- Publicidade -
28.7 C
Balneário Camboriú

Bombinhas há seis dias sem água e prefeito prefere xingar jornalistas

O município de Bombinhas, um dos principais destinos de férias em Santa Catarina, está sem água há seis dias, enfurecendo moradores e turistas e também o prefeito Paulo Henrique Dalago Muller que na falta de melhor argumento para sua incapacidade administrativa tem xingado jornalistas através de mensagens por celular.

Segundo a Água de Bombinhas, empresa privada que opera o sistema de abastecimento, as equipes de manutenção trabalham sem intervalo para reparar sucessivos problemas na canalização que puxa água do rio Tijucas.

Como costuma ocorrer nessas situações, em que o descalabro não tem justificativa,  enquanto o prefeito xinga os jornalistas, a concessionária colocou a culpa em São Pedro, na chuva, que alagou e causou instabilidade em terrenos por onde passa a adutora.

Chove todos os anos nos terrenos onde passa a adutora, portanto o argumento é estúpido.

A Águas de Bombinhas pertence ao Grupo Aegea, uma das maiores empresas de saneamento do País e que costuma prestar maus serviços em diversas cidades catarinenses.

Em comunicado distribuído nesta quinta-feira, a Água de Bombinhas relata providências que estão sendo tomadas, mas não informa o principal, quando as pessoas terão a segurança de dispor de água nas torneiras.

O prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, que também já foi xingado por seu colega vizinho, a pedido de vereadores bombinenses, disse que ajudará aumentando a vazão da água que fornece a Bombinhas.

Nota: na manhã desta sexta-feira a assessoria do prefeito de Bombinhas corrigiu que o prefeito não xingou jornalistas, foi um pouco “destemperado” num episódio próximo ao Natal, envolvendo esgotos.

- Publicidade -
Waldemar Cezar Neto
O autor é jornalista
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -