Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Variedades
Oktoberfestas: Balneário Camboriú deve ter movimento, mas feriado pode atrapalhar

Outubro é dos meses mais esperados em Santa Catarina por conta das várias festas que ocorrem.

Quinta, 3/10/2019 9:04.

Publicidade

Por Renata Rutes

São 13 festas em SC, com destaque para a Oktoberfest de Blumenau, Marejada em Itajaí, Fenareco em Brusque, e há ainda o Festival do Camarão, em Porto Belo.

Balneário Camboriú é diretamente afetada pelo movimento, já que muitos turistas – vindos de todas as regiões do país – ficam hospedados na cidade.

Porém, o trade turístico opina que o feriado de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), que cai em um sábado, irá fazer com que menos pessoas venham para a região. O Página 3 apresenta nesta reportagem especial tudo sobre essas quatro festas, que começam na próxima semana. Confira! 

 

O grande destaque entre as festas de outubro é a Oktober, que é também a maior festa de origem alemã da América. A 36ª edição começa na próxima quarta-feira (9) e segue até dia 27. Na programação há mais de 300 atrações musicais, inclusive com quatro internacionais: VoXXclub, Nusslberg Buam, Powerkryner e Jungendblasorchester der Bergarbeiter Plessa.

A gastronomia é outro destaque, com chopp pilsen (400ml) a partir de R$ 11 (R$ 1 mais caro que o ano passado). Seis cervejarias participam da Oktober deste ano e estarão vendendo por R$ 11 também chopes Lager Hell e Pale Lager. Haverá venda de opções especiais, que estarão custando de R$ 12 a R$ 16. 

A novidade dessa edição é a venda de shots de um destilado alemão a R$ 12. As comidas custarão entre R$ 5 e R$ 53. A mais barata é uma unidade de linguicinha e a mais cara uma picanha ao molho de chopp. A batata recheada, um dos pratos preferidos do público, vai custar entre R$ 24 e R$ 28 (dependendo do sabor).

A expectativa da organização é de que 590 mil pessoas passem pela festa. 

  • Os ingressos para a Oktober podem ser adquiridos na hora na bilheteria e são diferentes para cada dia da semana.
  • Nas segundas-feiras e no primeiro e último dia de festa a entrada é gratuita. Aos domingos, terças, quartas e quintas-feiras, o ingresso custa R$ 16. Nas sextas e véspera de feriado, R$ 36. Nos sábados e feriado, R$ 46.

Realeza Oktober


A conhecida Marejada se modernizou ao longo dos anos, mas continua sendo o principal evento artístico-cultural da pesca catarinense e a maior festa de pescado do Brasil, iniciando na terça-feira (8) e seguindo até dia 20.

Em sua 33ª edição, a Marejada destaca a gastronomia (com foco principal nos pratos à base de frutos do mar, mas haverá ainda escondidinho, risoto, pizza, hambúrguer, churrasco, e muito mais). Neste ano, a Marejada também abre espaço para as cervejarias artesanais de Itajaí. Haverá um bar exclusivo e decorado com as mais diversas opções de cervejas produzidas no município. A Germânia, operadora de bebidas da festa, oferecerá ainda chopes especiais, como IPA, chope com vinho e sem glúten.

As atrações musicais seguem a identidade da festa e buscam valorizar os talentos locais. São mais de 100 grupos e bandas de Itajaí e região para animar a programação. No repertório estão opções para todos os gostos e estilos, como pop, rock, samba, hip hop, sertanejo, choro, forró, pagode, reggae, jazz, música brasileira e os tradicionais fados portugueses.

A sustentabilidade também estará em evidência com o uso de utensílios retornáveis ou talheres de madeira e pratos recicláveis, além dos tradicionais copos ecológicos, que auxiliam na redução do consumo de plástico. Ao todo, a Marejada ocupará uma área superior a 50 mil metros quadrados, divididos em dois pavilhões gastronômicos, mezanino, Fish Garden, seis bares e dois palcos para apresentações. Nos dias de semana, a festa acontecerá das 18h à meia-noite. Nos fins de semana e feriado os portões abrirão mais cedo, às 10h. A expectativa da Secretaria de Turismo e Eventos é receber cerca de 300 mil pessoas. 

  • A entrada é gratuita e aberta ao público todos os dias. 


A Fenarreco, que acontece em Brusque, surgiu como um complemento da Oktoberfest de Blumenau e também celebra a cultura alemã. Com o passar dos anos, cresceu e adquiriu identidade própria, chegando em sua 34ª edição. O evento inicia na quinta-feira (10) e segue até dia 20, celebrando especialmente o pato recheado, o prato típico da festa. Para a edição deste ano, há diversas bandas germânicas confirmadas. O cardápio inclui marreco, joelho de porco, salsicha, petisco alemão, sobremesas e diversas opções de chopp artesanal. 

  • A entrada é gratuita até às 16h30, após esse horário o valor da inteira é R$ 20 e da meia-entrada (para estudantes, pessoas trajadas com roupa alemã e idosos) é R$ 10.


Porto Belo entrou na rota das festas de outubro há seis anos, com o Festival do Camarão. O evento inicia na quinta-feira (10), seguindo até domingo (13), contando com três shows nacionais gratuitos: do cantor de pagode Xande de Pilares e das duplas sertanejas César Menotti & Fabiano, e João Bosco & Vinícius (se apresentam quinta, sexta e sábado respectivamente), além de atrações regionais e locais que prometem agitar a Praça da Bandeira, onde acontece a festança.

O destaque da gastronomia evidentemente é o camarão, e uma das opções mais procuradas é o pastel, produzido pelas esposas dos pescadores da Associação de Pescadores de Porto Belo. O Festival do Camarão também está focando na sustentabilidade e utilizará copos biodegradáveis para as bebidas, inclusive haverá uma campanha para incentivar a limpeza do ambiente e aumentar a quantidade de material enviado para reciclagem. A cada 30 copos recolhidos e entregues para a organização, a pessoa ganhará um chopp de 300ml.

  • A entrada no pavilhão gastronômico e na pista dos shows é gratuita, mas haverá área VIP e mesas para assistir as atrações nacionais. 
  • Os ingressos estão à venda pelo site Ingresso Nacional.

As duplas sertanejas César Menotti & Fabiano, e João Bosco & Vinícius.


Reflexos em Balneário Camboriú

A reportagem conversou com o trade turístico de Balneário Camboriú que opinou sobre como será o movimento na cidade por conta das festas de outubro. Normalmente, muitos turistas se hospedam por aqui para curtir outros atrativos da região, como o Beto Carrero World e Parque Unipraias, mas talvez, por conta do feriado de 12 de outubro cair em um sábado, isso seja um pouco diferente esse ano. 

Valdir Walendowsky, secretário de Turismo de Balneário Camboriú 

“Balneário Camboriú é um grande destino para quem vem para as festas de outubro. As agências de viagem já vendem pacotes com hospedagem aqui, porque há muitas opções de lazer fora a Oktoberfest, como o Unipraias e Beto Carrero. Há pacotes só com as festas, mas normalmente quem vem já aproveita para conhecer os outros atrativos turísticos da nossa região. Balneário Camboriú é um grande polo receptivo e de hospedagem para quem vem nessa época do ano. O feriado cair em um sábado é algo que não podemos mudar, mas mesmo assim o turismo acontece. Claro que se tivesse um ‘feriadão’ seria melhor, porque qualquer feriadão atrai turistas, não só esse de outubro. Só Santa Catarina tem todos esses eventos juntos, é um dos nossos ‘carros-chefes’ e mostra o quanto precisamos nos unir mais com Blumenau e as outras cidades que fazem eventos agora. Afinal, quanto mais turistas vierem, haverá mais benefício para toda a região”.


Osny Maciel Júnior, presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e gerente do Hotel Sibara 

“A Oktober é uma lição de desenvolvimento e um grande exemplo para o Brasil o que Blumenau fez, é a prova de que o turismo é fundamental para o desenvolvimento de uma região, de uma economia e até o desenvolvimento em um momento de crise, como foi o motivo para a Oktober ser criada, devido a enchente. A Oktober vem criando milhares de emprego, gerando renda, arrecadação principalmente para o poder público, que poderia reverter esses recursos em programas de educação, saúde e segurança. Isso mostra o quanto o turismo é importante. Outubro é um mês diferenciado para o turismo em Santa Catarina, o nosso turismo é marcado por grandes festas típicas, seja relembrando a cultura alemã e açoriana, ele aproveita a gastronomia que vem do mar. O período movimenta não só as economias locais, como também serve de termômetro para empresários, principalmente da hotelaria e do turismo, que estão de olho na temporada de verão. Podemos dizer que os protagonistas (quem mais vem) são os catarinenses, mas a movimentação vem também dos paulistas, paranaenses e gaúchos. Ele é um ‘braço forte’ que movimenta a economia durante esse período. A nossa expectativa, principalmente de alguns hotéis, é que vá nesse rumo e reflita uma ocupação melhor entre 10 e 15% em relação ao ano passado. Estamos criando promoções durante a semana, para que a gente tenha uma ocupação nesses dias também, se tornando mais barato vir para a Oktober durante a semana do que ao fim de semana em si, que automaticamente já tem uma ocupação maior. O momento maior de ocupação é realmente o feriado de 12 de outubro, mas estamos trabalhando que o mês todo tenha uma ocupação realmente superior a do ano passado”.


Ana Maria dos Santos, presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau e proprietária da Vip Mar Turismo & Receptivo

“Durante as festas de outubro nota-se em Balneário Camboriú um aumento significativo de turistas, o que é ótimo para a economia local logo após meses de baixo fluxo. Muitos preferem se hospedar aqui para aproveitar os nossos atrativos, passear, fazer compras, desfrutar uma boa gastronomia e à noite aproveitar as festas. Temos uma ampla rede de serviços, com preços variados para todos os bolsos e gostos. Nossa localização privilegiada proporciona fácil acesso aos eventos, além de estarmos próximo a aeroportos e a equipamentos turísticos importantes como o Parque Beto Carrero World. Balneário Camboriú está na moda, as pessoas querem estar aqui, querem conhecer a cidade, e isso é muito positivo; e para que os festeiros possam se divertir tranquilos e com segurança, as empresas de receptivo locais oferecem traslados diários aos eventos. O resto é festa!”


Margot Rosenbrock Libório, vice-presidente do BC Convention e proprietária dos hotéis Bella Camboriú e Rosenbrock

“Esse ano está um pouco diferente por não ter o feriado no mês de outubro, o fato do feriado do dia 12 ser no sábado realmente reduziu a procura. Isso traz a reflexão que tem muitos eventos acontecendo e ter o feriado que incremente é importante, só as festas não conseguem trazer o fluxo regionalmente. Blumenau construiu novos hotéis e com essa opção de leitos muitas pessoas optam por se hospedar lá. Há procura por hospedagem em Balneário para curtir as festas, mas tínhamos a expectativa de que seria um pouco melhor. A questão da Avianca, que parou de voar, também impacta, uma companhia aérea a menos também atrapalha no fluxo. Não é por termos as festas que as coisas vão ‘acontecer’ sozinhas, realmente não é um fluxo que surpreende, está abaixo da expectativa. Vejo também, como opinião pessoal, que a Marejada está com a divulgação mais ‘tímida’, as pessoas de fora não sabem que vai acontecer. Há ainda o fato de que outras festas vêm sendo realizadas, como a Oktober de São Paulo, que está com divulgação até a nível nacional. Mas o pessoal que está vindo, principalmente jovens, são de outros estados. Quem é de Santa Catarina costuma vir direto pra festa e só nas cidades que acontecem, sem precisarem de hospedagem”.


Eliane Colla, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú

“As festas de outubro em Santa Catarina sempre atraem visitantes para Balneário Camboriú, seja para se hospedar em nossa cidade ou para passar o dia. Mesmo o setor hoteleiro com expectativas abaixo do esperado em ocupação para o mês, outubro acaba sendo uma espécie de “esquenta” para o período do Natal e para a temporada de verão, seja para alinhar a equipe de vendas, seja para identificar a demanda de consumo. O visitante sempre acaba passando por Balneário Camboriú e fazendo compras. Alguns setores sentem melhor esta movimentação, em especial o de beach wear, calçados e produtos de beleza. Sobre o feriado de 12 de outubro, o ideal é quando ele cai fora do final de semana, como quinta ou sexta-feira, abrindo uma janela maior de folga para quem vem a Santa Catarina, mas dessa vez isso não aconteceu. Conforme falado, as festas de outubro são uma excelente oportunidade para o lojista se preparar para o verão, com vitrines criativas e atendimento personalizado aos turistas. Como o feriado neste ano é menor do que em 2018, acreditamos que não teremos crescimento de vendas, talvez fique equiparado com o volume de 2018”.


Felipe Mafra, presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos da Foz do Rio Itajaí (AMAFRI)

“As festas de outubro são para nós um aquecimento para a temporada de verão. É o nosso ‘start’, a oportunidade do motorista ter um ‘pré-teste’ de como é trabalhar em uma cidade movimentada com demandas o tempo todo. É natural ter esse aumento, pois é perfil de cidades fomentadas pelo turismo. Um evento leva a outro, incluindo a possibilidade de passar uns dias a mais para conhecer a praia, ir ao Beto Carrero, etc. Os motoristas já falam de outubro ansiosamente há dois meses. Nesse mês costumamos fazer corridas para Blumenau diariamente. Praticamente todos os hotéis da região têm hóspedes que vem pra Oktober ou Marejada. Ano passado eu levei turistas de todos os cantos: Rio, São Paulo, Brasília, Minas e até de outros países como Alemanha, França e Suécia. As expectativas são as melhores”.


Novo Wurstwagen, o carro da linguiça, novidade na Oktober

Foto: DivulgaçãoWurstwagen, uma das atrações da Oktober

Com a alegria característica do grupo, foi lançado na noite de terça-feira (1), o novo carro da linguiça – Wurstwagen,  projetado em um trator Ford 54, com mais de 60 anos, a alegoria é imponente: tem 7 metros de comprimento e 3 metros de largura, com 2,8 metros de altura. 

O carro é uma das atrações dos desfiles tradicionais que ocorrem durante a Oktoberfest, de Blumenau,  e que esse ano será de 9 a 27 de outubro. Os membros agitam o público dançando e cantando as músicas do Wurstwagen e, durante o desfile,  distribuem chope e linguiça ao longo da Rua XV.

Durante cada um dos seis desfiles programados, serão distribuídas 200 linguiças, sendo no total, cerca de 300 quilos da tradicional linguiça Blumenau, feitas pela IPOM Defumados Blumenau, uma das patrocinadoras do grupo.

Além das linguiças, o Wurstwagen também distribuirá em cada desfile 150 litros de chope pilsen Zehn Bier, cervejaria que patrocina o grupo desde 2006.

A atração ainda conta DJ e uma moderna e potente sonorização eletrônica da Pitbull Auto Center, presente como patrocinador do grupo desde a fundação. 

O projeto do novo carro da linguiça teve o design da Caza Comunicação e Arquitetura, com execução da RSC Automec e Marcenaria Sasse.

Criado em 2006, por um grupo de 16 amigos, o grupo conta atualmente com 60 integrantes, entre adultos e crianças. O nome do grupo é em homenagem ao primeiro nome da Rua XV de Novembro, Wurststraße  (Rua da Linguiça).

O presidente do Wurstwagen, Denny Mello, conta que foi um ano de preparação para ter o novo carro pronto. 

“Era um sonho fazer algo diferente. Então, chegamos a ideia do trator. Depois, começou a adaptação para ficar do jeito que queríamos. Acreditamos que é um dos carros mais bonitos que vai desfilar esse ano”, declara. 

*Fonte: New AGE Estratégias em Comunicação


7 experiências para visitantes das festas de outubro vivenciarem mais da cultura da Costa Verde & Mar

Outubro é sinônimo de festa em Santa Catarina. O estado fica repleto de eventos especiais em comemoração à cultura deixada pelos colonizadores. Área central dos festejos, a Costa Verde & Mar conta com infinitas possibilidades para os visitantes aproveitarem um pouco mais da região entre uma festa e outra. Uma opção é conhecer mais da tradição local vivenciando práticas típicas, com o Tour da Experiência. Para os turistas que querem vivenciar mais das atividades culturais da região, selecionamos atrações especiais:  

Foto: BC Walking Tour

•  Tour cultural guiado a pé: fazer uma caminhada com um guia por pontos históricos e culturais do litoral. Com esta experiência o visitante é levado para monumentos, pontos artísticos e tradicionais para despertar um olhar diferente sobre a região.

  • Local da prática: Balneário Camboriú 

Foto: Ateliê Casa da Cerâmica

•  Fazer a própria cerâmica: renomado artista apresenta o universo da cerâmica aos visitantes e ensina o desenvolvimento de uma peça. Orientados pelo ceramista, os turistas ganham a única oportunidade de desenvolver a arte com um bloco de barro, água, fogo e muita criatividade.

  • Local da prática: Bombinhas

Foto: Encantos da Barra

•  Produção de artesanato: região que abrange interior e litoral, itens que representam muito a Costa Verde & Mar são escama de peixe, conchas, couro e cerâmica. Os materiais são utilizados nas oficinas em que o visitante aprende a fazer o próprio artesanato. No local é possível aprender ainda a fazer uma Boneca Bayomi, tradição da comunidade quilombola, produzidas por mães para suas filhas. 

  • Local da prática: Balneário Camboriú

Foto: Espaço Bonequiando

•  Oficina de arte: produzir bonecos em argila, fantoches, bordado, ilustração, entre outros. Com essa experiência, até mesmo os que possuem pouca prática se tornam artistas. Um profissional renomado explica detalhes das técnicas e estimula a manualidade e a criatividade.

  • Local da prática: Porto Belo

Foto: Morena Bakana Moda Praia

•  Moda praia com elementos culturais: a Costa Verde & Mar é reconhecida pela produção de moda praia e íntima. Com essa experiência o visitante poderá acompanhar o processo de criação de uma coleção que utiliza elementos da cultura regional. Também emprega o conceito do artesanato “handmade”, feito à mão. 

  • Local da prática: Ilhota

Foto: Agência Laelia

•  Passeio cultural e ecológico de buggy: a proposta leva o visitante à vivência da cultura regional. Passa por engenho, oficinas de sambaquis, igrejinha secular, praias e vários outros pontos turísticos que retratam a história local. O passeio conta com orientação de guia especializado e garante ainda muita diversão e aprendizado sobre a natureza. 

  • Local da prática: Bombinhas 

 Foto: Museu Oceanográfico Univali

•  Maior Museu Oceanográfico das Américas: o turista pode desvendar os mistérios dos oceanos com o infinito e raro acervo considerado um dos quatro principais de história natural do Brasil. O local conta também com materiais audiovisuais que tornam a ilustração ainda mais perceptível. A experiência é dividida em alas e cores para dar a sensação de um mergulho pelas profundezas. 

  • Local da prática: Balneário Piçarras  

* Fonte: Oficina das Palavras


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Oktoberfestas: Balneário Camboriú deve ter movimento, mas feriado pode atrapalhar

Outubro é dos meses mais esperados em Santa Catarina por conta das várias festas que ocorrem.

Publicidade

Quinta, 3/10/2019 9:04.
Por Renata Rutes

São 13 festas em SC, com destaque para a Oktoberfest de Blumenau, Marejada em Itajaí, Fenareco em Brusque, e há ainda o Festival do Camarão, em Porto Belo.

Balneário Camboriú é diretamente afetada pelo movimento, já que muitos turistas – vindos de todas as regiões do país – ficam hospedados na cidade.

Porém, o trade turístico opina que o feriado de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), que cai em um sábado, irá fazer com que menos pessoas venham para a região. O Página 3 apresenta nesta reportagem especial tudo sobre essas quatro festas, que começam na próxima semana. Confira! 

 

O grande destaque entre as festas de outubro é a Oktober, que é também a maior festa de origem alemã da América. A 36ª edição começa na próxima quarta-feira (9) e segue até dia 27. Na programação há mais de 300 atrações musicais, inclusive com quatro internacionais: VoXXclub, Nusslberg Buam, Powerkryner e Jungendblasorchester der Bergarbeiter Plessa.

A gastronomia é outro destaque, com chopp pilsen (400ml) a partir de R$ 11 (R$ 1 mais caro que o ano passado). Seis cervejarias participam da Oktober deste ano e estarão vendendo por R$ 11 também chopes Lager Hell e Pale Lager. Haverá venda de opções especiais, que estarão custando de R$ 12 a R$ 16. 

A novidade dessa edição é a venda de shots de um destilado alemão a R$ 12. As comidas custarão entre R$ 5 e R$ 53. A mais barata é uma unidade de linguicinha e a mais cara uma picanha ao molho de chopp. A batata recheada, um dos pratos preferidos do público, vai custar entre R$ 24 e R$ 28 (dependendo do sabor).

A expectativa da organização é de que 590 mil pessoas passem pela festa. 

  • Os ingressos para a Oktober podem ser adquiridos na hora na bilheteria e são diferentes para cada dia da semana.
  • Nas segundas-feiras e no primeiro e último dia de festa a entrada é gratuita. Aos domingos, terças, quartas e quintas-feiras, o ingresso custa R$ 16. Nas sextas e véspera de feriado, R$ 36. Nos sábados e feriado, R$ 46.

Realeza Oktober


A conhecida Marejada se modernizou ao longo dos anos, mas continua sendo o principal evento artístico-cultural da pesca catarinense e a maior festa de pescado do Brasil, iniciando na terça-feira (8) e seguindo até dia 20.

Em sua 33ª edição, a Marejada destaca a gastronomia (com foco principal nos pratos à base de frutos do mar, mas haverá ainda escondidinho, risoto, pizza, hambúrguer, churrasco, e muito mais). Neste ano, a Marejada também abre espaço para as cervejarias artesanais de Itajaí. Haverá um bar exclusivo e decorado com as mais diversas opções de cervejas produzidas no município. A Germânia, operadora de bebidas da festa, oferecerá ainda chopes especiais, como IPA, chope com vinho e sem glúten.

As atrações musicais seguem a identidade da festa e buscam valorizar os talentos locais. São mais de 100 grupos e bandas de Itajaí e região para animar a programação. No repertório estão opções para todos os gostos e estilos, como pop, rock, samba, hip hop, sertanejo, choro, forró, pagode, reggae, jazz, música brasileira e os tradicionais fados portugueses.

A sustentabilidade também estará em evidência com o uso de utensílios retornáveis ou talheres de madeira e pratos recicláveis, além dos tradicionais copos ecológicos, que auxiliam na redução do consumo de plástico. Ao todo, a Marejada ocupará uma área superior a 50 mil metros quadrados, divididos em dois pavilhões gastronômicos, mezanino, Fish Garden, seis bares e dois palcos para apresentações. Nos dias de semana, a festa acontecerá das 18h à meia-noite. Nos fins de semana e feriado os portões abrirão mais cedo, às 10h. A expectativa da Secretaria de Turismo e Eventos é receber cerca de 300 mil pessoas. 

  • A entrada é gratuita e aberta ao público todos os dias. 


A Fenarreco, que acontece em Brusque, surgiu como um complemento da Oktoberfest de Blumenau e também celebra a cultura alemã. Com o passar dos anos, cresceu e adquiriu identidade própria, chegando em sua 34ª edição. O evento inicia na quinta-feira (10) e segue até dia 20, celebrando especialmente o pato recheado, o prato típico da festa. Para a edição deste ano, há diversas bandas germânicas confirmadas. O cardápio inclui marreco, joelho de porco, salsicha, petisco alemão, sobremesas e diversas opções de chopp artesanal. 

  • A entrada é gratuita até às 16h30, após esse horário o valor da inteira é R$ 20 e da meia-entrada (para estudantes, pessoas trajadas com roupa alemã e idosos) é R$ 10.


Porto Belo entrou na rota das festas de outubro há seis anos, com o Festival do Camarão. O evento inicia na quinta-feira (10), seguindo até domingo (13), contando com três shows nacionais gratuitos: do cantor de pagode Xande de Pilares e das duplas sertanejas César Menotti & Fabiano, e João Bosco & Vinícius (se apresentam quinta, sexta e sábado respectivamente), além de atrações regionais e locais que prometem agitar a Praça da Bandeira, onde acontece a festança.

O destaque da gastronomia evidentemente é o camarão, e uma das opções mais procuradas é o pastel, produzido pelas esposas dos pescadores da Associação de Pescadores de Porto Belo. O Festival do Camarão também está focando na sustentabilidade e utilizará copos biodegradáveis para as bebidas, inclusive haverá uma campanha para incentivar a limpeza do ambiente e aumentar a quantidade de material enviado para reciclagem. A cada 30 copos recolhidos e entregues para a organização, a pessoa ganhará um chopp de 300ml.

  • A entrada no pavilhão gastronômico e na pista dos shows é gratuita, mas haverá área VIP e mesas para assistir as atrações nacionais. 
  • Os ingressos estão à venda pelo site Ingresso Nacional.

As duplas sertanejas César Menotti & Fabiano, e João Bosco & Vinícius.


Reflexos em Balneário Camboriú

A reportagem conversou com o trade turístico de Balneário Camboriú que opinou sobre como será o movimento na cidade por conta das festas de outubro. Normalmente, muitos turistas se hospedam por aqui para curtir outros atrativos da região, como o Beto Carrero World e Parque Unipraias, mas talvez, por conta do feriado de 12 de outubro cair em um sábado, isso seja um pouco diferente esse ano. 

Valdir Walendowsky, secretário de Turismo de Balneário Camboriú 

“Balneário Camboriú é um grande destino para quem vem para as festas de outubro. As agências de viagem já vendem pacotes com hospedagem aqui, porque há muitas opções de lazer fora a Oktoberfest, como o Unipraias e Beto Carrero. Há pacotes só com as festas, mas normalmente quem vem já aproveita para conhecer os outros atrativos turísticos da nossa região. Balneário Camboriú é um grande polo receptivo e de hospedagem para quem vem nessa época do ano. O feriado cair em um sábado é algo que não podemos mudar, mas mesmo assim o turismo acontece. Claro que se tivesse um ‘feriadão’ seria melhor, porque qualquer feriadão atrai turistas, não só esse de outubro. Só Santa Catarina tem todos esses eventos juntos, é um dos nossos ‘carros-chefes’ e mostra o quanto precisamos nos unir mais com Blumenau e as outras cidades que fazem eventos agora. Afinal, quanto mais turistas vierem, haverá mais benefício para toda a região”.


Osny Maciel Júnior, presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e gerente do Hotel Sibara 

“A Oktober é uma lição de desenvolvimento e um grande exemplo para o Brasil o que Blumenau fez, é a prova de que o turismo é fundamental para o desenvolvimento de uma região, de uma economia e até o desenvolvimento em um momento de crise, como foi o motivo para a Oktober ser criada, devido a enchente. A Oktober vem criando milhares de emprego, gerando renda, arrecadação principalmente para o poder público, que poderia reverter esses recursos em programas de educação, saúde e segurança. Isso mostra o quanto o turismo é importante. Outubro é um mês diferenciado para o turismo em Santa Catarina, o nosso turismo é marcado por grandes festas típicas, seja relembrando a cultura alemã e açoriana, ele aproveita a gastronomia que vem do mar. O período movimenta não só as economias locais, como também serve de termômetro para empresários, principalmente da hotelaria e do turismo, que estão de olho na temporada de verão. Podemos dizer que os protagonistas (quem mais vem) são os catarinenses, mas a movimentação vem também dos paulistas, paranaenses e gaúchos. Ele é um ‘braço forte’ que movimenta a economia durante esse período. A nossa expectativa, principalmente de alguns hotéis, é que vá nesse rumo e reflita uma ocupação melhor entre 10 e 15% em relação ao ano passado. Estamos criando promoções durante a semana, para que a gente tenha uma ocupação nesses dias também, se tornando mais barato vir para a Oktober durante a semana do que ao fim de semana em si, que automaticamente já tem uma ocupação maior. O momento maior de ocupação é realmente o feriado de 12 de outubro, mas estamos trabalhando que o mês todo tenha uma ocupação realmente superior a do ano passado”.


Ana Maria dos Santos, presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau e proprietária da Vip Mar Turismo & Receptivo

“Durante as festas de outubro nota-se em Balneário Camboriú um aumento significativo de turistas, o que é ótimo para a economia local logo após meses de baixo fluxo. Muitos preferem se hospedar aqui para aproveitar os nossos atrativos, passear, fazer compras, desfrutar uma boa gastronomia e à noite aproveitar as festas. Temos uma ampla rede de serviços, com preços variados para todos os bolsos e gostos. Nossa localização privilegiada proporciona fácil acesso aos eventos, além de estarmos próximo a aeroportos e a equipamentos turísticos importantes como o Parque Beto Carrero World. Balneário Camboriú está na moda, as pessoas querem estar aqui, querem conhecer a cidade, e isso é muito positivo; e para que os festeiros possam se divertir tranquilos e com segurança, as empresas de receptivo locais oferecem traslados diários aos eventos. O resto é festa!”


Margot Rosenbrock Libório, vice-presidente do BC Convention e proprietária dos hotéis Bella Camboriú e Rosenbrock

“Esse ano está um pouco diferente por não ter o feriado no mês de outubro, o fato do feriado do dia 12 ser no sábado realmente reduziu a procura. Isso traz a reflexão que tem muitos eventos acontecendo e ter o feriado que incremente é importante, só as festas não conseguem trazer o fluxo regionalmente. Blumenau construiu novos hotéis e com essa opção de leitos muitas pessoas optam por se hospedar lá. Há procura por hospedagem em Balneário para curtir as festas, mas tínhamos a expectativa de que seria um pouco melhor. A questão da Avianca, que parou de voar, também impacta, uma companhia aérea a menos também atrapalha no fluxo. Não é por termos as festas que as coisas vão ‘acontecer’ sozinhas, realmente não é um fluxo que surpreende, está abaixo da expectativa. Vejo também, como opinião pessoal, que a Marejada está com a divulgação mais ‘tímida’, as pessoas de fora não sabem que vai acontecer. Há ainda o fato de que outras festas vêm sendo realizadas, como a Oktober de São Paulo, que está com divulgação até a nível nacional. Mas o pessoal que está vindo, principalmente jovens, são de outros estados. Quem é de Santa Catarina costuma vir direto pra festa e só nas cidades que acontecem, sem precisarem de hospedagem”.


Eliane Colla, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú

“As festas de outubro em Santa Catarina sempre atraem visitantes para Balneário Camboriú, seja para se hospedar em nossa cidade ou para passar o dia. Mesmo o setor hoteleiro com expectativas abaixo do esperado em ocupação para o mês, outubro acaba sendo uma espécie de “esquenta” para o período do Natal e para a temporada de verão, seja para alinhar a equipe de vendas, seja para identificar a demanda de consumo. O visitante sempre acaba passando por Balneário Camboriú e fazendo compras. Alguns setores sentem melhor esta movimentação, em especial o de beach wear, calçados e produtos de beleza. Sobre o feriado de 12 de outubro, o ideal é quando ele cai fora do final de semana, como quinta ou sexta-feira, abrindo uma janela maior de folga para quem vem a Santa Catarina, mas dessa vez isso não aconteceu. Conforme falado, as festas de outubro são uma excelente oportunidade para o lojista se preparar para o verão, com vitrines criativas e atendimento personalizado aos turistas. Como o feriado neste ano é menor do que em 2018, acreditamos que não teremos crescimento de vendas, talvez fique equiparado com o volume de 2018”.


Felipe Mafra, presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos da Foz do Rio Itajaí (AMAFRI)

“As festas de outubro são para nós um aquecimento para a temporada de verão. É o nosso ‘start’, a oportunidade do motorista ter um ‘pré-teste’ de como é trabalhar em uma cidade movimentada com demandas o tempo todo. É natural ter esse aumento, pois é perfil de cidades fomentadas pelo turismo. Um evento leva a outro, incluindo a possibilidade de passar uns dias a mais para conhecer a praia, ir ao Beto Carrero, etc. Os motoristas já falam de outubro ansiosamente há dois meses. Nesse mês costumamos fazer corridas para Blumenau diariamente. Praticamente todos os hotéis da região têm hóspedes que vem pra Oktober ou Marejada. Ano passado eu levei turistas de todos os cantos: Rio, São Paulo, Brasília, Minas e até de outros países como Alemanha, França e Suécia. As expectativas são as melhores”.


Novo Wurstwagen, o carro da linguiça, novidade na Oktober

Foto: DivulgaçãoWurstwagen, uma das atrações da Oktober

Com a alegria característica do grupo, foi lançado na noite de terça-feira (1), o novo carro da linguiça – Wurstwagen,  projetado em um trator Ford 54, com mais de 60 anos, a alegoria é imponente: tem 7 metros de comprimento e 3 metros de largura, com 2,8 metros de altura. 

O carro é uma das atrações dos desfiles tradicionais que ocorrem durante a Oktoberfest, de Blumenau,  e que esse ano será de 9 a 27 de outubro. Os membros agitam o público dançando e cantando as músicas do Wurstwagen e, durante o desfile,  distribuem chope e linguiça ao longo da Rua XV.

Durante cada um dos seis desfiles programados, serão distribuídas 200 linguiças, sendo no total, cerca de 300 quilos da tradicional linguiça Blumenau, feitas pela IPOM Defumados Blumenau, uma das patrocinadoras do grupo.

Além das linguiças, o Wurstwagen também distribuirá em cada desfile 150 litros de chope pilsen Zehn Bier, cervejaria que patrocina o grupo desde 2006.

A atração ainda conta DJ e uma moderna e potente sonorização eletrônica da Pitbull Auto Center, presente como patrocinador do grupo desde a fundação. 

O projeto do novo carro da linguiça teve o design da Caza Comunicação e Arquitetura, com execução da RSC Automec e Marcenaria Sasse.

Criado em 2006, por um grupo de 16 amigos, o grupo conta atualmente com 60 integrantes, entre adultos e crianças. O nome do grupo é em homenagem ao primeiro nome da Rua XV de Novembro, Wurststraße  (Rua da Linguiça).

O presidente do Wurstwagen, Denny Mello, conta que foi um ano de preparação para ter o novo carro pronto. 

“Era um sonho fazer algo diferente. Então, chegamos a ideia do trator. Depois, começou a adaptação para ficar do jeito que queríamos. Acreditamos que é um dos carros mais bonitos que vai desfilar esse ano”, declara. 

*Fonte: New AGE Estratégias em Comunicação


7 experiências para visitantes das festas de outubro vivenciarem mais da cultura da Costa Verde & Mar

Outubro é sinônimo de festa em Santa Catarina. O estado fica repleto de eventos especiais em comemoração à cultura deixada pelos colonizadores. Área central dos festejos, a Costa Verde & Mar conta com infinitas possibilidades para os visitantes aproveitarem um pouco mais da região entre uma festa e outra. Uma opção é conhecer mais da tradição local vivenciando práticas típicas, com o Tour da Experiência. Para os turistas que querem vivenciar mais das atividades culturais da região, selecionamos atrações especiais:  

Foto: BC Walking Tour

•  Tour cultural guiado a pé: fazer uma caminhada com um guia por pontos históricos e culturais do litoral. Com esta experiência o visitante é levado para monumentos, pontos artísticos e tradicionais para despertar um olhar diferente sobre a região.

  • Local da prática: Balneário Camboriú 

Foto: Ateliê Casa da Cerâmica

•  Fazer a própria cerâmica: renomado artista apresenta o universo da cerâmica aos visitantes e ensina o desenvolvimento de uma peça. Orientados pelo ceramista, os turistas ganham a única oportunidade de desenvolver a arte com um bloco de barro, água, fogo e muita criatividade.

  • Local da prática: Bombinhas

Foto: Encantos da Barra

•  Produção de artesanato: região que abrange interior e litoral, itens que representam muito a Costa Verde & Mar são escama de peixe, conchas, couro e cerâmica. Os materiais são utilizados nas oficinas em que o visitante aprende a fazer o próprio artesanato. No local é possível aprender ainda a fazer uma Boneca Bayomi, tradição da comunidade quilombola, produzidas por mães para suas filhas. 

  • Local da prática: Balneário Camboriú

Foto: Espaço Bonequiando

•  Oficina de arte: produzir bonecos em argila, fantoches, bordado, ilustração, entre outros. Com essa experiência, até mesmo os que possuem pouca prática se tornam artistas. Um profissional renomado explica detalhes das técnicas e estimula a manualidade e a criatividade.

  • Local da prática: Porto Belo

Foto: Morena Bakana Moda Praia

•  Moda praia com elementos culturais: a Costa Verde & Mar é reconhecida pela produção de moda praia e íntima. Com essa experiência o visitante poderá acompanhar o processo de criação de uma coleção que utiliza elementos da cultura regional. Também emprega o conceito do artesanato “handmade”, feito à mão. 

  • Local da prática: Ilhota

Foto: Agência Laelia

•  Passeio cultural e ecológico de buggy: a proposta leva o visitante à vivência da cultura regional. Passa por engenho, oficinas de sambaquis, igrejinha secular, praias e vários outros pontos turísticos que retratam a história local. O passeio conta com orientação de guia especializado e garante ainda muita diversão e aprendizado sobre a natureza. 

  • Local da prática: Bombinhas 

 Foto: Museu Oceanográfico Univali

•  Maior Museu Oceanográfico das Américas: o turista pode desvendar os mistérios dos oceanos com o infinito e raro acervo considerado um dos quatro principais de história natural do Brasil. O local conta também com materiais audiovisuais que tornam a ilustração ainda mais perceptível. A experiência é dividida em alas e cores para dar a sensação de um mergulho pelas profundezas. 

  • Local da prática: Balneário Piçarras  

* Fonte: Oficina das Palavras


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade