- Publicidade -
21.7 C
Balneário Camboriú

O vereador tentou se promover e devo desculpas à Fundação Cultural

Com base em declarações do vereador Kaká em redes sociais, critiquei a Fundação Cultural por ter mandado remover uma placa, colocada por artistas que revitalizaram o local, porque continha a palavra “todes”, na frase “Sejam todes bem vindos”.

O problema é que a Fundação Cultural não mandou remover placa alguma, é conversa fiada do vereador.

Vou repetir o que afirmei em outras ocasiões: o País é laico, o vereador com seu discurso chinfrim, que agrada determinado segmento, não é e nem pode ser o xerife de costumes da cidade, não cabe a ele  -felizmente- definir o que as pessoas podem ou não fazer, falar ou escrever.

Minhas sinceras desculpas aos responsáveis pela Fundação Cultural, deveria ter consultado antes de criticar se a fala do tal vereador era verdadeira ou falsa.

- Publicidade -
Waldemar Cezar Neto
O autor é jornalista
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -