- Publicidade -
- Publicidade -
25.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Zanatta protocola PL para transporte público de Balneário Camboriú ter tarifa zero permanente

O vereador Eduardo Zanatta, de Balneário Camboriú, aproveitou a grande novidade desta semana, o início do novo transporte público de Balneário Camboriú, o BC Bus (Transpiedade), que tem gratuidade garantida para todos os moradores e turistas da cidade por seis meses (tempo do contrato emergencial feito pela prefeitura até sair a nova licitação definitiva) para protocolar um projeto de lei solicitando que a gratuidade dos ônibus seja permanente.

A prefeitura já emitiu um comunicado onde consta que há a vontade de que a gratuidade permaneça com a licitação. 

Neste momento, o governo municipal está pagando R$ 3,8 milhões para a Transpiedade comandar o transporte coletivo na cidade. 

- Publicidade -

A expectativa é que com a gratuidade o movimento aumente – essa era a reclamação da antiga operadora, a PGTur. 

Zanatta acredita que isso [o aumento no número de usuários aumente] vai acontecer, por isso já protocolou na quinta-feira (15) um PL solicitando que a gratuidade do transporte continue, comemorando que a prefeitura também já demonstrou esse interesse. 

“Protocolei na quinta-feira o PL com diretrizes para que a tarifa zero seja permanente em BC, tenho conversado com vereadores que participaram da comissão especial que tratou da situação do transporte público, como o André Meirinho, e acredito que é uma medida que a população vai abraçar e vai ter apoio unânime dos vereadores. Peguei três linhas do ônibus para conferir e são novos, com wi-fi funcionando, ar-condicionado, tarifa zero… presenciei uma senhora na frente da Unimed que foi dar R$ 5 para o motorista e ele disse que não precisava mais pagar; ela perguntou se era dia especial e ele disse que era permanente… e ela abriu um sorriso e disse que não acreditava… ficou muito feliz”, explica.

Em Brasília: BC referência

Nesta semana, Zanatta também participou de um painel sobre tarifa zero em Brasília, que aconteceu durante um seminário internacional sobre a Tarifa Zero no país, organizado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC) e Fundação Rosa Luxemburgo. 

Segundo o vereador,  Balneário já é considerada referência por ter a atitude de ser tarifa zero. 

“Balneário vira referência nesse debate, como a primeira cidade de SC com mais de 100 mil habitantes a ter tarifa zero e a quinta maior do Brasil a ter. Volto a citar: a tarifa zero é a solução para garantir transporte digno para quem precisa diariamente, seja para estudar ou trabalhar, gerando ainda mais lazer, cultura e fazendo a economia girar. Em Maricá, no RJ, a tarifa seria R$ 4,15 – em 2022 a população gastaria no total R$ 162 milhões, se tivesse que pagar tarifa, e esse valor foi para a economia local, é uma medida que ainda garante o desenvolvimento econômico”, acrescenta.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -