- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú

Revitalização e futuro Parque Linear do Canal do Marambaia estão mais próximos

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) enviará para o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o relatório final dos estudos ambientais, hidrológico e hidráulico para o futuro Parque Linear do Canal Marambaia. 

O estudo foi uma exigência do IMA para liberar a licença ambiental e viabilizar a etapa de revitalização do Rio Marambaia, da Rua 1.901 até o Pontal Norte.

O diretor presidente da Emasa, Douglas Costa Beber disse que no ano passado a Emasa questionou o IMA sobre a possibilidade de limpeza e dragagem do Marambaia e o Instituto condicionou todas as ações aos estudos ambientais.

“Isto porque dentro destas ações eles precisam saber a situação hidrológica, ou seja, o que há de contribuição que hoje chega ali no Marambaia e toda questão ambiental do que tem no canal”, disse. 

Douglas segue dizendo que com o envio do relatório contemplando todos os estudos exigidos, a expectativa é que o IMA forneça uma autorização prévia.

“Com esta autorização poderemos licitar uma dragagem,  a readequação da calha do rio, com contenção de encostas com gabião, uma grande limpeza, o que contempla a próxima etapa. A partir disso, queremos dar início ao processo de licitação para iniciar o quanto antes iniciar a intervenção, a exemplo do que estamos fazendo no rio das Ostras”, destacou.

- Publicidade -

Depois desta etapa, Douglas disse que se reunirá com a prefeitura para o que chamou de ‘segundo momento’.

“Além do alargamento, a prefeitura está fazendo o projeto para a orla, calçadão e tudo o mais, então vamos nos reunir com a prefeitura, também ouvir a comunidade, para que possamos planejar como ficará o Parque Linear do Marambaia. Ou seja, depois de limpar, dragar, recuperar, queremos dar um embelezamento naquela região, para que vire um novo cartão postal. Mostrar que o rio que passa dentro da cidade, que corta a cidade foi recuperado, porque todas essas ações que estamos fazendo, trarão um reflexo positivo e de valorização para o Pontal Norte”, enfatizou o presidente da Emasa. 

O prefeito Fabrício Oliveira disse que o estudo é uma importante etapa para conseguirmos a licença para a revitalização do Rio Marambaia. Ele lembrou que as ações deste processo começaram em 2017.

“Desde então foram feitos investimentos nas obras de saneamento, o novo emissário da região norte até a estação de Tratamento, as intensas fiscalizações de ligações irregulares, os lacres, a legislação mais rígida e a declaração de regularidade sanitária para as edificações. Todo esse conjunto resultará na completa revitalização de mais este curso d’água importante de nossa cidade”, disse o prefeito.

A Revitalização do Rio Marambaia

Há quatro anos uma série de ações estão sendo feitas para a revitalização do Rio Marambaia. Entre elas, o programa “Balneário Camboriú é a Nossa Praia”, que vem trabalhando para reduzir a despoluição das águas, com um ‘pacote’ de ações:

  • Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto da Barra Norte; *Novas legislações sanitárias mais rigorosas; 
  • Fiscalizações intensificadas do Programa Se Liga na Rede com lacres nas ligações irregulares; 
  • Testes com o uso da tecnologia.
- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -