- Publicidade -
- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Marinha emite alerta para ondas de até 4,5 m no litoral de Santa Catarina, Paraná e São Paulo

(FOLHAPRESS) – A Marinha emitiu nesta segunda-feira (10) um alerta para possibilidade de ondas de até 4,5 metros de altura e ventos que podem passar dos 100 km/h em um trecho que vai de Santa Catarina até o litoral norte de São Paulo. A previsão é que isso aconteça de quarta (12) a sexta (14).

O alerta foi feito por causa da passagem de um novo ciclone extratropical que poderá afetar a faixa litorânea dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, entre Chuí (RS) e Laguna (SC).

“O referido ciclone poderá provocar ressaca [do mar], com ondas de direção sudeste a leste e altura de até 4,5 metros, entre as noites dos dias 12 e 14 de julho”, afirma trecho do alerta o alerta.

- Publicidade -

“O mesmo sistema poderá afetar a faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina e de São Paulo, de Laguna [SC] a São Sebastião [SP], com ventos de direção noroeste a sudoeste e intensidade de até 100 km/h [55 nós], entre a noite do dia 12 e a manhã do dia 14”, afirma.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), uma área de baixa pressão continental, entre o norte da Argentina e o Paraguai, ganha força e deve avançar sobre o Sul do Brasil, provocando a partir de terça (11) um novo ciclone extratropical.

De acordo com o instituto, há previsão de condição de tempo com mais vento na região Sul, em Mato Grosso do Sul e no sul de São Paulo.

No fim de semana passado, a passagem de outro ciclone extratropical causou estragos em estradas, com transbordamentos e alagamentos.

A formação de ciclones extratropicais são comuns no Sul do país, principalmente no inverno. Eles provocam muita chuva e vento, segundo a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo.

O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da Defesa Civil estadual de São Paulo também diz que os efeitos da formação do ciclone extratropical, que atua na região sul do Brasil, serão sentidos no estado de São Paulo a partir desta quinta, e que contribuirão para formação de fortes rajadas de vento, com velocidades de até 90 km/h na capital, região metropolitana de São Paulo, Vale do Ribeira e Itapeva.

Em Sorocaba, Serra da Mantiqueira, Campinas e São José dos Campos, os ventos poderão atingir os 80 km/h, segundo a Defesa Civil. “Embora o ciclone extratropical traga chuva para o Sul do país, em São Paulo não serão registrados acumulados significativos”, afirma o órgão estadual em nota.

- Publicidade -

Até quinta, o estado de São Paulo terá tempo firme e temperaturas mais elevadas ao longo do dia, com a máxima podendo chegar aos 31°C em Bauru e aos 33°C em Santos, sem previsão de chuva.

No fim de semana, porém, a entrada de uma massa de ar frio no estado deve derrubar a temperatura em São Paulo. Na sexta-feira, a previsão é que a mínima chegue a 9° na cidade de São Paulo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -