Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Variedades
“A Parada da Diversidade em Balneário Camboriú bateu todos os recordes”, diz organizador

Segunda, 18/11/2019 12:28.
Divulgação

Publicidade

Segundo a organização, cerca de 15 mil pessoas estiveram na orla da praia central para acompanhar a manifestação que contou com a participação de Rita Cadillac, Ana Paula Minerato e Jhenyfer Dulz, a Bifão.

O evento teve como tema ‘Stonewall – 50 Anos, Alegria e Diversidade’, lembrando os 50 anos da Rebelião de Stonewall, uma série de manifestações violentas e espontâneas de membros da comunidade LGBT contra uma invasão da polícia de Nova York no bar Stonewall Inn.

“Foi um marco histórico”

Um dos organizadores da Parada, Fernando Lisboa, define que o evento foi ‘sensacional’, com todos alegres e sem nada de ruim. Ele diz que viu pessoas fazendo ‘negativo’ com o dedo, mas que isso foi uma minoria, salientando que ‘98% das pessoas presentes apoiaram e respeitaram’. Para os contrários os participantes da Parada devolviam com sinais de coração e beijos.

“Retribuímos com amor. Sabemos da resistência que ainda há com a comunidade LGBTQI+, mas mesmo assim conseguimos levar uma imensidão de pessoas para a Avenida Atlântica. 15 mil pessoas pelo menos estiveram na orla. Foi tudo muito bom, colocamos três trios-elétricos na avenida. O povo ovacionava, percebemos que o respeito aumentou. As pessoas aplaudiam, mandavam beijos. Foi um marco histórico e batemos todos os recordes inimagináveis. Foi a maior edição até agora”, explica.

Mais apoio

Fernando (direita) com o marido, Luiz Gustavo

Fernando comenta que a ideia era fazer com que as pessoas tivessem uma visão positiva do movimento LGBTQI+ e ele afirma que a grande maioria saiu satisfeita e que se envolveram com a causa.

“As pessoas respeitaram. As coisas boas superaram 20 milhões de vezes os 'atosinhos' contrários. Tivemos também pela primeira vez o apoio dos órgãos públicos, através da Polícia Militar, Guarda Municipal e Agentes de Trânsito. Eles fizeram o papel deles, era isso que esperávamos. Esse apoio foi muito bom. Agradecemos também a participação do Grupo de Mães, que abriu a Parada, e o Roteiro Gay, que fechou com chave de ouro. Foi um evento pacífico, tranquilo, todos alegres pela diversidade”, destaca.

Artistas abrilhantaram

Rita Cadillac e Jhenyfer Dulz (Bifão)

Sobre a presença de Rita Cadillac e das influencers Minerato e Bifão, o organizador afirma que foi muito positivo e que o público adorou. Segundo Fernando, nenhuma delas cobrou cachê e vieram ‘por amor a causa’.

“Elas não são gays, mas apoiam a nossa causa, são engajadas com o movimento e vieram de graça para nos ajudar. Tivemos também a participação de cerca de 25 drags, com destaque para a Tina Túnel, que é de Balneário e foi a madrinha da Parada”, comenta.

Outra atração que divertiu o público foi uma drag queen vinda de São Paulo, que estava com perna de pau. Fernando acrescenta que esse artista também não recebeu cachê.

“Assim como ele muitas pessoas vieram de fora, gastaram dinheiro para estar aqui porque entendem a importância desse evento e querem apoiar a causa”, completa.

Ana Paula Minerato


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

“A Parada da Diversidade em Balneário Camboriú bateu todos os recordes”, diz organizador

Publicidade

Segunda, 18/11/2019 12:28.

Segundo a organização, cerca de 15 mil pessoas estiveram na orla da praia central para acompanhar a manifestação que contou com a participação de Rita Cadillac, Ana Paula Minerato e Jhenyfer Dulz, a Bifão.

O evento teve como tema ‘Stonewall – 50 Anos, Alegria e Diversidade’, lembrando os 50 anos da Rebelião de Stonewall, uma série de manifestações violentas e espontâneas de membros da comunidade LGBT contra uma invasão da polícia de Nova York no bar Stonewall Inn.

“Foi um marco histórico”

Um dos organizadores da Parada, Fernando Lisboa, define que o evento foi ‘sensacional’, com todos alegres e sem nada de ruim. Ele diz que viu pessoas fazendo ‘negativo’ com o dedo, mas que isso foi uma minoria, salientando que ‘98% das pessoas presentes apoiaram e respeitaram’. Para os contrários os participantes da Parada devolviam com sinais de coração e beijos.

“Retribuímos com amor. Sabemos da resistência que ainda há com a comunidade LGBTQI+, mas mesmo assim conseguimos levar uma imensidão de pessoas para a Avenida Atlântica. 15 mil pessoas pelo menos estiveram na orla. Foi tudo muito bom, colocamos três trios-elétricos na avenida. O povo ovacionava, percebemos que o respeito aumentou. As pessoas aplaudiam, mandavam beijos. Foi um marco histórico e batemos todos os recordes inimagináveis. Foi a maior edição até agora”, explica.

Mais apoio

Fernando (direita) com o marido, Luiz Gustavo

Fernando comenta que a ideia era fazer com que as pessoas tivessem uma visão positiva do movimento LGBTQI+ e ele afirma que a grande maioria saiu satisfeita e que se envolveram com a causa.

“As pessoas respeitaram. As coisas boas superaram 20 milhões de vezes os 'atosinhos' contrários. Tivemos também pela primeira vez o apoio dos órgãos públicos, através da Polícia Militar, Guarda Municipal e Agentes de Trânsito. Eles fizeram o papel deles, era isso que esperávamos. Esse apoio foi muito bom. Agradecemos também a participação do Grupo de Mães, que abriu a Parada, e o Roteiro Gay, que fechou com chave de ouro. Foi um evento pacífico, tranquilo, todos alegres pela diversidade”, destaca.

Artistas abrilhantaram

Rita Cadillac e Jhenyfer Dulz (Bifão)

Sobre a presença de Rita Cadillac e das influencers Minerato e Bifão, o organizador afirma que foi muito positivo e que o público adorou. Segundo Fernando, nenhuma delas cobrou cachê e vieram ‘por amor a causa’.

“Elas não são gays, mas apoiam a nossa causa, são engajadas com o movimento e vieram de graça para nos ajudar. Tivemos também a participação de cerca de 25 drags, com destaque para a Tina Túnel, que é de Balneário e foi a madrinha da Parada”, comenta.

Outra atração que divertiu o público foi uma drag queen vinda de São Paulo, que estava com perna de pau. Fernando acrescenta que esse artista também não recebeu cachê.

“Assim como ele muitas pessoas vieram de fora, gastaram dinheiro para estar aqui porque entendem a importância desse evento e querem apoiar a causa”, completa.

Ana Paula Minerato


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade