- Publicidade -
- Publicidade -
20.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

Esqueça BC 

“Esqueça Balneário Camboriú. Conheça Itapema, cidade vizinha que está prestes a liderar oranking de imóveis mais caros do país”, estampou em seu portal o jornal O Globo, acrescentando que o município catarinense já tem metro quadrado de R$ 12.292, quase igual ao do município ao lado, famoso pela atração de celebridades. Preço subiu 17,56% este ano. A mesma reportagem do diário carioca destaca São José, vizinha a Florianópolis, foi a cidade onde o metro quadrado ficou mais caro este ano: 18,20% de alta. Mas a metragem ainda está em R$ 7.030, ou seja, ainda bem abaixo dos mais de R$ 12 mil do topo do ranking liderado por Balneário Camboriú e Itapema. 

Altos e baixos 

- Publicidade -

Alguns setores da economia de SC festejam o crescimento de 2,5% em setembro, em comparação ao mesmo período de 2022, enquanto a média nacional foi de ínfimos 0,3%. Os de serviços e comércio foram os principais responsáveis pelo desempenho, incentivados pela manutenção do nível de consumo das famílias. Mas há os que estão no apuro, prejudicados em parte, pelo cenário de desaceleração na economia mundial. O de móveis, por exemplo, com -27,6%, prejudicado pelo arrefecimento do setor da construção nos EUA, principal comprador dos produtos do setor catarinense.r

Ranking da economia 

São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais continuam sendo os Estados com maior participação no PIB (Produto Interno Bruto) nacional, conforme o Sistema de Contas Regionais de 2021, divulgado pelo IBGE. O novo ranking das 10 maiores economias estaduais está assim: São Paulo, 30,2%; Rio de Janeiro, 10,5%; Minas Gerais, 9,5%; Rio Grande do Sul, 6,5%; Paraná, 6,1%; SC, 4,8%; Bahia, 3,9%; Distrito Federal, 3,2%; Goiás, 3% e Pará, 2,9%. 

Mercado imobiliário 

Uma das notícias mais comentadas nos bastidores do mercado imobiliário brasileiro, ainda em forma de boato, envolve a irmã do craque do futebol português Cristiano Ronaldo, que tem visitado Balneário Camboriú e entorno com muita frequência sondando oportunidades de investimentos que podem ser anunciadas nas próximas semanas. Um deles seria uma sociedade dele com uma grande construtora catarinense para erguer espigões na Costa Esmeralda. O que tanto anima investidores, e certamente Cristiano Ronaldo, é a performance de SC na economia, entre outros fatores. Não é por acaso que entre os privilegiados compradores de apartamentos em Itapema e Balneário Camboriú, por valores acima de R$ 10 milhões, estejam muitos catarinenses. SC é o terceiro estado do país em número de bilionários (35).

Escola de Costura 

O presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (Ampe/Br), acompanhado de diretores da entidade, assinou contrato com a Prefeitura de Brusque para a continuidade do projeto Escola de Costura. A parceria é válida até 30 de novembro de 2024. A assinatura foi realizada no gabinete do atual prefeito. É uma satisfação para a entidade manter essa parceria sólida com a Prefeitura de Brusque, por meio da Escola de Costura. O propósito é fazer com que mais pessoas vivam da dignidade do trabalho, que alcancem a independência financeira, o acesso aos benefícios e a qualidade de vida, destaca o presidente da Ampe/Br. A Escola de Costura é um curso gratuito, que visa profissionalizar costureiros para o mercado da região. O curso tem duração de três meses, com aulas na sede da entidade, nos períodos matutino, vespertino e noturno. Até agora, a Escola já formou mais de 870 profissionais e pelo menos 80% estão inseridos no mercado de trabalho. Há uma lista de espera para quem deseja fazer o curso, nas próximas formações. Para isso, interessados devem entrar em contato com a Ampe/Br no telefone: 47 3351-3811.

- Publicidade -

Dohler 

Um dos grandes dilemas das empresas familiares bateu na porta da Dohler, de Joinville. Com 142 anos recém-completados, a fabricante de artigos de cama, mesa e banho começou a se preparar para, pela primeira vez, entregar o comando dos negócios a executivos que não têm ligação direta com os fundadores. A profissionalização da gestão, já adotada por outras indústrias centenárias do Estado, está em curso. Teve início pela base da pirâmide executiva, com a entrada de novos gerentes. Nos degraus acima do organograma, há nomes mapeados para cargos de diretoria. O futuro presidente, no entanto, ainda não está definido. E nem deve ser confirmado tão cedo. O plano da Dohler é concluir o processo ao longo desta década. É um caminho sem volta. 

O poder da Chlorella

A Chlorella, ou clorela, é uma microalga rica em fibras, proteínas, ômega 3, vitaminas do complexo B, vitaminas A e C, e minerais como fósforo e potássio. Além disso, a Chlorella é rica em clorofila, um pigmento verde das plantas que tem ação antioxidante, ajudando a prevenir doenças como câncer e diabetes. A microalga Chlorella é normalmente usada como suplemento, podendo ser indicada para fortalecer o sistema imunológico, contribuir para diminuir os níveis de colesterol e açúcar no sangue e regular a pressão alta. Além disso, a Chlorella também é indicada para pessoas vegetarianas e veganas, pois é rica em proteínas e, por ser um ótimo antioxidante, é recomendada em dietas para desintoxicar o fígado. 

Tentativa de golpe 

Um golpe está sendo aplicado usando a imagem do empresário Luciano Hang, dono da Havan. Golpistas usaram parte de um antigo vídeo e, com auxílio da inteligência artificial, reproduziram uma voz parecida com a do empresário. Diversos clientes têm ido às lojas da Havan em todo o Brasil em busca da “promoção” anunciada no vídeo, porém, ela não existe, afinal, trata-se de uma fraude. A equipe de segurança digital da varejista tem atuado para derrubar os diversos perfis que são criados nas redes sociais para divulgar o material. Além disso, o setor jurídico atua para responsabilizar os criminosos. “A Havan alerta aos clientes que todas as ofertas ou promoções podem ser confirmadas nos perfis oficiais da empresa (@havanoficial) ou ainda pelo site havan.com.br”, divulgou a empresa. 

PR pode inspirar SC 

O Paraná é o modelo a ser seguido por Santa Catarina em logística e infraestrutura de transportes. Essa é a avaliação do gerente-executivo de Transporte, Logística, Meio Ambiente e Sustentabilidade da Fiesc (Federação das Indústrias de SC). O Paraná está muito avançado com um Plano de Concessões, que envolve concessões híbridas, com estradas estaduais e federais. E nós, em SC, não temos ainda um Plano Estadual de Logística de Transportes, destaca o executivo da Federação das Indústrias. A grande reflexão que SC precisa fazer é: qual a situação atual e o que fazer para não colapsar em logística e infraestrutura? A BR-101 Norte já está saturada, a BR-282 requer investimentos pesados para restaurar e duplicar e a BR-470 avança na duplicação, mas já é fundamental pensar em estender até a região de Curitibanos. Os recursos públicos serão suficientes para dar o ritmo necessário? Não. SC vai seguir resistindo a aderir ao modelo, envolvendo SCs e BRs e assim, viabilizando economicamente as concessões? Estas, contudo, precisam de contratos bem-feitos, equilibrados, segurança jurídica e agências reguladoras que defendam o cidadão. 

Salvo pelo gongo

A Inglaterra é um país pequeno e nem sempre houve espaço para enterrar todos os mortos. Então, os caixões eram abertos, os ossos tirados, e o túmulo era utilizado para outro defunto. Às vezes, ao abrir percebiam que haviam arranhões na tampa, do lado de dentro, o que indicava que o morto, tinha sido enterrado vivo. Assim, surgiu a ideia ao fechar o caixão, amarrar uma tira no pulso do defunto, a qual passava por um buraco no caixão e era amarrada num sino. Depois, alguém ficava de plantão durante dias. Se a pessoa acordasse, o movimento do braço faria o sino tocar. Assim, ele seria “salved by the bell”, ou “salvo pelo gongo”, como usamos hoje. 

Costa Rica Malhas 

Há mais de 27 anos com uma longa e sólida experiência no ramo têxtil a Costa Rica é reconhecida nacionalmente pela qualidade e competitividade dos produtos fabricados, com lojas espalhadas por 26 estados brasileiros, cobrindo quase todo o território nacional. Com sua Matriz e Centro de Distribuição localizados em Cambé-PR, juntamente com unidades em Nova Trento e Canelinha, em SC, especializadas em fiação, tecelagem e tinturaria, respectivamente. São mais de 60 lojas, mais de 1000 colaboradores, 1.400 toneladas de fio por mês, 1.500 toneladas de malhas por mês, com verticalização da sua produção, equipamentos de ponta e profissionais altamente qualificados, oferece produtos com agilidade, qualidade padronizada e preços altamente competitivos. 

