- Publicidade -
- Publicidade -
30 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Filme ‘Pra Frente, Brasil’, abre a segunda edição do CineClube Irani II, em Balneário Camboriú e Joaçaba

O evento que inicia nesta quinta-feira (2) e segue até outubro, tem 12 sessões, é gratuito e ainda distribui brindes e prêmios

A segunda edição do CineClube Irani II: Cinema Brasileiro Anos 80 e 90 inicia nesta quinta-feira (2) com exibição simultânea em Balneário Camboriú e em Joaçaba.

Serão 12 sessões até outubro, todas gratuitas, com filmes variados e exclusivos, incluindo bate-papo após a sessão e distribuição de brindes e prêmios cinéfilos e exclusivos.

Em Balneário Camboriú as exibições serão na Arthousebc (Rua São Paulo, 581-1, Bairro dos Estados) e em Joaçaba no Teatro Alfredo Sigwalt (Rua Roberto Trompovski, 63, Centro).

- Publicidade -

Antes das sessões, o participante poderá assistir a vídeos de introdução e apresentação realizados exclusivamente para o evento, com a participação de críticos e pesquisadores de cinema como Wellington Sari, André Gevaerd, Filipe Maliska e André Gatti e também receberá links com materiais de pesquisa e textos críticos sobre os filmes exibidos.

Brindes e Prêmios 

Os espectadores serão presenteados com brindes variados por sessão entre lembranças pequenas como ímã de geladeira do Metrô Festival de Cinema Universitário, Adesivo da Cineramabc, Caneta do Cineramabc que são acompanhadas de um mimo maior como pôsteres exclusivos, DVDs de curta-metragens da produtora “O Quadro”.

Além dos brinde, após as sessões, a Arthousebc dará um prêmio exclusivo para os cinéfilos mais assíduos. Livros, roupas, LPs, entre outros. Assim, por exemplo, o cinéfilo que completar quatro sessões será premiado com um livro sobre cinema. Aqueles que completarem oito sessões recebem outros prêmios e posteriormente os que completarem 12 sessões, ganham a premiação máxima.

O Cineclube Irani foi contemplado pelo Edital de Concurso Público No. 031/2022, “Prêmio Catarinense de Cinema Edição 2022” com produção realizada por Filipe Maliska, Aline Petrykowski, Anderson Simão, André Gevaerd, Nando Spessatto e equipe profissional para a realização das sessões. A arte de pôster foi realizada por Laila Gebhard.

Programação

Sessão 1 – 02/03/2023 – 19h30

-Pra Frente, Brasil (1982, Roberto Farias)

Sessão 2 – 23/03/2023 – 19h30

- Publicidade -

-Os Desertos Dias (curta, 1991, Fernando Severo)

-Verdes Anos (1984, Carlos Gerbase e Giba Assis Brasil)

Sessão 3 – 13/04/2023 – 19h30

-Menino do Rio (1982, Antonio Calmon)

Sessão 4

-Nem Tudo é Verdade (1986, Rogério Sganzerla)

Sessão 5 – 04/05/2023 – 19h30

-Frankenstein Punk (curta, 1986, Eliana Fonseca e Cao Hamburguer)

-Anjos da Noite (1987, Wilson Barros)

Sessão 6 – 25/05/2023 – 19h30

-SuperOutro (média, 1989, Edgar Navarro)

-O Insigne Ficante (média, 1980, Jairo Ferreira)

Sessão 7 – 15/06/2023 – 19h30

-Perfume de Gardênia (1992, Guilherme de Almeida Prado)

Sessão 8 – 06/07/2023 – 19h30

-Barbosa (curta, 1988, Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo)

-Boleiros – Era Uma Vez o Futebol (1998, Ugo Giorgetti)

Sessão 9 – 27/07/2023 – 19h30

-Kyrie ou o Início do Caos (curta, 1998, Debora Waldman)

-Um Céu de Estrelas (1996, Tata Amaral)

Sessão 10 – 24/08/2023 – 19h30

-Kenoma (1998, Eliane Caffé)

Sessão 11 – 21/09/2023 – 19h30

-Velinhas (curta, 1998, Gustavo Spolidoro)

-Pequeno Dicionário Amoroso (1997, Sandra Werneck)

Sessão 12 – 19/10/2023 – 19h30

-Juvenilia (curta, 1994, Paulo Sacramento)

-Ação Entre Amigos (1998, Beto Brant)

Rogério Sganzerla

A realização do Cineclube Irani, também em Joaçaba, é simbólica, visto que a cidade é localizada próximo ao município de Irani, onde foi gravado o curta-metragem de Sganzerla que inspirou o nome do cineclube. 

Rogério Sganzerla, por sinal, é nascido na cidade de Joaçaba, que não possui um espaço que exiba com regularidade, filmes clássicos e relevantes da cinematografia brasileira.

O CineClube Irani

A curadoria foi realizada pelo cineasta Christopher Faust que batizou o cineclube como homenagem ao cineasta catarinense Rogério Sganzerla, diretor do curta-metragem “Irani”, de 1983, um documentário que registra a festa popular relacionada a Guerra do Contestado, que acontece na homônima cidade catarinense.

Em seu primeiro ciclo, Cinema Brasileiro: Ontem e Hoje, o cineclube relacionou o cinema brasileiro produzido em seu período mais fértil e criativo (anos 1960, 1970 e 1980) com o cinema brasileiro produzido nos últimos cinco anos da década passada (2015-2019), período de produção extremamente plural que teve uma média de mais de 100 longas-metragens brasileiros lançados nas salas de cinema comercial.

Agora, para o seu segundo ciclo, pretende exibir filmes brasileiros produzidos nos anos 1980 e 1990. A escolha deste recorte temporal permite apresentar ao público uma produção diversificada de uma época em que o cinema brasileiro passava por uma cronologia árida e confusa, mas ainda assim com um período extremamente frutífero de produções.

Afinal, os anos 80 abrangem um ápice final das produções da Boca do Lixo e da Embrafilme, que logo se desmantelariam durante o governo Collor (primeiro presidente eleito democraticamente após décadas de Ditadura Militar). 

Além disso, esse período abrange filmes de pornochanchada, pós-Cinema Novo, cinema marginal e underground, tentativas bem e mal sucedidas de se fazer filmes popularescos, e a Retomada, já a partir da metade dos anos 1990. Tudo isso se mistura nestes anos, revelando o que o cinema brasileiro sempre foi e ainda é: celeiro de grande criatividade, mesmo nas circunstâncias sociais e políticas mais diversas e confusas.

A curadoria buscará demonstrar essa pluralidade, de temas, estéticas e gêneros, destacando também, nos materiais complementares, o percurso de carreira das diretoras e diretores dos filmes. A

Serviço

Quando: dias 02 e 23/03, 13/04, 04 e 25/05, 15/06, 06 e 27/07, 24/08, 21/09 e 19/10 sempre às 19h

Endereços: Balneário Camboriú – Arthouse, Rua São Paulo 581-1, Bairro dos Estados / Joaçaba – Teatro Alfredo Sigwalt, Rua Roberto Trompowski 63, Centro

Ingresso: Gratuito

Bilheteria: 60 minutos antes do início da sessão


Fonte: Assessoria ArthouseBC

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -