- Publicidade -
- Publicidade -
23.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Prefeitura entregou 20 óculos com tecnologia IA para pessoas cegas ou com baixa visão, em Balneário Camboriú

A prefeitura de Balneário Camboriú fez a entrega de 20 óculos com tecnologia de Inteligência Artificial para pessoas cegas ou com baixa visão que moram na cidade. Os dispositivos, custeados pelo Fundo Municipal de Assistência Social, custaram R$ 17,1 mil cada (R$ 342,46 mil ao total) e foram destinados aos interessados após cadastro efetuado nas Secretarias de Desenvolvimento e Inclusão Social e de Educação. A entrega aconteceu nesta terça-feira (27).

A secretária de Inclusão Social de Balneário Camboriú, Christina Barichello, disse que o óculos OrCam MyEye foi produzido e importado de Israel e permite o acesso intuitivo, fácil e instantâneo da pessoa à informação, sem necessidade de conexão com a internet.

“Vinte pessoas cegas ou de baixa visão receberam o equipamento que permite ver notas (dinheiro), a ler – em português, inglês e espanhol… a pessoa faz sinal com a mão e começa a ler livro, se faz sinal de pare, para; o óculos fala quantas pessoas têm no lugar que a pessoa chega, tem inteligência artificial que faz leitura do rosto da pessoa, que identifica quem está se aproximando – por exemplo, sua mãe está chegando e informa isso. Reconhece cores e embalagens, para ser utilizado na hora das compras”, diz.

Divulgação/PMBC



A tecnologia foi solicitada em 2023 pelo prefeito Fabrício Oliveira e para receber o óculos, além de ser morador da cidade, a pessoa teve que apresentar laudo médico comprovando a baixa ou falta de visão. Não houve exigência de renda.

“Quando anunciamos o óculos, começaram a aparecer pessoas interessadas. Inicialmente adquirimos esses 20 e há sete pessoas na fila de espera; já planejamos comprar mais, no segundo semestre deste ano”, conta.

A secretária pontua que também haverá óculos para ser utilizado na Biblioteca Pública Machado de Assis, localizada na Terceira Avenida, entre as ruas 2.500 e 2.550.

“Também estamos incentivando que empresas adquiram para oferecer o óculos, nos atrativos turísticos, por exemplo.

Os 20 entregues hoje são de regime de comodato – a pessoa leva, pode usar, mas se acontecer alguma coisa, tem que devolver o óculos. A prefeitura não pode doar os óculos, é como se fosse um ‘empréstimo’. Foi o momento mais emocionante da minha trajetória profissional. As pessoas se emocionaram, agradeceram muito”, acrescenta, citando que houve tanto homens e mulheres e de idades distintas, como idosos e até crianças que receberam o aparelho.

Na cerimônia também estiveram presentes representantes de entidades sociais do município, como Rotary, IFC, Afadefi, OAB, dentre outras.

“A partir da próxima semana vai ter uma capacitação individual sobre o uso do óculos. Uma senhora que não nasceu cega, mas teve glaucoma, recebeu o óculos e disse que o sonho dela era poder voltar a ler e agora vai poder”, completa Christina.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -