- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Chuva afeta a região e em Camboriú duas jovens faleceram

A chuvarada ininterrupta das últimas 24h causou acúmulos de 274.06mm (dados de 8h28) em Balneário Camboriú e Camboriú. O Rio Camboriú transbordou nesta manhã, assim como o Rio das Ostras, na Sexta Avenida. Deslizamentos também foram registrados e um deles vitimou duas adolescentes, de 18 e 17 anos, em Camboriú.

Situação de Balneário: cidade pode decretar estado de emergência
Segundo o diretor da Defesa Civil de Balneário Camboriú, Fabrício Melo, até o momento (9h desta terça-feira) há zero desabrigados na cidade, mas há três abrigos à disposição da comunidade (no Colégio Alfredo Domingos, no Bairro São Judas Tadeu, no Centro de Convivência da Rua Itália, e no batalhão da Polícia Militar, que fica na Rua México – ambos no Bairro das Nações).
Há pontos de alagamento por toda a cidade e, atualmente, os mais críticos são os bairros Estados, Barra, São Judas Tadeu, Nova Esperança e Municípios – onde a situação preocupa porque o rio transbordou e a água já estava pela Sexta Avenida, a caminho das ruas.

“Todas as equipes da prefeitura e do Estado estão fazendo as suas ações para atender moradores, emergências, situações de trânsito. Houve muitas ocorrências de quedas de árvore, deslizamentos em locais como Elevado da Quarta Avenida, Interpraias, em algumas ruas como Suíça, México, Samuel Rocha, Andorinha… há alguns deslizamentos de médio porte, mas sem vítimas”, disse.

- Publicidade -

Fabrício destacou que estão verificando com um geólogo a logística para levá-lo até alguns locais de risco – áreas de encosta, por exemplo, para verificar a situação e ver se há perigo para os moradores.

“O nosso alerta vai até quarta-feira (21) às 9h. Estamos no alerta máximo, que é o roxo, para deslizamentos. Também nos preocupamos com a situação dos rios. Estamos vendo a parte burocrática para decretar estado de emergência, o que deve acontecer”, acrescentou.

Comunidade deve evitar sair de casa: Rio Camboriú pode transbordar

O diretor da Defesa Civil de Balneário pediu que a comunidade evite sair de casa e só saia em extrema necessidade.

“Pedimos que evitem andar em locais alagados. A chuva deve continuar nas próximas horas, tem real possibilidade de locais que ainda não foram atingidos, possam ser”, afirmou.

O Rio Camboriú ultrapassou 3,20 metros no ponto de captação (na régua de medição), na manhã desta terça-feira (20), conforme o monitoramento diário feito pela Emasa. Com isso, o rio transbordou acima do ponto de captação de água bruta, localizado em Camboriú. A parte do rio, que desce em direção à Praia Central, ainda se mantém dentro da calha. A vazão média agora pela manhã é de 600l/por segundo. Até o momento, a captação, tratamento e abastecimento de água estão normais – mas isso pode mudar. “No Iate Clube, ele (Rio Camboriú) está ‘na tampa’, com a subida da maré e a previsão de chuva nas próximas horas, tem real possibilidade de transbordar”, pontuou.

Pontos de bloqueio em Balneário Camboriú
*Rua Acre com São Paulo
*Avenida do Estado com a Rua São Paulo
*Avenida Panorâmica
*Avenida das Flores
*Morro do Boi, km 138
*Avenida Alvin Bauer com a Quarta Avenida.

- Publicidade -

Serviços suspensos
Saúde: Por conta das fortes chuvas, os atendimentos nas unidades básicas de saúde (UBS) e Especializadas estão suspensos. Os casos urgentes devem procurar o PA da Barra, UPA Nações ou o Hospital Ruth Cardoso. Consultas e exames serão reagendadas.

BC Trânsito: Devido ao grande volume de chuva, as placas dos semáforos acabam por absorver umidade, fazendo com que o mecanismo de preservação do aparelho deixe os semáforos no modo intermitente. Ao se deparar com uma situação assim, a BC Trânsito pede aos motoristas que liguem ao 153 e informem, e também que dirijam com cautela, principalmente nos cruzamentos, para evitar acidentes.

Transporte coletivo: Os ônibus não estão circulando na cidade nesta terça-feira (20) por conta dos alagamentos nas principais vias da cidade. Assim que houver condições de tráfego, o transporte público será restabelecido.

Recolhimento de lixo: a Ambiental suspendeu a coleta em Camboriú, Balneário e Itajaí. A coleta será retomada assim que as condições permitirem.

Eleição da Câmara poderá ser adiada
Na noite de segunda-feira (19), a Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú já havia registrado problemas por conta da chuva, com alagamento na garagem. O local fica em ponto de difícil acesso por conta da chuva, e neste momento ruas que levam até lá, como Rua São Paulo, Acre e a própria Avenida das Flores, estão bloqueadas.

A sessão solene que aconteceria na noite de segunda foi adiada, nesta terça (20) deveria acontecer a eleição da nova mesa diretora, mas que também pode ser adiada. O jornal consultou vereadores, que informaram que estavam questionando a presidência sobre o adiamento. Haveria a possibilidade de fazer a eleição de forma online, mas os vereadores consultados pela reportagem acreditam que a maioria deve preferir que o pleito seja adiado para acontecer presencialmente.

Emergências ou qualquer situação que exija o apoio da Defesa Civil de Balneário Camboriú (como risco de deslizamento ou famílias desabrigadas), a comunidade pode ligar para o número do plantão: (47) 99232-4928.

Operação limpeza: Obras já está estruturando serviço
A chuvarada chega às vésperas da temporada de verão em Balneário Camboriú. Diante disso, a Secretaria de Obras já planeja a operação para limpar e fazer a manutenção na cidade.

O secretário de Obras, Osmar de Souza Nunes Filho, o Mazoca, disse que por conta do volume de chuva ‘não tem drenagem que dê conta’ e, por isso, a cidade está praticamente toda alagada.
“Já temos protocolo para o pós-chuva, caminhões para limpar. Tem muita sujeira e lama, será um trabalho intenso para limpar a cidade. Circulei pela Avenida Atlântica às 23h de segunda-feira e vi que tinha muita grua entupida com papel e sujeira. O lixo que as pessoas jogam, vai para a drenagem”, pontuou.

Deslizamento em Camboriú: cidade está em estado de emergência
O deslizamento ocorrido no início desta manhã de terça-feira (20), na Rua Monte Caraíba, em frente ao 604, no Jardim Aliança, em Camboriú, vitimou duas adolescentes, Elaine Marques, de 17 anos, e Ketelhem Arno Ribeiro, 18 anos, conhecida como Keka. Elas foram soterradas. A irmã mais nova delas, de nove anos, foi levada para o hospital.

Na cidade vizinha, também houve um caso de um carro que caiu no rio, no Bairro Rio do Meio, mas o motorista conseguiu sair do veículo e não sofreu ferimentos, segundo informações do prefeito Elcio Kuhnen.

Em Camboriú há 25 pessoas abrigadas no abrigo municipal (dados de 7h), montado no Ginásio Francisco Duarte, localizado na Avenida José Francisco Bernardes, 1426, no Bairro Areias; há um segundo abrigo no Centro Adão da Rosa, na Rua Flamboyant, 95, no Monte Alegre.

Há alagamentos em várias ruas de bairros como Monte Alegre, Areias, Santa Regina, São Francisco de Assis, Tabuleiro, Centro, Jardim Bela Vista (Bacia), Rio do Meio e Rio Pequeno. Além de deslizamentos no Tabuleiro, Monte Alegre e Rio Pequeno. No Jardim Europa a água está passando por cima da ponte e atinge várias ruas.

A previsão é de muita chuva nas próximas horas, e a Defesa Civil da cidade está com muito trabalho.

Os serviços de Saúde foram suspensos em Camboriú. Os agendamentos de exames, consultas e cirurgias previstos para serem realizados nesta terça estão cancelados e serão reagendados.

Todas as unidades de saúde estão com os atendimentos suspensos.
Emergências devem ser encaminhadas ao pronto-socorro do Hospital de Camboriú (HCC).

Em caso de emergência, moradores de Camboriú podem ligar 199, 193 ou enviar um WhatsApp para o telefone (47) 99288-4392.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -