- Publicidade -
16.3 C
Balneário Camboriú

Decoração de Natal de Balneário Camboriú ainda não foi cancelada: prefeito decidirá na próxima semana

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O prefeito Fabrício Oliveira disse nesta sexta-feira (20) que a decisão sobre cancelar ou não a decoração de Natal será decidida até segunda-feira (23).

“Até lá vamos ver como fica a situação. Ainda não está consolidada a decisão se vamos cancelar ou não, até porque é diferente do Ano Novo, é mais contemplação. Estamos analisando espaços abertos que possam receber decoração pela cidade e que não causariam aglomeração”, explicou o prefeito.

Uma reunião deve acontecer na segunda-feira (23) entre o prefeito e a Secretaria de Turismo, para decidir oficialmente se o Brilhos de Natal acontecerá ou não.

Sobre o cancelamento do show de fogos, anunciada nesta quinta-feira (19), Fabrício reafirmou que decidiu cancelar o Réveillon por conta das aglomerações que o evento poderia causar na praia central, além de ter sido uma recomendação do Ministério Público, assinada por sete promotores na semana passada.

- Publicidade -

“Os prazos dos editais do Réveillon já haviam passado também”, acrescentou.

“Não podemos deixar o Natal passar despercebido”

O secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Valdir Walendowsky, concorda com o prefeito, citando que o Natal e o Réveillon são ‘totalmente diferentes’.

- Publicidade -

“O Natal é uma data comemorativa, precisa ser expressada de alguma forma, como com a decoração, se não fica muito sem graça. Não podemos deixar passar em branco, sem nada que o comemore, precisa ser lembrado. Não podemos deixar o Natal passar despercebido em Balneário”, afirma.

Sobre o cancelamento do Réveillon, Walendowsky diz que o prefeito tomou a decisão certa diante do atual momento e do aumento dos casos de Covid-19 na cidade, que está com a UTI do Centro de Combate ao Covid lotada e atingiu a 100ª morte pelo vírus na quinta-feira (19).

“Não tínhamos outra alternativa. Agora vamos focar no trabalho de conscientização, bater em cima dessa tecla todo o tempo, exigindo que as pessoas sigam os protocolos de prevenção ao Coronavírus para não proliferar ainda mais essa doença”, comenta.

O secretário disse que a ‘onda de não se cuidar’ está acontecendo em todo o país, e lamenta que em Balneário, onde inicialmente as pessoas estavam se cuidando, isso também ocorreu.

“Temos que nos cuidar, não há outra alternativa. O Covid ainda está se manifestando, precisamos seguir com os protocolos. Desde março, todos os dias, falamos disso. Mesmo assim, as pessoas pararam com os cuidados e a doença evoluiu novamente. A comunidade precisa lembrar que quando você se cuida, você está cuidando do outro também”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -