- Publicidade -
- Publicidade -
26.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú é case em seminário nacional sobre a verticalização das cidades

Temática foi explorada no 96º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), que foi realizado na Feicon, maior evento do segmento na América Latina.

Além de ocupar o primeiro lugar na valorização imobiliária no país, Balneário Camboriú também vem despontando no quesito tecnologia e verticalização. As soluções técnicas adotadas para a construção dos edifícios altos em na cidade do litoral norte de Santa Catarina, seus impactos relacionados e os resultados da implementação dos conceitos e tecnologias de verticalização dos últimos anos de foram abordados no São Paulo Expo, durante o 96º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), realizado na Feicon, maior evento do segmento na América Latina.

O painel contou com a participação do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, e com Stephane Domeneghini, gerente de Engenharia Aplicada na FG Empreendimentos e gestora de projetos do Instituto +BC. Com mais de 13 anos de experiência no segmento de edifícios altos e à frente do segmento de super talls na construtora, a engenheira compartilhou os avanços tecnológicos dos últimos anos, bem como a busca por referências para o aprimoramento dos produtos ofertados ao mercado. 

E mais, conversou sobre os principais desafios na implementação de projetos dessa magnitude. “Alguns pontos são cruciais, como a avaliação de impacto na vizinhança, logística, cadeia produtiva e de fornecedores, mobilidade, rede de saneamento, rede pluvial e conceito arquitetônico”, comentou.

- Publicidade -

Na avaliação do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, “nada é mais sustentável do que um prédio verticalizado, que usa a estrutura existente por perto, reduz o deslocamento e não afeta o meio ambiente”.

“Não precisamos falar de mercado imobiliário de alto padrão apenas na Faria Lima [São Paulo], ou de inovação no Vale do Silício [na Califórnia, Estados Unidos]. Podemos fazer isso em todas as partes do Brasil”, salientou o prefeito.

Stephane Domeneghini ainda ressaltou que não há limite para a Engenharia, pediu apoio para a atualização das normas técnicas no setor relacionadas às questões da verticalização e convidou os profissionais a terem acesso a esses conhecimentos para que embarquem em novas e melhores soluções. Destacou também os pilares de engenharia da construtora catarinense no que cerne aos edifícios altos. “Segurança, tecnologia, sustentabilidade e eficiência são nossas diretrizes diárias no planejamento e execução dos projetos”, destacou.

No painel a engenheira ainda abordou questões como os diferenciais dos sistemas estruturais e também sobre o desenvolvimento de tecnologias para otimizar processos, principalmente nos preceitos de sustentabilidade. “A utilização das formas metálicas é um exemplo de como a industrialização impactou positivamente na logística vertical, possibilitando a antecipação de etapas, a redução de resíduos gerados na obra, com ganhos significativos na qualidade de acabamento e otimizando tempo e investimentos”, explicou.

Outro ponto amplamente abordado tanto pela engenheira da FG quanto pelo prefeito de Balneário Camboriú foi o quesito do desenvolvimento socioambiental e a melhoria do ambiente de negócios do município com as parcerias público-privadas. Segundo Fabrício de Oliveira, o setor produtivo entendeu que o crescimento das empresas e da sociedade, no viés social, econômico e sustentável, é proporcional ao que se colabora.

O empresário Jean Graciola destaca ainda que o investimento em sustentabilidade vem fortalecendo cada vez mais o destino Balneário Camboriú, atraindo novos públicos, investimentos e criando uma nova rota que alia sustentabilidade respaldada na inovação, alinhamento com critérios de ESG e a consolidação como referência em segurança e tecnologia.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -