- Publicidade -
21.7 C
Balneário Camboriú

Ciclovia em curvas na Estrada da Rainha chama a atenção: modelo é para prevenir acidentes

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A nova ciclovia da Estrada da Rainha vem chamando a atenção do público porque possui curvas sinuosas. A obra tem esse traçado para prevenir acidentes no local – que vitimou diversos ciclistas neste ano, e foi inclusive projetada após conversas com ciclistas e paraciclistas de Balneário Camboriú. 

Canteiros serão finalizados em breve 

Nesta semana, as equipes da Secretaria de Obras estão trabalhando na colocação de terra nos canteiros – o que deve ser finalizado até o final desta semana, para então iniciar o plantio de flores. 

O secretário Osmar de Souza Nunes Filho (Mazoca) explica que se não chover devem iniciar o plantio de flores em breve, mas ainda não sabe quando essa parte será finalizada. 

“Depois disso será feita a pintura e sinalizações, com o pessoal do Trânsito, mas dependemos muito do clima também, se chover o trabalho acaba atrasando”, afirma. 

Depois, vem pintura e sinalização 

- Publicidade -

Segundo o diretor do BC Trânsito, Ricieri Ribas, o trabalho de seu departamento depende da Secretaria de Obras. 

“Não posso sinalizar a via com pintura enquanto estão mexendo com barro e cimento, porque estraga a pintura. Mas foi combinado que a partir do momento em que finalizarem os canteiros nós entramos com a pintura. A sinalização vertical já instalamos, falta a horizontal. Estamos chamando a atenção de ciclistas que a descida é íngreme e também teremos sinalização extra especialmente para a ciclovia”, pontua. 

Objetivo é prevenir acidentes 

Ricieri aproveita para lembrar que o projeto da ‘nova’ Estrada da Rainha foi desenvolvido pela Secretaria de Planejamento, junto com ciclistas e paraciclistas da cidade, que fizeram análises e considerações. 

- Publicidade -

“O objetivo da ciclovia sinuosa é a prevenção, para que as pessoas reduzam a velocidade enquanto estiverem descendo. Se não tem controle, a bicicleta pode chegar a 70km/h na descida. E com a sinuosidade do trecho o objetivo é não imprimir velocidade, mas exige consciência, as pessoas precisam entender que a imprudência causa risco”, diz. 

Tudo deve ser finalizado até fim de outubro 

O diretor informa que a expectativa é instalar a sinalização e fazer toda a pintura necessária até a segunda quinzena do mês de outubro, mas que isso não impede que as pessoas já utilizem o local – o que está acontecendo. 

“Já está delimitada a área. Vamos aplicar a tinta, vai ter demarcação e ainda tachões refletivos que darão mais segurança. Tudo ficará pronto até fim de outubro, vamos correr para que antes ainda. As condições climáticas também interferem na pintura, não tem como fazer em dias de chuva ou com pavimento úmido”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -