Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Conheça a ave-símbolo de Balneário Camboriú
MAURO SCHRAMM
O biólogo Cristiano Voitina e Christopher Stoner, um dos sócios da marca Santacosta

Sexta, 14/12/2018 9:26.

A espécie Saíra-Bico-Fino foi escolhida por votação popular a ave-símbolo de Balneário Camboriú. O anúncio foi feito ontem (13), no Parque Unipraias.

A comunidade teve dois meses para escolher uma, entre as seis espécies de aves mais comuns na cidade. Ao todo, mais de 7 mil pessoas votaram e a Saíra recebeu 47% dos votos.

“Para nós é um orgulho muito grande chegar a este resultado, principalmente pela quantidade de pessoas que participaram, pois foi uma votação com envolvimento total dos moradores de Balneário Camboriú”, destacou o biólogo e pesquisador Cristiano Voitina, autor do livro Aves Catarinenses e proponente da ação.

O evento de apresentação contou com a presença de estudiosos no assunto, autoridades municipais e convidados. A intenção agora é apresentação o resultado da votação e a ave símbolo de Balneário Camboriú, a Saíra-Bico-Fino, na Câmara de vereadores, na próxima semana.

A ave símbolo de Balneário Camboriú também estará estampada em camisetas que poderão ser adquiridas pelo público. A marca Santacosta, de Itajaí, confeccionou 100 peças, sendo que 50 foram doadas para o projeto Aves Catarinenses que poderá comercializá-las e reverter as verbas para novas ações. As demais camisetas estarão disponíveis na loja da Santacosta, na Praia Brava, em Itajaí.

“Este projeto vem ao encontro dos valores da marca. Sabemos que é necessário lucro, mas ele tem que vir sempre com um propósito, e o nosso é apoiar projetos como o Aves Catarinenses”, destacou um dos sócios da Santacosta, Christopher Stoner.

Saíra-bico-fino

Dacnis cayana: Mede de 11 a 13cm, pesa de 15 a 16g. Tem bico afilado, róseo na base, e pernas vermelho-claras. Apresenta dimorfismo sexual. Macho é azul turquesa com garganta e dorso pretos, enquanto a fêmea é verde com a cabeça azulada.

Alimenta-se de pequenos frutos e néctar, sementes, além de pequenos artrópodes, como grilos, lagartas, mariposas, besouros, larvas, borboletas, aranhas capturados entre a vegetação. É a fêmea que constrói o ninho, que tem a forma de uma taça profunda, entre as folhas de uma árvore a uma altura de 5 a 7 metros do solo.

O macho é responsável pela defesa do território contra intrusos. Os 2 ou 3 ovos são esbranquiçados ou branco-esverdeados com manchas cinza-claras e são incubados pela fêmea. Durante este período ela é, às vezes, alimentada pelo macho. Os filhotes são alimentados pelo casal e permanecem no ninho cerca de 13 dias. O casal tem mais de uma ninhada por temporada. Vive em casais ou pequenos grupos. Habita o interior e as bordas de florestas zonas arbustivas com árvores. Frequenta jardins e tratadores, principalmente no inverno, e costuma beber em bebedouros de beija-flores.

O macho predominantemente azul representa o nosso céu em um lindo dia de verão e a fêmea predominantemente verde representa as nossas matas e o verde da costa esmeralda do Atlântico Sul. Apesar de toda sua beleza é um pássaro muito discreto, muitas vezes passa despercebido. Como se alimenta de frutos e néctar das flores é muito comum avistá-los em tratadores para pássaros e bebedouros para beija-flores.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Seria um negócio imobiliário bastante vantajoso. Cidade continuará recebendo navios de cruzeiro.


Cidade

“Tem que ver se não é um problema de gestão deles”, dispara referindo-se aos hoteleiros  


Opinião


Opinião

"Não tente enrolar um brasileiro divulgando uma coisa e entregando outra" 


Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Até embarcações de pequeno porte levantam areia, depende das condições 


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Conheça a ave-símbolo de Balneário Camboriú

MAURO SCHRAMM
O biólogo Cristiano Voitina e Christopher Stoner, um dos sócios da marca Santacosta
O biólogo Cristiano Voitina e Christopher Stoner, um dos sócios da marca Santacosta
Sexta, 14/12/2018 9:26.

A espécie Saíra-Bico-Fino foi escolhida por votação popular a ave-símbolo de Balneário Camboriú. O anúncio foi feito ontem (13), no Parque Unipraias.

A comunidade teve dois meses para escolher uma, entre as seis espécies de aves mais comuns na cidade. Ao todo, mais de 7 mil pessoas votaram e a Saíra recebeu 47% dos votos.

“Para nós é um orgulho muito grande chegar a este resultado, principalmente pela quantidade de pessoas que participaram, pois foi uma votação com envolvimento total dos moradores de Balneário Camboriú”, destacou o biólogo e pesquisador Cristiano Voitina, autor do livro Aves Catarinenses e proponente da ação.

O evento de apresentação contou com a presença de estudiosos no assunto, autoridades municipais e convidados. A intenção agora é apresentação o resultado da votação e a ave símbolo de Balneário Camboriú, a Saíra-Bico-Fino, na Câmara de vereadores, na próxima semana.

A ave símbolo de Balneário Camboriú também estará estampada em camisetas que poderão ser adquiridas pelo público. A marca Santacosta, de Itajaí, confeccionou 100 peças, sendo que 50 foram doadas para o projeto Aves Catarinenses que poderá comercializá-las e reverter as verbas para novas ações. As demais camisetas estarão disponíveis na loja da Santacosta, na Praia Brava, em Itajaí.

“Este projeto vem ao encontro dos valores da marca. Sabemos que é necessário lucro, mas ele tem que vir sempre com um propósito, e o nosso é apoiar projetos como o Aves Catarinenses”, destacou um dos sócios da Santacosta, Christopher Stoner.

Saíra-bico-fino

Dacnis cayana: Mede de 11 a 13cm, pesa de 15 a 16g. Tem bico afilado, róseo na base, e pernas vermelho-claras. Apresenta dimorfismo sexual. Macho é azul turquesa com garganta e dorso pretos, enquanto a fêmea é verde com a cabeça azulada.

Alimenta-se de pequenos frutos e néctar, sementes, além de pequenos artrópodes, como grilos, lagartas, mariposas, besouros, larvas, borboletas, aranhas capturados entre a vegetação. É a fêmea que constrói o ninho, que tem a forma de uma taça profunda, entre as folhas de uma árvore a uma altura de 5 a 7 metros do solo.

O macho é responsável pela defesa do território contra intrusos. Os 2 ou 3 ovos são esbranquiçados ou branco-esverdeados com manchas cinza-claras e são incubados pela fêmea. Durante este período ela é, às vezes, alimentada pelo macho. Os filhotes são alimentados pelo casal e permanecem no ninho cerca de 13 dias. O casal tem mais de uma ninhada por temporada. Vive em casais ou pequenos grupos. Habita o interior e as bordas de florestas zonas arbustivas com árvores. Frequenta jardins e tratadores, principalmente no inverno, e costuma beber em bebedouros de beija-flores.

O macho predominantemente azul representa o nosso céu em um lindo dia de verão e a fêmea predominantemente verde representa as nossas matas e o verde da costa esmeralda do Atlântico Sul. Apesar de toda sua beleza é um pássaro muito discreto, muitas vezes passa despercebido. Como se alimenta de frutos e néctar das flores é muito comum avistá-los em tratadores para pássaros e bebedouros para beija-flores.

Publicidade

Publicidade