Exclusividade no Sul 

Buscando trazer inovação aos pacientes e para SC, a Clínica Nadine Vandressen, de Brusque, é a única dermatológica do sul do país a possuir o Beauty Drips, terapia endovenosa ou intramuscular com vitaminas, aminoácidos e minerais naturais que são injetados diretamente na corrente sanguínea. Na dermatologia, esse protocolo é utilizado como complemento em procedimentos tradicionais. A falta de vitaminas, aminoácidos e minerais prejudica também a qualidade da pele, corpo, cabelo e unhas. O Beauty Drips fornece esses nutrientes diretamente na corrente sanguínea ou no tecido muscular, potencializando os tratamentos faciais, corporais e capilares, explica a dermatologista Nadine Vandressen. 

Crescimento econômico 

A economia de Santa Catarina cresceu 2,5% em setembro, em comparação ao mesmo período de 2022, enquanto a média nacional registrou 0,3%. Os setores de serviços e comércio foram os principais responsáveis pelo desempenho, incentivados pela manutenção do nível de consumo das famílias. Conforme análise do Observatório Fiesc, esses setores estimularam a produção em diversas indústrias do estado. Os dados são da pesquisa Índice de Atividade Econômica (BC), do Banco Central. Apesar dos destaques positivos na indústria do estado, há ainda setores com queda em sua produção, prejudicados, em parte, pelo cenário de desaceleração na economia mundial. O setor de móveis, por exemplo, possui o maior recuo na análise, -27,6%, prejudicado pelo arrefecimento do setor da construção nos EUA. Principal comprador dos produtos do setor catarinense. 

Vitória 

Após 64 dias, enfim o Prefeito Municipal de Balneário Camboriú declinou da ideia da instalação do Parque Central BC publicamente. Uma vitória da sociedade que se organizou e buscou defender suas moradias. Certamente, teremos algumas etapas que precisamos fiscalizar, então a Comissão Organizadora continuará atuando nos assuntos relacionados ao Ministério Público, Câmara Técnica dos delegados não governamentais, Estudos dos índices construtivos, eixos estruturalmente e micro zoneamento na revisão do Plano Diretor, Imprensa, Reunião da revisão do plano diretor na Câmara de Vereadores e Redes sociais. Vamos continuar mobilizados e vigilantes. Contamos com os moradores. Meu imóvel não tem preço, tem valor. Comissão Organizadora. 

Imobiliária Floriani: 30 anos 

A Imobiliária Jorge Floriani, com atuação em Brusque e Balneário Camboriú, no Litoral, completou em novembro, 30 anos de atuação. Para comemorar a data, foram realizadas confraternizações com clientes e amigos, com banquete e distribuição de brindes durante uma semana. A empresa atua no mercado imobiliário regional em compra, venda e aluguel. Com dedicação, transparência e inovação, a empresa construiu relacionamentos duradouros e se tornou parte integrante da comunidade. Comprometida em oferecer os melhores serviços, a imobiliária destaca sua experiência e tradição para ajudar na realização dos sonhos dos clientes, seja na busca por um lar, investimento ou espaço comercial. 

Ganhos e perdas 

Quem comprou imóveis em Florianópolis, Vitória, Vila Velha, Goiânia e Curitiba obteve ganhos acima da inflação nos últimos cinco anos. De acordo com dados públicos do índice FipeZap analisados pelo estadão, a valorização do preço médio do metro quadrado nessas cidades ficou entre 16% e 40% (já descontada a inflação pelo IPCA) no período de setembro de 2008 a setembro de 2023. Vitória ficou no topo, com 40,84%, seguida por Vila Velha, 27,3% e Florianópolis em 5º com 16,18%. Na outra ponta tivemos maiores desvalorizações imobiliárias as cidades de Niterói (-26,28%), Rio de Janeiro (-26,61%), Campinas (-17,11), Porto Alegre (-11,78%) e São Bernardo do Campo (-9,50%). O levantamento abrange os preços de 18 cidades que têm dados divulgados pela FipeZap desde 2018. Vitória compete muito com Florianópolis. A capital capixaba já foi considerada pela ONU como a segunda melhor cidade do litoral brasileiro para se viver, ficando atrás apenas da capital dos catarinenses. 

Itália 

Alessandro Cortese, um cidadão romano de 63 anos, é o novo embaixador da Itália no Brasil. Após atuar por quatro anos como representante permanente do seu país em organizações internacionais em Viena, acaba de assumir o cargo em Brasília. Na semana, fez sua primeira visita oficial à circunscrição consular de Curitiba, que tem jurisdição sobre o Paraná e Santa Catarina. Foi recebido pela cônsul geral Eugenia Tiziana Berti, pelos dirigentes dos Comitês de Italianos no Exterior e por lideranças italianas dos dois Estados. Já se sabe que SC, depois do Espirito Santo, é o estado “mais italiano do Brasil”. 

Assalto 

Continua sendo memorável, pelo que apurou a Lava Jato, o assalto de bilhões na Petrobrás em tempos recentes. Mesmo assim, uma liminar de abril deste ano do então insondável e lamentável ministro “supremo” Ricardo Lewandowski derrubou trecho da Lei das Estatais, permitindo a entrada de políticos na administração da empresa. Socorro! 

Empreendimento em Porto Belo

Os empresários Ari Cesar Zimermann Zanon e Beno Buttchevits, da PHACZ Empreendimentos, receberam convidados dia 2, para entrega do Beach House, em Porto Belo. Com arquitetura bem pensada para o bem-estar dos moradores e com ampla vista para a orla da praia e para a ilha de Porto Belo, o Beach House é o primeiro empreendimento de uma série de empreendimentos inovadores da construtora. A entrega do empreendimento é um presente para a orla do Balneário de Perequê e certamente grande diferencial para a região. 

Pagamento de dívidas 

Clientes ativos e inativos que possuem débitos com a Celesc estão tendo a oportunidade de renegociação de dívidas no programa “Celesc Conta em Dia”, que adentra seu último mês. Durante este período, são disponibilizadas condições especiais para a regularização de débitos, de maneira acessível e facilitada, em condições mais benéficas que no restante do ano. Para aderir, é essencial que o cadastro esteja atualizado junto à Companhia e o cliente deve dirigir-se a uma das lojas de atendimento da Celesc. 

Mapa da Mina 

Quero compartilhar com vocês uma conversa que tive dias atrás com um amigo. Estávamos conversando sobre o que acabamos chamando da “Onda pela busca de dinheiro fácil”. Comentávamos que era incrível a quantidade de pessoas que buscam e acreditam que irão encontrar, uma forma de ganhar dinheiro fácil, de forma imediata e sem trabalho árduo, sem suor. Simples, é só perguntar para quem conseguiu alcançar os seus sonhos ou que está perto deles, se a caminhada é rápida e fácil. Não, ninguém pergunta, as pessoas acham que existem atalhos. Muitas vezes, pessoas boas e de bom caráter se deixam levar por promessas, por falsas expectativas de ganhos rápidos, que na verdade não levam a nada, a não ser a desgaste físico, financeiro e emocional. Pare! Acorde! Como diz o ditado “não tem almoço grátis”, dinheiro fácil não existe, acredite! O meu amigo me comentava, todos temos a escolha em que categoria queremos viver: iludidos, levando vantagem ou trabalhando … Qual tem sido a sua escolha? Se escolheu errado, não se preocupe, tenta outra vez. Ainda dá tempo. Acredite! 

Cultura bergamasca 

Um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados pode transformar Botuverá (SC) na capital nacional da cultura bergamasca. O texto deve passar por três comissões do Legislativo federal. Somente dois artigos constam no projeto de lei. No primeiro, está escrito que “fica conferido ao município de Botuverá, no estado de SC, o título de capital nacional da cultura bergamasca”. O segundo artigo prevê que a lei entre em vigor na data de publicação. 

Agora é lei 

O governador de SC transformou na lei 18.750/2023 um projeto de lei que isenta pessoas com deficiência física ou mental do pagamento de Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de quaisquer Bens ou Direitos. 

Samba frio 

O agora cantor e empresário Alexandre Pires, foco central de pesadas investigações por integrar o “núcleo financeiro” de um suposto esquema de garimpo ilegal na Terra Yanomani, está tendo sua ficha não artística devassada pela mídia. Quanto às suas relações com SC, consta que ele é dono de um apartamento no condomínio Yachthuse Residence, em Balneário Camboriú, onde fica o edifício mais alto do Brasil, com 81 andares e 275 metros de altura. Cada apartamento custa, em média, R$ 8 milhões. O cantor vai ficar um pouco mais rico do que já é com o generoso cachê de R$ 650 mil para se apresentar no próximo Réveillon de Florianópolis. 

Aparelhamento ideológico 

A indicação de Flávio Dino para integrar o STF representa uma afronta, um deboche ao Senado Federal desferido pelo presidente da República. Como todos sabem, cabe agora aos senadores aprovar ou rejeitar o nome do atual ministro da Justiça que passou onze meses a desrespeitar e achincalhar as duas casas legislativas do Congresso Nacional. Convocado ou convidado para depor ou prestar esclarecimentos sobre fatos investigados por CPIs, Flávio Dino se negou a comparecer, alegou levianamente doença momentânea e até disse preocupado por sua segurança, para deixar de atender ao chamado parlamentar. Quando o fez, procurou desmoralizar parlamentares que o interrogaram ou lhe pediram informações sobre fatos investigados, inclusive, recusando-se a entregar provas sobre os atos de vandalismo de 8 de janeiro. 

Divórcio extrajudicial

Altamente incentivado pelo Conselho Nacional de Justiça, é absolutamente válido e surte os mesmos efeitos do divórcio judicial. Divórcio extrajudicial é rápido, prático e previsível. Estas são as três maiores qualidades do expediente realizado em cartório. O resultado será exatamente aquele solicitado ao profissional e não passará pelo juiz, sendo controlado pelas partes, desde que dentro dos limites da lei. Já a sentença do juiz é imprevisível. Mesmo que em princípio exista divergência entre as partes, é muito vantajoso buscar advogados capazes de estabelecer a conciliação e mostrar privilégios de um divórcio pacífico que, além de menos custoso do ponto de vista financeiro, também é muito tranquilo no aspecto emocional. 

Conflitos sem judicializar

Sai de cena o advogado que só ajuíza causas, entra em cena o advogado capacitado e dotado de habilidades para gerar e resolver conflitos dos clientes. A Mediação é utilizada há décadas nos Estados Unidos e em diversos outros países com muito sucesso, onde se tem uma cultura de resolver conflitos em tempo recorde. Já no Brasil, ainda prevalece a cultura da judicialização, mesmo com a Lei de Mediação e o CPC (Código de Processo Civil) tendo-a instituído como etapa obrigatória no processo judicial. Por aqui, os cursos de Direito não preparam o advogado para essa nova cultura. Por isso, a proposta é justamente conferir novas habilidades ao advogado capacitando-o para a obtenção de resultados para o cliente mediante a Mediação. É mais rápido e eficaz. 

Perfil falso 

Mais uma ação do empresário Luciano Hang deu entrada na Justiça de SC. Desta vez contra a rede social Tik Tok, que ignorou seus pedidos e mantém o perfil com o nome Luciano Hang Oficial, que não é dele. 

Sapatilha 

Impressionante a fama e o conceito da Escola do Balé Bolshoi de Joinville no Rio de Janeiro. As seletivas para escolha de novos alunos feitas nas favelas da cidade se parecem eliminatórias de Copa do Mundo de Futebol. Uma delas recebeu 4 mil inscrições. Juntas, estão selecionando 40 novos alunos e alunas cariocas, atraídas também pelo que a companhia oferece, como bolsa de estudo de 100%, que inclui alimentação, transporte, figurinos, fisioterapeutas, ortopedista e nutricionista, entre outros benefícios. 

Fim da guerra fria 

O pacote tributário que o governo de SC enviou à Assembleia Legislativa traz de volta um assunto que dominou as discussões entre o Estado e o setor de bares e restaurantes poucos anos atrás: a substituição tributária para bebidas alcoólicas quentes, os destilados, como uísque, vodca, gim e licores. A Secretaria de Estado da Fazenda propõe recolocar o setor no regime de substituição tributária, modelo em que o ICMS é cobrado da indústria na “primeira ponta” da cadeia. Entidades como a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes vinham negociando a mudança no modelo de tributação há meses. As tratativas foram acompanhadas pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats), que terá alterações como declarar os tributos. É um novo capítulo, com vitória para o setor, em uma espécie de guerra fria que veio sendo travada entre o governo de SC e os bares e restaurantes desde 2021, quando as bebidas quentes foram retiradas do regime de substituição tributária pelo governo anterior. Com a decisão, o imposto passou a ser cobrado na venda ao consumidor final, na última ponta do ciclo. Ao fazer o caminho inverso, devolvendo as bebidas destiladas ao regime de substituição tributária, a Fazenda avaliou que o Estado não alcançou o aumento esperado de arrecadação ao jogar a cobrança do imposto para o fim da cadeia. Com o retorno das bebidas destiladas à substituição tributária, a Fazenda projeta um aumento de arrecadação de mais de R$ 50 milhões. Os próximos na mira do governo são vinhos e espumantes, que também estão em fase de estudos para mudança no modelo de tributação. 

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -