- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“A temporada de Balneário Camboriú poderá ser a maior de todas, mas a preocupação é com a qualidade”

A afirmação é do prefeito Fabrício Oliveira durante apresentação do Plano Verão 2022/2023

O prefeito Fabrício Oliveira apresentou, nesta quinta-feira (15), o plano de ações para o verão 2022/2023. Destacou a segunda edição do Centro de Controle Operacional, na Praia Central, na altura da Praça Tamandaré, onde trabalharão as forças de segurança e diversas secretarias, como Saúde, Inclusão Social, Turismo, Meio Ambiente, Obras, Planejamento (Fiscalização de Posturas), Emasa e Fundação de Esportes. Um atendimento direto ao turista e moradores.

O prefeito Fabrício apresentando o Plano de Ação, no Hotel Mercure (Foto Renata Rutes)

A expectativa é de que Balneário Camboriú tenha uma ‘super temporada’.

O prefeito informou as funções de cada setor no Centro de Controle Operacional. Por ex: na área da segurança (Guarda Municipal e Polícia Militar) haverá um comitê de crise e atendimento ao turista e morador; a Secretaria de Saúde oferecerá atendimento de pressão arterial, glicemia capilar, fará curativos e prestará orientações (no último ano houve atendimento até durante a madrugada no local, mas desta vez os atendimentos noturnos serão somente no Réveillon) e ainda a Vigilância Sanitária atuará na intensificação de inspeções para cumprimento das normas sanitárias no combate à disseminação de Covid-19 (inclusive junto aos navios de cruzeiros), Dengue e animais sinantrópicos; a Inclusão Social coordenará junto com o Esporte, o Praia Acessível, além de atender com a equipe do programa Abraço à Vida e a abordagem social à pessoas em situação de rua; o Turismo dará informações turísticas (além de divulgar eventos que acontecem, como a Arena Verão do Pontal Norte, a Mini Arena Verão, o Verão SBT 2023 e o Campeonato de Futebol de Areia), o Meio Ambiente é responsável pelo Projeto Praia Limpa, que iniciou nesta quinta-feira (15) em nove pontos da Praia Central, com orientações sobre educação ambiental e distribuição de sacolas.

A maior de todas

O prefeito disse ainda que, em número de turistas, Balneário Camboriú deverá ter a maior temporada de verão. Pensando nisso, algumas ações estão sendo feitas, como a colocação de placas proibindo o uso de caixas de som nas praias, porque causam ‘baderna’, segundo o governo municipal. 

- Publicidade -

“O nosso objetivo é ter uma temporada com os melhores serviços, com qualidade. Em números, podemos chegar na maior temporada de todos os tempos, mas a nossa preocupação é na qualidade. Por isso, estamos com essa estrutura unindo secretarias e atendimentos, como Inclusão Social, Saúde, Segurança Pública, e outras mais que estarão lá, para dar tempo resposta ao nosso morador e turista. A praia lota e é preciso ter uma estrutura que una os serviços e seja rápido. Esse Centro já foi uma referência ao morador e turista e será novamente”, pontuou.

Segurança: “Essa ajuda precisa vir de Florianópolis”

O prefeito detalhou a importância da integração entre as secretarias, além ainda da parceria entre as forças de segurança, que vão atuar em conjunto – GM e PM, mas  reconheceu que ainda é preciso evoluir, já que mesmo com os guardas e policiais militares prendendo muitos criminosos, eles são soltos. 

“O Judiciário faz um excelente trabalho, mas está sobrecarregado, por isso fui à Florianópolis e solicitei a criação de mais uma Vara Criminal para Balneário Camboriú, pois nós precisamos, temos demanda e falta de efetivo. Há 20 anos, nós tínhamos quase o dobro de policiais que temos hoje, mesmo a cidade tendo crescido. Temos a maior Guarda Municipal de SC para dar apoio, e essa integração funciona. Precisamos nos dar as mãos para cobrar dos representantes a mudança da legislação, para quem comete crimes, mesmo que sejam pequenos crimes, como furtos de celulares, e que causam problemas. Essa ajuda precisa vir de Florianópolis, com a abertura da Vara Criminal e a vinda de mais policiais civis e militares. Se não ofertarmos segurança, não vale ter praia limpa, títulos que temos, e é uma preocupação que temos”, disse.

Moradores de rua

A prefeitura é constantemente cobrada sobre a quantidade de moradores de rua e o prefeito abordou esta situação, ressaltando que mais uma vez o governo municipal fará campanhas pedindo que moradores e turistas não dêem esmola. Ele pediu que o trade turístico reforce junto aos bares e restaurantes que não deem comida, mas encaminhamento aos andarilhos. 

“A campanha é ‘Não dê esmola, dê oportunidade’, pois temos atendimento especializado. São pessoas em vulnerabilidade que precisam ter o encaminhamento correto, e esse encaminhamento não é dar esmola. Aproveito para pedir para as pessoas: não dê esmola, não ajude! Ligue para nós, ligue 156, deixe que nós façamos o atendimento, porque aí podemos fazer com que essa pessoa tenha uma vida digna, seja no retorno à família, uma oportunidade de emprego, uma internação em clínica, ou até mesmo cumprindo a pena [muitos foragidos já foram presos nas ruas de Balneário], porque por uma deficiência do sistema, está solto”, acrescentou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -