- Publicidade -
16.8 C
Balneário Camboriú

Conselho da Cidade de Balneário Camboriú fará reunião para discutir alargamento da faixa de areia

Representante do Consórcio Jan de Nul fará apresentação sobre obra na próxima quinta-feira

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O Conselho da Cidade de Balneário Camboriú realizará uma reunião para tratar do alargamento da faixa de areia da praia central, na próxima quinta-feira (1º), às 18h30. O Consórcio Jan de Nul, empresa responsável pela dragagem, fará uma apresentação explicando as etapas, metodologias, prazo previsto de conclusão, dentre outros temas.

(Divulgação/PMBC)

Um dos integrantes do Conselho da Cidade é o advogado Valdir de Andrade, que também preside o Conselho Comunitário de Segurança de Balneário Camboriú (CONSEG/BC), ele explica que fez o requerimento pedindo pela reunião ainda em 26 de maio.

- Publicidade -

“Questionei sobre o masterplan feito pelo escritório do Jaime Lerner, que deveria estar ocorrendo em paralelo ao Plano Diretor, mas que foi paralisado. O masterplan contempla a reurbanização da Avenida Atlântica, mas agora também surgiu esse projeto feito pelo Instituto + BC e a gente fica meio sem entender o que está acontecendo, porque a cidade gastou com o masterplan do Lerner e agora tem esse novo projeto”, diz.

Valdir foi um dos participantes da reunião que aconteceu nesta semana, onde o projeto de reurbanização da Atlântica foi apresentado à sociedade civil organizada e também para construtoras.

Ele conta que o projeto é ‘bacana’, mas que também precisa passar por revisões, assim como o de Jaime Lerner.

“No projeto do Instituto + BC não foi apresentado nada sobre segurança, por exemplo, onde ficarão as bases, os posts dos guarda-vidas, locais para viaturas serem estacionadas, nada disso constava. Eu questionei e inclusive falaram que queriam a nossa assessoria (do CONSEG). É bonito, mas será caro, não sei de onde virá o orçamento. Quem vai bancar? E tende a ser demorado também”, acrescenta.

- Publicidade -

Para a reunião de qui9nta-feira, Valdir antecipou que há vários questionamentos para fazer, mas esta reunião vai tratar tão somente do alargamento da faixa de areia (a reurbanização será depois).

“Ficamos sabendo que foi solicitado que o restaurante flutuante da Barra Sul seja deslocado 135m para frente, e isso vai dar problema, porque o empresário acabou de investir R$ 1 milhão em reforma, conseguiu renovar o alvará, aprovamos no Conselho da Cidade, e agora vai precisar retirar. Ele deve entrar com mandado de segurança e poderá recorrer ao Ministério Público também. Queremos que a comunidade participe com a gente, questione, porque é uma obra importante e temos que discutir a nossa cidade”, afirma.

A reunião do Conselho da Cidade é aberta ao público e será de forma virtual, no aplicativo Zoom. O acesso é feito pelo ID: 816 6938 8147 e senha: 516911.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -