- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú
Waldemar Cezar Neto
Waldemar Cezar Neto
O autor é jornalista
- Publicidade -
- Publicidade -

Por que o prefeito de Balneário Camboriú não pode ser um pizzaiolo?

O presidente da Câmara de Vereadores, David Fernandes “La Barrica”, quer ser prefeito de Balneário Camboriú e já apareceram alguns narizes franzidos porque a experiência profissional do pré-candidato, segundo ele mesmo, é de lavador de louça, craque no futebol amador, garçom, assador de pizza e gestor de pizzaria.

Daí o apelido La Barrica, um empreendimento familiar, na Marginal da BR-101, com 35 anos de existência, que conseguiu com muito esforço superar a época das vacas magérrimas da Balneário Camboriú de antigamente.

David pode ser prefeito porque seu currículo não é menor nem maior do que a maioria dos outros prefeitos que tivemos na cidade.

Higino Pio, o primeiro, era comerciante e hoteleiro.

Armando Ghislandi foi padre, largou a batina para casar, enviuvou e casou com a prima da falecida. Também foi exator.

Gilberto Meirinho mexia com pesca e loteamento.

Harold Schultz era pouco mais do que um pedreiro que se transformou em construtor milionário e depois faliu.

Pavan, com uma história que lembra um pouco a do La Barrica, era garçom da churrascaria da família e mudou a história da cidade.

Luís Castro era professor.

Rubens Spernau, engenheiro, que lançou as bases do modelo de Plano Diretor que enriqueceu Balneário Camboriú, foi o único com formação técnica mais desenvolvida, mas mesmo assim perdeu eleição para um vendedor de peças para automóveis.

Edson Piriquito, é quem vendia as peças para automóveis e ganhou eleição do Spernau.

Fabricio Oliveira, o atual, administrava a portaria de uma balada noturna.

Voltando ao La Barrica, fui olhar os projetos que ele apresentou como vereador e não tem praticamente nada que se destaque, mas isso não faz diferença para o eleitorado.

Construir uma candidatura a prefeito é um esforço político, se o “produto-candidato” for simpático e sem ficha corrida, tem chance de ganhar.

Não me consta que La Barrica seja antipático ou tenha ficha suja, portanto acho que ele tem chance sim -mais do que a maioria- e não vejo motivo algum para que não manifeste a legítima vontade de ser prefeito.

E se as coisas caminharem em determinado rumo, poderemos ter uma retumbante disputa do filho da dona da pizzaria (David) contra a filha do garçom da churrascaria (Juliana).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -