- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Falta de educação no uso dos parques infantis de Balneário Camboriú exige manutenção semanal

Vandalismo e uso por maiores de 12 anos são os principais problemas nestes equipamentos feitos para crianças

Balneário Camboriú tem hoje mais de 30 parquinhos para crianças até 12 anos, espalhados em várias regiões do município. O uso indevido por maiores de 12 anos e o vandalismo constantes exigem reparos permanentes nestes locais, a ponto da Secretaria de Obras ter que montar uma equipe só para fazer essa manutenção.

Divulgação/PMBC
Divulgação/PMBC
Divulgação/PMBC

A prefeitura vem mudando o material usado nos parques, substituindo a madeira por estruturas de ferro e fibra. Os parques mais novos instalados este mês já estão com a nova estrutura e terão maior durabilidade. Eles estão na Rua Bento Cunha, no Bairro Nova Esperança, e ao lado da Associação São Vicente de Paula, o Lar dos Idosos, no Bairro dos Municípios.

O secretário Mazoca (Divulgação/CVBC)

O secretário da pasta, Osmar de Souza Nunes (Mazoca) conversou com a reportagem do Página 3 e reforçou o pedido para que a população colabore e ajude a cuidar destes equipamentos públicos. 

- Publicidade -

JP3 – Quantos parques Balneário Camboriú tem hoje? 

Mazoca – Atualmente estamos com 33 parques já instalados. Quando iniciamos a gestão do prefeito Fabrício tínhamos 25, aumentamos esse número e queremos dispor de pelo menos cinco novas unidades até o final de 2023.

JP3 –  Quais são os principais problemas que a Secretaria de Obras encontra nestes locais? 

Mazoca – Hoje enfrentamos um problema muito sério com o vandalismo. Todos os dias precisamos reparar pichações, trocar peças quebradas e substituir itens que são furtados. Os parques são projetados para crianças de até 12 anos, mas é comum que crianças mais velhas e até adultos se sentem nos brinquedos, o que colabora para um desgaste mais rápido dos itens ou até danifica as peças. 

JP3 – Há uma vistoria permanente nos locais?

Mazoca – Existe uma equipe só para os parquinhos, ela é específica para cuidar desses locais. Todas as sextas-feiras os servidores fazem a vistoria das unidades, se eles identificam uma peça com problema, já tiram e trazem para manutenção ou substituição e devolvem no mesmo dia, pra deixar tudo pronto para o fim de semana, quando temos um movimento maior nos parques.

Nós também colocamos uma placa com o Whatsapp da Secretaria de Obras, 47 99982-2139, nos parques. Nesse número a comunidade pode nos avisar se tem algum problema em algum dos parquinhos. Quando nos avisam, automaticamente entra para o cronograma de serviço.

- Publicidade -

JP3 – Os parques são de madeira, eles ficam ao tempo…como é a durabilidade? 

Mazoca – As unidades mais antigas são todas de madeira. Naquelas que tinha como fazer manutenção, a gente fez, mas onde não era possível arrumar, providenciamos a troca do parquinho. As estruturas novas são de ferro e fibra, então não teremos esse problema de desgaste tão cedo.

JP3 – O vandalismo acontece em grande escala nestes locais? 

Mazoca – O vandalismo ocorre o tempo todo. Todos os dias temos demanda dos parquinhos por causa das ações dos vândalos. Eles estragam, picham e roubam itens.

JP3 – Onde mais os vândalos atacam? 

Mazoca – O vandalismo acontece nos parques da cidade toda, não tem um bairro pior ou melhor, é geral. Os itens mais afetados são as gangorras e os balanços, além das pinturas que são pichadas.

JP3 – Há projeto para novos parques infantis?

Mazoca – Sim, no início da gestão tínhamos 25 parques, agora estamos com 33 e devemos colocar cinco ou seis novos até o fim do ano. 

JP3 – Quais são os mais frequentados?

Mazoca – É uma pergunta interessante, pois nos surpreende o movimento nos parquinhos. A comunidade aproveita muito e todas as unidades são muito movimentadas. Posso citar como destaque, as unidades da Barra Sul, Pontal Norte, Avenidas Brasil e Normando Tedesco, Região Sul e Rua Canelinha. 

JP3 – Espaço aberto…

Mazoca – Gostaria de aproveitar a oportunidade para pedir a colaboração da comunidade em manter as estruturas em bom estado. Nossos servidores são muito dedicados, estão sempre atentos e arrumando o que precisa, mas se tivermos a colaboração de todos, fica mais fácil de termos tempo e recurso para investir nas novas unidades. Peço também para sempre que verificarem um problema, nos avisarem pelo Whatsapp 47 99982-2139.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -