- Publicidade -
- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia da Semana

Piada 

Parece uma piada o que acontece como o “novo” porto seco de Dionísio Cerqueira. Após a ampliação física do complexo, a um custo de R$ 50 milhões, e a adoção de incentivos fiscais por parte do governo estadual, o movimento quadruplicou. Ótimo.! Nada disso. Não houve reposição do quadro de auditores para atender à nova demanda. Atualmente, de três profissionais destacados para o local, apenas um auditor engenheiro agrônomo está em exercício, outro agrônomo está de férias e o único médico veterinário está afastado por questões de saúde. 

Erro histórico 

- Publicidade -

Um erro histórico envolvendo a colonização italiana no Brasil chegou aos parlamentos. Os primeiros imigrantes italianos no Brasil chegaram em 1836 e se fixaram na comunidade de Nova Itália, que fica no atual município de São João Batista. Mas quem tem o título de pioneiro, dado por lei federal sancionada pelo então presidente Temer, é Santa Teresa, no Espírito Santo, onde os primeiros imigrantes chegaram 38 anos depois, em 1874. 

Imóveis de luxo

O setor imobiliário entrou no ano com o pé direito, com tendência de baixa nos juros e inflação estável. Em Santa Catarina, que concentra o mercado mais disputado do país, 2024 começou com recorde nas quatro primeiras semanas do ano, em janeiro, um único corretor vendeu R$ 48 milhões em imóveis de alto padrão em Balneário Camboriú. Os principais compradores foram da indústria, do agronegócio e das áreas de saúde e Judiciário, vindos de diversos estados brasileiros. O Rio Grande do Sul e o Paraná foram destaque. Os gaúchos fecharam 50% das vendas nos primeiros 20 dias do ano. Entre os imóveis mais procurados, destaque para apartamentos com 200 a 300 metros quadrados privativos, com quatro a cinco suítes. 

Sobram turistas e falta hotel 

Pomerode, no Vale do Itajaí, é uma cidade em que sobram turistas, mas faltam hotéis. A administração municipal informa que a cidade criou novas atrações e equipamentos turísticos, mas faltam ainda meios de hospedagem. O município tem 950 leitos de hotelaria, segundo levantamento da prefeitura. Uma estimativa da Associação Visite Pomerode aponta que há entre 1,2 mil e 1,5 mil leitos em hospedagens alternativas. O grupo que construiu o Alles Park e que é dono da Snowland, em Gramado e da Roda Gigante de Balneário Camboriú, está fazendo o Estudo de Impacto de Vizinhança para a construção de um hotel com 150 quartos, no Centro de Pomerode. Em período de alta demanda, como a Osterfest, cidades vizinhas como Blumenau e Timbó se beneficiam do turismo regional. Há muitos visitantes que se hospedam nesses municípios para curtir Pomerode.  

Empregos mantidos 

Ao contrário de Brusque, que registrou queda nos indicadores do mercado de trabalho -285), o número de postos de empregos cresceu em Botuverá (+149) e Guabiruba (+115) em 2023. Na edição do dia 9 deste mês, informamos que Brusque havia gerado 872 novos empregos ano passado, o que não confere. Pedimos desculpas pela informação. 

- Publicidade -

É bíblico 

De Provérbios 29, versículos 2 e 4: “Quando o governo é formado de homens justos e honestos, o povo vive feliz; mas, quando os líderes de uma nação são maus e desonestos, o povo chora de tristeza”. “Um rei justo e honesto ajuda seu país a crescer e viver em paz; o rei que quer ficar rico às custas do povo acaba destruindo sua nação”. 

Parcerias comerciais

Santa Catarina quer ampliar as relações comerciais em Abu Dhabi e Dubai, nos Emirados Árabes. Com este propósito, o governador de SC iniciou uma missão internacional para estreitar o relacionamento do Estado com os Emirados Árabes. Atualmente, já existe nas áreas esportiva e construção civil. SC reconhece que os Emirados são um forte parceiro global e não apenas regional e quer se posicionar para aquela nação como um braço comercial aqui no Brasil. O objetivo da missão catarinense é de ampliar esse relacionamento, posicionar o Estado como um parceiro preferencial e ampliar investimentos, importações e exportações, atuando na internacionalização de SC. 

Portos catarinenses 

A soma da movimentação de carga dos seis portos catarinenses em 2023 alcançou 61,7 milhões de toneladas, aumento de 11,4% com relação a 2022. O número mostra que SC foi o que mais cresceu entre os estados da região Sul do país, superando o Paraná (+11%) e Rio Grande do Sul (+10%). Os dados da Antaq também mostram que o crescimento catarinense foi 66% maior que a evolução portuária nacional (6,8%). Três terminais portuários localizados na Baia da Babitonga, no Norte do Estado (São Francisco do Sul, Itapoá e Tefran) movimentaram 39 milhões de toneladas no ano passado. O número representa 64% de todas as cargas movimentadas pelos portos catarinenses. (61,7 milhões de toneladas). 

Tecnologia Inovadora 

Com presença em mais de 130 portos ao redor do mundo, a Priime Tech firma-se como líder global em soluções baseadas em Inteligência Artificial, Redes Neurais e Compulse Vision, abrangendo todos os modais de transporte. Seus sistemas de automação são projetados para impulsionar a eficiência e a autonomia, com resultados notáveis. O mais recente marco da empresa foi a implementação da tecnologia de Automação de Gates de Saída no Porto Itapoá, situado no litoral Norte de Santa Catarina. Encerrando o ano de 2023, o porto se destaca como um dos líderes de movimentação no Brasil, com a contribuição da inovadora tecnologia desenvolvida pela Priime Tech. 

Best-seller 

Chama-se Domingos Rostirola Júnior, pastor evangélico de Itajaí, onde nasceu e reside, o autor brasileiro mais vendido no país no ano passado, com o título do livro devocional “Café com Deus Pai”. Foram 190 mil cópias, o primeiro lugar da lista da Revista Veja, feita com levantamento em 450 livrarias. A edição do mesmo título deste ano já teve 180 mil cópias vendidas, segundo a Bookinfp, empresa que monitora o mercado editorial. Domingos acaba de fundar sua própria igreja, a Reviver, com 7 mil fiéis e tem 640 mil seguidores no Instagram. Para a mídia especializada ele é um ilustríssimo desconhecido. 

Um quilômetro 

Está prestes a ser concluída a pavimentação de mais uma rodovia cênica em SC. É a da espetacular Serra da Rocinha, onde falta apenas um quilômetro, além de sinalização e acabamentos. A estrada fica na divisa de SC com Rio Grande do Sul, entre Timbé do Sul e São José dos Ausentes, respectivamente. A parte da Serra tem 13 quilômetros de extensão e a parte mais alta em relação ao nível do mar chega a mais de 1.200 metros. Além de deslumbrante em cenários naturais, como cânions e cachoeiras, tem farta história. Foi caminho de tropeiros desbravadores em tempos idos, mas que deixaram marcas. 

Cipoal tributário 

Corajosos empresários estão investindo na produção e comércio de algas em SC. A última safra foi de 300 toneladas e faturamento de R$ 850 mil. O potencial é enorme, mas os tributos podem “matar” os negócios. Eles pagam 12% de ICMS na venda in natura e beneficiada do produto. Já a venda do fertilizante à base de algas, dentro do Estado, tem uma taxação de ICMS de 3%. Enquanto isso a venda de agrotóxicos é isenta. Pode isso? 

Educação 

É bem vindo um programa do governo de SC que vai oferecer cursos técnicos a alunos de 2º e 3º anos do ensino médio, em parceria que envolve o Senac, Senai e universidades. Atualmente apenas 14% dos jovens catarinenses estão matriculadas no ensino técnico, contra uma média de 35% a 65% dos países da OCDE. 

Pagamentos com cheque 

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou que o uso de cheques no Brasil caiu 95% desde 1995, quando foram compensados 3,3 bilhões de cheques. Apesar da queda, a forma de pagamento ainda é utilizada nas vendas de atacados em Brusque. De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Guabiruba e Botuverá (Sindilojas), a redução no uso de cheques é atribuída às novas tecnologias de pagamento. “Hoje, com o Pix, tudo se tornou mais fácil e prático, embora muitos lojistas ainda aceitam cheques, mas não são todos”.

Amazônia destruída 

Dois cientistas da UFSC estão sendo notícia nacional e internacional por conta de estudos de ambos publicado na revista “Nature”. A pesquisa demonstra que a Amazônia pode chegar a ponto de não retorno até 2050. A conclusão é que quase metade da sua floresta pode estar exposta a fatores de degradação que levariam a Amazônia a um processo de transformação irreversível.

Toalhas Atlântica 

As feiras Home & Gift e Têxtil & Home, promovidas pela Associação Brasileira de Empresas de Utilidades e Presentes, em São Paulo, teve a participação da empresa brusquense Toalhas Atlântica, que incluem marcas renomadas do setor têxtil e grande nomes na indústria. O evento é considerado o principal do setor. 

Força motriz 

Conversa que se houve em algumas das mais altas rodas, de gente que faz conta em centenas de milhões se Goiânia tem hoje a maior valorização nos preços do metro quadrado de imóveis residenciais para venda entre as capitais brasileiras, fora delas quem detém a liderança é Balneário Camboriú. Mas um detalhe importante que as distingue, que não vem a público, é que na capital goiana quem movimenta o mercado imobiliário é o agronegócio. Na pretensa Dubai tupiniquim cresce cada vez mais a percepção que o segmento que dá força maior é o de lavanderia. Naquele outro sentido, que não é o que se diz do estabelecimento onde se lavam roupas. 

Herança 

O bilionário Bill Gates, dono da Microsoft, que ocupa o sétimo lugar no grupo dos homens mais ricos do mundo (US$ 124,5 bilhões ou R$ 617 bilhões), decidiu que seus herdeiros terão apenas 1% de sua herança. Algum exemplo no Brasil ou em SC? Sejamos honestos: os ricos brasileiros não doam nada ou quase nada; o que fazem é passar para filhos (e quantos exemplos há aqui e ali) que, não raro, tem uma característica: não trabalham. 

Enganação 

Prospera também em SC a mania de trocentos dos ditos “influencers” que, regiamente pagos, indicam lugares supostamente “secretos” ou “escondidos”, como bares, restaurantes, boates e até inferninhos, com a intenção de dar a eles um ar de “exclusividade”. Ali é que está o perigo. Em 90% dos casos, tudo enganação, verdadeiras arapucas.  

Lá em cima 

As duas universidades públicas de SC exultam. A UFSC é a oitava melhor da América Latina e a segunda entre as federais brasileiras, de acordo com a classificação do Webometrics Ranking of World Universities  para 2024. Entre as federais só fica atrás da Federal de Minas Gerais (UFMG). E a Universidade do estado (Udesc) ganhou destaque do Brasil e segunda melhor de ensino superior catarinense no Ranking Mundial de Universidades Webometrics 2024, feito pelo Cybermetrics Lab, grupo de pesquisa vinculado ao Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) da Espanha. Dentre as universidades brasileiras, a Udesc aparece na 65ª posição. 

Eficiência 

Passou a ser de invejáveis 77,1% nos últimos cinco anos, o índice de resolução de homicídios em SC, que dá ao Estado a primeira posição dentre os 26 e o Distrito Federal. Pouco? É equivalente aos do Canadá e Holanda. A meta da Polícia Civil de SC é atingir 89%. É o percentual de resolução de crimes da Austrália. 

Mais praias na cidade 

Se um estudo que está em andamento se confirmar, Penha terá quase o dobro de praias. Ao menos no papel. Isso porque a prefeitura está fazendo uma busca histórica que mostra que há nomes de praias até então ignorados pelo município, que considera, atualmente, 19 denominações. Com a alteração, a quantidade pode chegar a 40. Há décadas, a cidade considera apenas as 19 praias nos 31 quilômetros de orla marítima. Com o passar do tempo, outros nomes foram perdendo e caindo no desuso. 

Vizinha ameaça 

Na luxuosa disputa pelo metro quadrado mais caro do Brasil, Balneário Camboriú passou a conviver com uma sombra constante. E o perigo mora ao lado: com valorização imobiliária acima da média, Itapema se aproxima da vizinha ao ponto de ameaçar o título até então incontestável da “Dubai brasileira”. Dados de janeiro do índice FipeZap, calculada com base em informações de anúncios de venda, revelam uma diferença pequena entre as duas no ranking do metro quadrado mais valorizado do país. Balneário Camboriú se manteve à frente, com R$ 12.822, mas Itapema aparece no retrovisor com R$ 12.660. A diferença de apenas R$ 162 chegou a ser menor ainda em dezembro (R$ 126). 

Dengue 

O Tribunal de Contas determinou que todos os 295 municípios de SC apresentem em até 15 dias, o plano de combate à dengue, sob pena de multa em caso de descumprimento. As cidades que não têm programa pronto terão o mesmo prazo para fazer o plano e enviar. A situação de dengue é preocupante no Estado, com aumento de mais de 600% no número de casos neste início de ano.  

Água do Itajaí-Mirim

A Unifebe é uma das 19 instituições de Ensino Superior contempladas no programa, que beneficiará 50 projetos e 14 cidades de todas as regiões catarinenses. Para aplicar a pesquisa avançada sobre a qualidade da água do rio Itajaí-Mirim, a instituição foi contemplada com R$ 2,5 milhões, sendo deste valor 2% disponibilizados pela própria instituição. Atualmente, a análise feita pelo Centro Universitário é restrita a parâmetros físicos, como temperatura e pH.

Internação involuntária 

Diante do anúncio da Prefeitura de Florianópolis em adotar a internação psiquiátrica como política pública para a população local em situação de rua, a Defensoria Pública da União (DPU) e a Defensoria Pública do Estado de SC se apressaram em emitir recomendação para que o município não leve a ideia adiante. Recomendam, “contra a lógica segregacionista” de internação, priorizar o tratamento ambulatorial. Mas se até isso a Justiça chegou a impedir, fazer o que então? É mais uma um assunto onde sobram vaidades e falta um mínimo de bom senso. 

Lei de Arbitragem 

O direito arbitral renasceu com a promulgação da Lei nº 9.307 em 1996. Na década de 80, tivemos três iniciativas do executivo, que não prosperaram. Em 1992, o então senador Marco Maciel subscreve projeto de lei que, após longa tramitação legislativa, se converteu na Lei de Arbitragem, conhecida como “Lei Marco Maciel”. Recebida com entusiasmo pela sociedade como um todo, foi objeto, desde logo, de muitos estudos e debates jurídicos. Não era somente mais uma lei. Era o início de uma nova era nas relações humanas. O liame da realidade sociológica contemporânea e da nova geração do direito com a justiça que desponta neste século XX. A arbitragem convive com a ética, a moral e a transparência, trabalha o consenso e a solidariedade. Agiliza e possibilita o exercício de direito natural do cidadão, de acesso à justiça. Confirma e reforça o sentido de cidadania pela cooperação do cidadão comum com o Estado na importante tarefa de pacificação dos conflitos. É o povo exercendo, em sua plenitude, seus direitos com responsabilidade. Com liberdade. Com respeito. Enfim, com cidadania. 

Líder do mar

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) confirmou que o Porto de São do Sul alcançou o sétimo lugar no ranking dos maiores portos públicos do Brasil. Os dados oficiais, divulgados pelo Ministério da Infraestrutura, mostram que o terminal do norte catarinense subiu duas posições com relação ao ano anterior, quando se encontrava em 9º lugar. Em novembro, a Antaq já tinha divulgado que São Francisco do Sul tinha assumido a liderança na movimentação de cargas entre os portos de SC, ultrapassando os terminais portuários privados Portonave (Navegantes) e Itapoá, tornando-se o maior de Santa Catarina. 

Frustração 

Leitor de Joinville manda o drama que vive no momento por já ter acreditado na Polícia Federal, no Poder Judiciário e nos principais meios de comunicação durante a Operação Lava Jato e que agora vê quase tudo reprisado com o nome de Operação Tempus Veritatis. Confessa que já teve seu herói, Sérgio Moro, e que resiste em adotar outro, como o inconfiável Alexandre de Moraes. Uma verdade que ele expressa é que todos estão fartos de ver uma Polícia Federal só preocupada com holofotes e ser aplaudida por jornalistas nada isentos. 

Mais notícias

acdiegoli.blogspot.com

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -