- Publicidade -
- Publicidade -
19.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

Vai e não volta 

A cada R$ 100 enviados à Brasília, quantos voltam aos Estados de origem? No caso de SC, risíveis R$ 19, contra R$ 30 do Paraná e R$ 30 do Rio Grande do Sul. Menos que SC, só São Paulo R$ 10 e Espírito Santo R$ 16, conforme levantamento da revista Oeste, com base em dados do governo federal. O Estado que recebe muito mais que paga é o Amapá R$ 350, seguido pelo Acre com R$ 295. 

Desjudicialização 

- Publicidade -

Está havendo um esforço no Judiciário estadual para se buscar métodos alternativos visando a resolução de conflitos entre passageiros e empresas de aviação civil. No momento há uma lista recorde de mais de 300 audiências de conciliação para serem realizadas. 

Inadimplência 

Dados da Serasa Experian registram a marca histórica de quase 300 mil empresas negativadas em SC. Os números de março apontam que houve um crescimento de empresas inadimplentes em 100 mil em cinco anos, chegando a 298,8 mil em março. O número representa 25% das 1,18 milhão empresas ativas no Estado. Entre os setores com mais negócios endividados, o de serviços lidera o ranking com 55,1%, seguido pelo comércio (38,2%) e pela indústria (7,5%). 

Mudanças climáticas e a dengue 

Não é por acaso que SC enfrenta o pior cenário de dengue em toda a história. Somado ao desleixo da população com os métodos de combate ao Aedes Aegypti, um outro fator ainda mais descontrolado causa impactos as mudanças climáticas. Especialistas são enfáticos ao explicar que o aumento na temperatura média (só em Florianópolis subiu 1º C nos últimos 30 anos) ajuda a formar o cenário ideal para a proliferação do mosquito. Com as estações cada vez menos definidas, invernos mais quentes, primaveras mais úmidas e verões escaldantes, o nosso Estado se tornou terreno fértil à reprodução do inseto responsável por transmitir a doença. 

Sede própria da UFSC 

Causou apreensão nos corredores da FURB a notícia de que o governo federal pretende liberar recursos para a compra da sede própria da UFSC em Blumenau. No “zum-zum” dos bastidores, a leitura inicial é de que a medida teria potencial para enfraquecer o histórico pleito de federalização da universidade regional, a partir do momento em que abriria caminho para a expansão da federal catarinense na cidade, em espaço maior, a UFSC teria condições de abrir novos cursos e atrair mais alunos. Representantes do Movimento FURB Federal receberam a informação com surpresa. 

- Publicidade -

Vidas abreviadas 

Foram divulgados os principais dados da nova edição do Atlas da Violência no Brasil mostrando o perfil de vítimas de homicídio no País em 2022. Em 10 anos, quantidade de crimes letais nessa faixa etária superou os 300 mil. A cada dia, 62 jovens são assassinados no Brasil. Nessa tragédia SC, felizmente tem uma situação melhor. O Estado de São Paulo apresentou a melhor taxas de letalidade para cada 100 mil habitantes para aquela faixa etária de 2022 (10,8), seguido de SC (13,3) e Distrito Federal (19,3). Na outra ponta estão a Bahia (117,7), Amapá (90,2) e Amazonas (86,9). Quanto as capitais e cidades com mais de 100 mil habitantes, o primeiro lugar em 2022 na taxa de homicídios de jovens coube a Salvador, com 66,4 e a menor, Florianópolis com 8,9. 

Prevenção de desastres 

Representantes da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) discutiram parcerias e novos estudos com a Secretaria de Estado de Defesa Civil. O encontro ocorreu no final de maio. Na pauta estavam ações futuras para prevenir desastres relacionados ao clima. Anos atrás, a agência sugeriu a construção de uma barragem em Botuverá, projeto até hoje no papel. Estiveram presentes o secretário de Defesa Civil, o secretário de Planejamento, uma equipe do BRDE. Por parte da Jica, estiveram presentes três representantes. 

TAM conecta 

A Latam Airlines Brasil anunciou nova rota direta São Paulo/Congonhas-Joinville, com início dos voos dia 27 de outubro. O trecho incorporado à malha aérea doméstica da companhia faz a ligação da maior cidade de SC com o aeroporto de Congonhas, onde partem voos para outros 25 destinos em todo o país. As passagens já estão à venda. A voadora espera transportar 170 mil passageiros ao ano no trecho. 

Fechado 

Projetado pela companhia francesa Barbier, Benard et Turenne, e inaugurado em 11 de junho de 1891, erguido com pedra, areia, barro e óleo de baleia, o majestoso Farol de Santa Marta, em Laguna, poderia (e deveria) ser uma atração turística permanente na cidade. Mas não é. Exige-se agendamento prévio, que esteve dispensado entre 17 e 23 deste mês para comemorar a Semana da Marinha, mas com horários caprichosamente restritos: das 9 às 11 da manha e das 14 às 16 horas. 

Jornalismo desonesto 

Divulga-se aqui e acolá, que só do início do ano até agora foram registrados 4,2 milhões de casos de dengue no país, fato que alguns veículos da grande mídia não dão importância maior. Ou quando dão, parecem meio que com vergonha. Bem diferente quando de coberturas negativas do governo anterior. E não somente por motivos jornalísticos. 

Cinismo “supremo”

De estarrecer as notícias diárias e negativas do STF. Divulgou-se que um evento promovido pelo seu ministro “supremo” Gilmar Mendes em Lisboa, terá a participação de toda a Côrte (11 deles) e outros 12 do STJ. O tal 12º Fórum Jurídico poderia acontecer em qualquer lugar desse imenso país. Imagina-se os gastos em transporte, diárias, hospedagem, segurança, etc. Deboche “supremo”. Mais um. 

Peso da inflação 

Ao longo de 2024, as famílias de renda muito baixa têm sentido mais o peso da inflação que os lares de renda alta. De janeiro a maio, a inflação para lares com renda mensal menor que R$ 2.105,99 foi de 2,57%, enquanto a inflação de todas as faixas de renda ficou em 2,27%. Na outra ponta, famílias com renda alta, ou seja, orçamento maior que R$ 21.059,92 experimentam aumento nos preços de 1,9% em 2024. Os grupos de familiares de renda baixa (entre R$ 2.105,99 e R$ 3.158,99) e média baixa (de R$ 3.158,99 e R$ 5.264,99) também vivenciam em 2024 inflação maior que o índice médio: 2,50% e 2,35%, respectivamente. Os dados fazem parte do Indicador de Inflação por Faixa de Renda, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O levantamento é feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pelo IBGE. O estudo aponta que a maior pressão inflacionária ao longo de 2024 é explicada, principalmente, pelos efeitos climáticos sobre os alimentos. A alimentação ocupa mais espaço no orçamento das famílias mais pobres. 

Prospecção no Nordeste 

Diretores da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região estiveram dias 11 a 14 de junho no estado de Alagoas, para visitas e prospecção de novos clientes para a 67ª Pronegócio que acontece no mês de agosto. Visitaram cerca de 30 lojistas nas cidades de Maceió, São Miguel dos Campos, Arapiraca, Palmeira dos Índios e Rio Largo. O objetivo da viagem foi apresentar a Pronegócio para novos lojistas. 

Melhor chocolate 

O chocolate Nugali Cacau em Flor Crocante de Cupuaçu, produzido em Pomerode, ganhou medalha de ouro no Chocolate Alliance Global Awards, um dos concursos mais importantes dos Estados Unidos. Até então havia sido premiado duas vezes com medalha de prata (2017 e 2023) no International Chocolate Awards Americas. Em 2017, o produto recebeu bronze na fase mundial do mesmo concurso. 

Promoção do turismo

O Sebrae e a Embratur realizaram em Blumenau e Florianópolis, o evento “Conexão: Pequenos Negócios e Estratégias de Promoção do Turismo”. A iniciativa contou com as presenças do secretário de Planejamento, Sustentabilidade e Competitividade do Ministério do Turismo, do presidente da Embratur e do presidente do Sebrae Nacional. Na pauta, estratégias e incentivos para o desenvolvimento do turismo em SC e no Brasil. 

Planejamento ruim 

O Tribunal de Contas do Estado instaurou 13 processos para avaliar, de forma sistêmica, os planos diretores e os planos de mobilidade dos 295 municípios. Em 247 a auditoria já foi concluída e nesses apenas 114 estão regulares e 113 em situação irregular. Espantoso: 31 municípios não têm nenhum plano. Sua elaboração é uma exigência do artigo 182 da Constituição Federal. 

Bazar das fábricas 

O bazar das fábricas do Núcleo Têxtil da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) reuniu grande número de visitantes na Vila Schloesser, entre os dias 13 a 15 deste mês de junho. No local, 12 fábricas associadas à AmpeBr venderam seus produtos de moda bebê, infantil, feminina, masculina, jeans, malhas, fitness e plus size direto para o consumidor, com qualidade e preço acessível. O objetivo do bazar é fazer com que as empresas participantes consigam vender seus saldos diretamente para o público final, com preço bom e de ótima qualidade, segundo a coordenadora do Núcleo Têxtil. A próxima edição do bazar das fábricas deve ser realizada em dezembro. 

Sustentabilidade 

A Zurich Airport Brasil implantou no aeroporto de Florianópolis um sistema que fornece energia elétrica de fontes renováveis para as aeronaves em solo. Os equipamentos garantem que a parte elétrica e o ar condicionado dos aviões em solo funcionem apenas com a energia fornecida pelo aeroporto, adquirida no Mercado Livre de Energia e certificada com o I-REC (Certificado Internacional de Energia Renovável). Antes disso, era necessário usar geradores externos a diesel ou acionar a turbina a querosene do próprio avião para manter o funcionamento. A mudança espera reduzir a emissão de cerca de 1300 toneladas de CO2 por ano no terminal de Florianópolis. 

Club & Casa 

A Marazul Piscinas, de Balneário Camboriú, sediou o evento do Club & Casa, que reúne e premia designers e arquitetos que se destacam no segmento. A designer de interiores Suely Baldo, recebeu o reconhecimento ArchTools, concedido pelo Club. Com 35 anos  de história, a Marazul é a maior especialista e revendedora de Spas Jacuzzi em SC e já é presença confirmada no CasaCor SC 2024, que inicia em Itapema no final deste mês. 

Roleta 

Com voto contrário, dentre outros, do senador Amim, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou a legalização de cassinos e bingos. O projeto prevê a instalação de um cassino por Estado (Balneário Camboriú é candidatíssimo) e no Distrito Federal, com algumas exceções: São Paulo poderá ter até três, enquanto Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, dois, levando em consideração a população e o tamanho do território. 

Corrupção ampla

A prisão de sete prefeitos de SC, na Operação “Fundraising” e o fato de 22 prefeitos serem alvo de mandados de busca e apreensão como parte das investigações, revela o quanto a corrupção está disseminada e visceralmente impregnada nas nossas organizações públicas. De alarmar, porque, conforme indícios fortes, é uma corrupção organizada e, no caso, com a envolvência de um grupo empresarial conhecido. Desses, cujos donos só fazem se exibir nas redes sociais. 

Boleia 

Classe de trabalhadores que sofre horrores, enfrentando estradas ruins e assaltos, os motoristas profissionais das categorias de transporte rodoviário de cargas agora poderão usar os pátios internos da Polícia Militar Rodoviária de SC como pontos de parada para descanso. Estavam sendo proibidos de parar em postos de gasolina. A garantia foi dada pela lei estadual 18.935, sancionada pelo governo de SC. 

Drogas e cerveja 

É de um salário mínimo a multa proposta em projeto de lei prestes a ir para deliberação do plenário da Assembleia Legislativa pelo porte e uso de entorpecentes em ambientes públicos em SC. Saber como implantá-la e fiscalizar seu cumprimento são outros quinhentos. Na mesma data, quando ele passou por uma comissão, foi aprovada a ampliação do horário de venda de cerveja dentro dos estádios e arenas esportivas. Se passar, será permitida que a comercialização ocorra até duas horas antes e duas horas depois do início do evento esportivo. Atualmente, é de meia hora antes e meia hora depois. 

Justiça rápida 

Que outras vantagens a Arbitragem proporciona? Sigilo, informalidade, decisões técnicas e possibilidade de solução amigável são aspectos positivos desse procedimento. De natureza sigilosa, a Arbitragem pode evitar o constrangimento da exposição pública de conflitos envolvendo pessoas ou empresas, além de possíveis danos de imagem e prejuízos. Também importante é o caráter técnico das decisões arbitrais, diferentemente do juiz de direito, que decide questões em setores diversos, o árbitro é um especialista na área do conflito. O estímulo à colaboração das partes e dos árbitros na busca de soluções pode evitar animosidade, ampliando as possibilidades de se preservar a relação entre os envolvidos durante e após o procedimento arbitral. A informalidade e a linguagem simples contrastam com a formalidade do Judiciário. Além disso, as partes têm flexibilidade para definir as regras do procedimento, que vão desde o local da Arbitragem até a lei aplicável. Em alguns casos, os custos da Arbitragem podem ser inferiores ao da ação judicial, principalmente quando se levam em conta os gastos de uma eventual demora do julgamento do caso na Justiça. Os 10 mandamentos da Arbitragem: rapidez, sigilo, decisões técnicas, possibilidade de soluções amigáveis, ausência de recursos, informalidade, custos menores em algumas situações, flexibilidade, linguagem simples, maior autonomia das partes. 

Dois discursos 

No assunto Defesa Civil em SC, o governo estadual se orgulha do modelo que tem, mas esconde algumas falhas. Conforme o Tribunal de Contas, os investimentos na Defesa Civil Estadual ficaram mais de 60% abaixo do previsto entre 2020 e 2023, além do não pagamento de R$ 58 milhões em emendas impositivas dos deputados estaduais que seriam destinadas para investimentos no setor. 

Mais seguro 

O portal do jornal O Globo, tido como o de notícias mais lido do Brasil, passou a exibir um banner patrocinado pelo governo de SC, que mostra aos brasileiros que “SC é o Estado mais seguro do Brasil”. Há os que não gostam disso. Acham que isso atrai “gente indesejável” para cá. 

Sem transparência 

Um estudo que acaba de ser divulgado mostra que há um apagão na disponibilidade de dados sobre políticas públicas nas capitais brasileiras: 21 das 26 estão relacionadas com o pior nível de transparência. Na pontuação, de 0 a 100, a cidade de São Paulo é líder, com 47% e Florianópolis em 13º, com apenas 7%. Quanto mais próxima de 100 é a pontuação, maior é a qualidade e a disponibilidade de dados abertos naquele município. Mas o que dizer de Maceió, Rio Branco e Boa Vista com 1,1 e 0?

Celesc privatizada 

As lideranças sindicais dos eletricitários em SC estão com suas antenas ligadas e de prontidão depois que o presidente da Celesc deu uma entrevista para o jornal “Valor Econômico” admitindo, mesmo que de forma vaga, que a privatização da empresa “deve estar sempre no horizonte”. A destacar: a estatal catarinense tem a segunda menor tarifa do Brasil, entre as mais de 50 concessionárias: cerca de 18% abaixo da média nacional. 

Menos homicídios 

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou o Atlas da Violência 2024. Brusque aparece como o quinto município com menor taxa de homicídios entre as 319 cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. Os dados são de 2022. O indicador analisa homicídios registrados (a), homicídios ocultos (b), que se referem a mortes violentas não registradas e homicídios estimados (a+b). O município brusquense tem uma taxa de homicídios estimados de 4,2 a cada 100 mil habitantes, Brusque é a terceira cidade catarinense com menor taxa de homicídios, atrás apenas de Tubarão (3,6), que está em quarto lugar e Jaraguá do Sul (2,2), em primeiro lugar. O delegado regional de Brusque afirma que os dados reforçam que o município é um bom local para morar, investir e viver. 

Mais notícias www.acdiegoli.blogspot.com


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -