- Publicidade -
- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Aumento do fedor do rio Camboriú decorre de obras necessárias na Estação de Tratamento de Esgoto

O aumento do fedor ao longo do rio Camboriú, principalmente entre a BR-101 e a Barra Sul, é decorrente de obras necessárias na Estação de Tratamento de Esgotos da Emasa que, se tudo correr bem, ficarão prontas antes do início da temporada.

Foi preciso esvaziar a lagoa de aeração, porque a manta de impermeabilização estava rompida e o mau cheiro surge ao remover o lodo e a areia que estão depositados no fundo.

- Publicidade -

Esse material está sendo depositado em grandes sacos, para secar e depois irá para um aterro. A água que escorre passa por tratamento e é devolvida ao rio Camboriú.

Aproveitando o momento, o sistema de aeração também está sendo modernizado. 

A expectativa, após investimento superior a R$ 5 milhões, é que no final do ano a Estação volte a ter capacidade para tratar 200 mil pessoas com extrema eficiência. Essa performance reduzirá à medida que aumentar a demanda de verão.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: