- Publicidade -
18.7 C
Balneário Camboriú

Abrigo emergencial para moradores de rua lotou em menos de 24 horas

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Maioria tem problemas de dependência química

A prefeitura abriu um abrigo emergencial neste domingo (6) para moradores em situação de rua que não podem ficar perambulando após às 23h, conforme determinação do novo decreto estadual, vigente desde sábado (5).

O abrigo provisório está atendendo no Centro de Convivência da Família, na rua Itália, n. 1059, obedecendo todos os protocolos de higiene e distanciamento, para evitar o contágio.

A secretária da Inclusão Social, Christina Barichello disse nesta segunda-feira (7), que as 40 vagas oferecidas ontem estão ocupadas. Na Casa de Passagem também todas as vagas estão ocupadas.

- Publicidade -

“Além de oferecer um abrigo para estas pessoas, também estamos fazendo uma tentativa de reencaminhamento para as cidades de origens, famílias. Toda equipe técnica está conversando com cada um, para que possam entender que Balneário Camboriú não pode ser o destino deles. Eles vêm porque a nossa população é muito bondosa, doa esmolas e sem querer acaba financiando o tráfico”, destacou.

Christina disse que o Censo de Moradores de Rua, que está em andamento e já ouviu 139 pessoas, algumas em circulação pelo município, os conhecidos ‘trecheiros’, mas a maioria de fora, mostra claramente que 99,9% são dependentes de drogas, principalmente o crack e o álcool.

As equipes da Abordagem Social reforçarão as rondas em busca de pessoas em situação de rua. O atendimento ocorre pelo telefone 156 e é 24h.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -