o interessado adere à autodeclaração que atende os pré-requisitos determinados e apresenta as suas adequações;

- O selo será emitido após análise. Para empresas, os trâmites podem durar uma semana e, para os Guias de Turismo, a previsão é de liberação em 20 dias;

- No mesmo site, os meios podem fazer download do selo para impressão. Indica-se que este seja colado na entrada dos estabelecimentos ou locais de fácil acesso e visibilidade.

- O selo contém um QR Code em que o visitante pode consultar as medidas adotadas ou fazer denúncias para o Ministério do Turismo, em caso de inadimplência.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade