- Publicidade -
- Publicidade -
18.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Verão em Balneário Camboriú deve ser chuvoso e quente

O verão começou oficialmente na quarta-feira (21) e em Balneário Camboriú foi ‘recepcionado’ com muita chuva que assolou a região. Essa tendência de clima chuvoso deve permanecer nesta estação, assim como os dias de altas temperaturas – pelo menos duas ondas de calor são esperadas.

Verão deve ser chuvoso

Segundo as meteorologistas da EPAGRI/CIRAM, Gilsânia Cruz e Marilene de Lima, no mês de janeiro a previsão é de chuva próxima à acima da média climatológica em SC, com maior chance de valores acima da média no Litoral e Vale do Itajaí – a exemplo do que ocorreu agora em dezembro, quando os 160mm/mensais foram substituídos por 260mm em 24h. Em fevereiro e março a previsão é de chuva próxima à média climatológica, em todo o Estado. Ressalta-se que a chuva no trimestre deve ocorrer de forma mal distribuída, característica do verão – ou seja, podendo chover muito em um curto período de tempo, com as tradicionais ‘chuvas de verão’.

O destaque no verão de 2022/2023, segundo as meteorologistas, é que persiste o risco de eventos extremos com chuva forte e totais elevados em curto intervalo de tempo, temporais com forte atividade elétrica (raios), granizo e ventania, principalmente no mês de janeiro.

- Publicidade -

Climatologia (o que se espera para época do ano)

Em janeiro e fevereiro, o regime de verão já está estabelecido e as chuvas convectivas (curta duração) ocorrem com maior frequência entre a tarde e noite, e por vezes na madrugada. 

A média mensal de janeiro é de 150 a 210mm do Oeste ao Planalto e no Litoral Sul, e de 170 a 250mm na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte. 

Em fevereiro, a média mensal de 150 a 190mm no Oeste e Meio Oeste, de 130 a 170mm no Planalto Sul e Norte e Vale do Itajaí, e de 170 a 250mm no Litoral.

Em março diminuem as chuvas de verão (convectivas) e, principalmente a partir da segunda quinzena, as frentes frias chegam com maior frequência ao Sul do Brasil e são responsáveis pela maior parte da chuva em SC, com média mensal variando de 110 a 150mm do Oeste ao Planalto e Vale do Itajaí, e variando de 130 a 210mm no Litoral do Estado.

No verão diminui a ocorrência de ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil.

Temperatura

No trimestre a previsão é de temperatura próxima da média climatológica em SC, com massas de ar quente mais frequentes e com maior duração, com pelo menos uma a duas ondas de calor, com dias consecutivos de temperatura alta, inclusive no período noturno. Essas massas de ar devem ser mais secas no Oeste, diminuindo a umidade relativa do ar e aumentando o risco de incêndios na região.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -