- Publicidade -
- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

PIB de SC cresce 3%

O Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina registrou em 2022 crescimento de 3% e chegou a R$ 455,6 bilhões. O dado confirma desaceleração frente ao ano anterior, quando a economia estadual registrou uma das maiores altas anuais, de 8,7%, conforme a última atualização. Estas são estimativas do governo do Estado porque o PIB oficial das unidades da federação, divulgado pelo IBGE, sai um ano depois, sempre em novembro. A alta de SC em 2022 resultou de crescimento de 2,5% da agropecuária, 3,8% dos serviços e 1,3% da indústria. O comércio cresceu 2,5% e a indústria de transformação teve queda de 4,3%. Segundo o coordenador dessas projeções destaca também, o índice IBCR-SC, do Banco Central, segundo o qual SC cresceu 5,2% na pandemia, a segunda maior alta do país, atrás do RS.

Crise bancária

- Publicidade -

Desde o dia 10 de março, quando as autoridades monetárias dos Estados Unidos fecharam o SVB (Silicon Valley Bank), os mercados vivem o temor de uma nova crise financeira global. Dia 15, os abalos vieram do banco Credit Suísse, mas também foram dissipados com o socorro do banco central do país. Apesar disso, a maioria dos analistas não vê risco de crise financeira sistêmica mundial. Mas o economista da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), vê preocupação com alta do câmbio e risco de queda das exportações. Os problemas de bancos mal administrados nesta fase de juros altos para conter a inflação tem abalado os mercados financeiros dos EUA e Europa, na maior crise desde o colapso do sistema de crédito de 2008. Contudo, a maior parte das instituições financeiras e economistas não veem risco de crise sistêmica porque hoje, são problemas isolados de bancos mal administrados. Além disso, as autoridades monetárias estão mais preparadas para conter crises e estão fazendo isso sempre que um problema surge. Em 2008, o sistema de crédito quebrou. No Brasil, não existem bancos em crise e o Banco Central está atento, ao mesmo tempo que controla a inflação.

Florianópolis: 350 anos

A prévia do Censo 2023 aponta que a população de Florianópolis passa de 574 mil pessoas, que vêm de diversos lugares do Brasil e do mundo e tornam a Capital de SC um lugar tão especial. Vejamos alguns números: de SC 293,2 mil, do Rio Grande do Sul 53,4 mil, do Paraná 22,3 mil, de São Paulo 19,6 mil, do Rio de Janeiro 7,9 mil e Estrangeiros 4,6 mil. Não é possível precisar quantas cidades cabem dentro dessa aqui. Isso porque cada um dos 574,2 mil habitantes (dados da prévia do Censo 2023 divulgado pelo IBGE) consome Florianópolis de uma forma.

Indústria catarinense

O setor têxtil, de confecção, couro e calçados liderou a geração de empregos formais no Estado no mês de janeiro. Conforme análise do Observatório Fiesc, SC abriu 15,7 mil vagas formais de trabalho. A indústria foi a principal responsável por esse resultado, com saldo de 13 mil vagas, seguida pelos setores de serviços a agropecuária, de acordo com dados do Caged. Os dados colocam o Estado na segunda posição com maior número de empregos registrados entre as unidades da federação. O resultado no mercado de trabalho formal no início de 2023 reflete a melhoria de outros indicadores divulgados anteriormente na economia catarinense, como a intenção de investir do industrial catarinense e a utilização da capacidade instalada, que cresceram acima da média nacional neste ano. Na indústria, o setor têxtil, de confecção, couro e calçados liderou a geração de empregos formais em janeiro, com 3,9 mil vínculos. O destaque foi o segmento de confecção de peças de vestuário. A construção alcançou o segundo maior saldo, com abertura de 3,6 mil vagas, principalmente na construção de edifícios. A expansão de vagas industriais no início do ano representa uma recuperação parcial das perdas ocorridas nos últimos meses, principalmente nos setores que mais empregam na economia catarinense.

Reconhecimento da ONU

O Colégio Cônsul Carlos Renaux, de Brusque, participou da NHSMUN – National High School Model United Nations, a maior conferência do modelo ONU para estudantes do ensino médio. Os alunos Ana Lunardelli Buttchevitz e Gabriel Henrique Tonelli Ristow receberam a premiação dos jovens embaixadores: Award Distinction. E a instituição recebeu outros reconhecimentos: o Award of Excellence Research and Preparation Award of Merit, pelo Projeto Jovem Embaixador (ensino fundamental I e II), Programa ONU (ensino médio) e Eco School. A premiação ocorreu dia 13, em Nova York, e uma comitiva com onze alunos e os professores Camila Zirke e Reynaldo Coimbra participaram do evento.

- Publicidade -

Alta nas vendas

A expectativa da Havan é gerar um crescimento de até 15% nas vendas de Páscoa em relação à data anterior. Temos como tradição realizar a melhor Páscoa do Brasil e temos certeza de que esse ano não será diferente, até mesmo porque a Havan está preparada com variedade de produtos, preço e qualidade.

Ampliação

Inicia neste mês de março, as obras de ampliação do Bloco F (Bloco da Saúde) da Unifebe. O novo edifício, que integrará o Bloco F, contará com quatro pavimentos e 3,4 mil m2. O projeto da nova estrutura prevê a construção de vinte novas salas de aula, sanitários, área de convivência, espaço para cantina e estrutura de apoio. A empresa classificada para a execução da obra foi a Dimensional Engenharia.

Faculdade gratuita

A Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de SC (Ampesc) emitiu nota alertando para “os equívocos” do programa Faculdade Gratuita, de compra de vagas pelo governo do Estado no ensino superior, uma das prioridades da gestão do atual governador. A entidade reclama que, como posto, o programa não é direcionado ao aluno e sim para as instituições de ensino, que totalizam 14, de caráter comunitário privado. O problema é que ele deixa de fora 84 instituições particulares.

Diplomacia trabalhista

As diferenças entre o empresário Luciano Hang (leia-se Havan) e os sindicatos tendem a se encurtar um pouco diante da surpreendente iniciativa de convidar o presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores) para visitar a sede da empresa em Brusque. Nessa aproximação há interesses, um dos principais é promover um combate às plataformas digitais internacionais, como a chinesa Shein, que estaria fazendo concorrência desleal e gerando a falência de muitas empresas brasileiras. Ela tem 4,5 milhões de clientes ativos no Brasil a faturou R$ 8 bilhões em 2022. Outra que está aparecendo no caminho por aqui é a espanhola Mango, rival da Zara.

Concurso Brasileiro de Cervejas

A Agnus Cervejaria, de Brusque, conquistou a medalha de bronze no 11º Concurso Brasileiro de Cervejas. O estilo premiado foi o Stout. Também competiram os estilos Pilsen, Ipa, Barley Wine e Apa. A premiação aconteceu no Parque Vila Germânica, em Blumenau, dia 8. Ao todo, 565 cervejarias de 25 estados participaram do concurso. No total, foram apresentados 4.085 amostras. Por conta disso, a edição deste ano contou com o maior número de medalhas de bronze, prata e ouro distribuídas, somando 173. A Agnus Cervejaria existe desde 2017 e está localizada em frente à fábrica, na rua DJ 017, no bairro Dom Joaquim. Atualmente, além do pub, ela oferece serviços de delivery de chopp para festas em geral. As cervejarias usam esse prêmio para ficarem mais conhecidas. Consequentemente, com a premiação, o número de vendas aumentará, segundo o gerente do estabelecimento.

Endereço histórico

Com vista para o mar, as obras do novo arranha-céu de Itapema devem iniciar ainda em 2023. O local escolhido para a realização do projeto audacioso é conhecido por moradores e frequentadores do bairro Meia Praia. O Edifício Chapecó, que foi escriturado em 1974 e fica na rua 247 é a mais nova obra. Será neste local, que abrigou o primeiro prédio de Meia Praia, e será construído o Elizabeth II Royal Home, segundo o sócio-diretor de uma construtora de luxo que atua com empreendimentos de alto padrão em Itapema. A nova obra será desenvolvida com muita dedicação e nobreza.

Menos veneno

Outra notícia para se louvar: um programa do Ministério Público de SC voltado à segurança alimentar, que começou em 2011, mostra que houve redução do uso irregular de agrotóxicos no Estado. Atualmente com foco principal na alimentação distribuída nas escolas públicas, detectou-se que em 2022 foram constatadas desconformidades em 13,15% das amostras, uma grande diferença com os resultados de 2011, quando 34,4% apresentaram irregularidades.

Suspeita

O Tribunal de Contas do Estado mandou suspender todos os atos administrativos vinculados à registro de preços de pregão eletrônico promovido pelo Consórcio Interfederativo SC (Cincatarina), para gerenciamento da frota dos órgãos públicos dos 295 municípios do Estado, no valor de R$ 131 milhões, para serviços de manutenção preditiva, preventiva e corretiva de veículos e de equipamentos, com fornecimento de pneus, óleos lubrificantes e de lavação. Chamou atenção, particularmente, a diminuta concorrência.

Vigarice

Espanta ver tanta gente razoavelmente culta, informada e com bom salário, caindo até inocentemente nesses esquemas de pirâmide financeira, como o desfeito recentemente no Litoral Norte do Estado. Há poucos dias um igual desmantelamento em Balneário Camboriú. Beiram a zero as chances de ter o dinheiro de volta. Muita gente ficou sem nada da noite para o dia.

Terrenos baldios

Segundo projeto de lei que busca terrenos baldios em Brusque e realizar uma oferta aos proprietários. O objetivo é tornar os locais sustentáveis com foco na plantação de flores e alimentos orgânicos. A ideia já vem sendo praticada em várias cidades e pode ser uma alternativa para os proprietários dos terrenos. A ideia é aproveitar esses espaços urbanos promovendo conservação do solo, mantendo o terreno limpo, criando espaços verdes e evitando acúmulo de lixo, insetos e roedores.

Pleno emprego (1)

A propósito da privilegiada posição nacional de SC, que tem um índice de desemprego inferior a 4%, Itajaí com 220 mil habitantes, que acaba de assumir o segundo PIB do Estado, à frente de Florianópolis e depois de Joinville em primeiro, tem no momento 1,5 mil vagas de emprego. A falta de gente para trabalhar ficou evidente neste verão. Um levantamento feito pela unidade do Estado da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) mostrou que quase 64% dos estabelecimentos tiveram dificuldades para encontrar pessoal qualificado apontado pelos empresários do setor. Em segundo lugar apareceu o custo com insumos (54%). SC é o que mais frequenta o topo do ranking daqueles com menor taxa de desemprego do País desde o início da série histórica da Pnad Contínua, em 2012. No ano passado, a taxa ficou em 3,2%. Seria menor ainda se houvesse mais qualificação.

Pleno emprego (2)

Notícia recente de orgulhar os catarinenses: em 2022, SC, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia encerraram o ano com uma taxa de desocupação abaixo de 4%. Enquanto no resto do país, estão 8,6 milhões de desempregados, os quatro vivem uma realidade diferente, com uma disputa intensa pela mão de obra. A explicação dos experts quanto a SC ter tão baixo desemprego vai além do campo, a realidade maior dos outros três. Dizem que com agronegócios e indústria alimentícia no oeste, indústria metalmecânica e têxtil no norte, turismo e tecnologia no litoral e indústria cerâmica e de móveis no sul, a diversificação da economia catarinense torna improvável uma explosão no desemprego mesmo quando o país enfrenta crises severas. Situação invejável, não?

Viagem no tempo

Discos, miniaturas, plantas e antiguidades de todos os tipos estavam presentes na 19ª edição do Mercado de Pulgas, em Brusque. O evento teve início na sexta-feira, dia 10, e seguiu até domingo (12), no Pavilhão de Eventos. Nesta edição, a feira reuniu 140 expositores de seis estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A expectativa do Clube de Bicicletas Antigas, entidade que organiza o evento, era de 15 mil pessoas. O evento está cada vez mais frequentado, segundo um dos organizadores. Traz um grande público e impacta na economia da cidade, movimenta hotéis, restaurantes, centros comerciais. Contribui para a geração de renda da região. Um dos espaços mais movimentados no Mercado de Pulgas, segundo Rafael Panini, que expõe há nove anos neste evento, foi os brinquedos antigos, quando começou a participar de feiras pelo Brasil.

Visita ao CGR Brusque

Como parte da programação da 14ª Semana de Engenharia do CEAB (Clube de Engenharia e Arquitetura de Brusque), foi realizada uma visita ao CGR (Centro de Gerenciamento de Resíduos) da Veolia, conhecido popularmente como aterro sanitário, onde é feito o recebimento e o tratamento dos resíduos provenientes de 15 cidades da região. O Grupo Veolia, que há três anos adquiriu a empresa Recicle, é responsável pelos serviços de coleta, transporte e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos das cidades de Araquari, Brusque, Balneário Piçarras, Barra Velha, Penha e Navegantes, contratos executados por meio de concessões, com exceção de Navegantes.

Vagas no Sine

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Brusque está com mais de 300 vagas de emprego disponíveis no momento. O setor industrial é o que concentra a maior parte das vagas em março. Além de comparecer na agência do Sine, localizada na Rua Rodrigues Alves, na Praça da Cidadania, o interessado pode entrar em contato através do telefone (47) 3355-9763. O candidato receberá uma mensagem automática com o link do grupo do Sine, onde poderá acessar a lista de vagas ofertadas. No início do ano, o Sine ainda estava cadastrando as vagas disponíveis no mercado.

Homenagem ao Maestro

A Camerata Florianópolis realizou sábado (18), mais uma homenagem ao compositor catarinense Edino Krieger. Desta vez, o espetáculo foi apresentado no Teatro do Centro Empresarial, em Brusque. A apresentação da orquestra, sob a regência do maestro Jeferson Della Rosa, trouxe para cordas de Edino Krieger e teve como solista o violinista Elias Vicente Souza.

Arquitetura

O projeto urbanístico de um complexo multiuso: residencial, comercial e corporativo, é um dos quatro brasileiros selecionados apresentado no festival de arquitetura MIPIM, no Palácio dos Festivais, na cidade francesa de Cannes. O projeto, no Centro de Joinville, é inovador com conceito contemporâneo, por incluir espelhos d’água, praças e áreas de lazer aos condomínios residenciais, comerciais e corporativos. A iniciativa foi da Hacasa Empreendimentos e a concepção do escritório Koenigsberger Vannucchi, que assinou mais de 10 milhões de m2 em projetos por todo o Brasil.

Veterinários demais

A exemplo de ações da OAB quanto ao excesso de cursos de Direito no país, agora é o Conselho Federal de Medicina Veterinária que está pedindo na Justiça a suspensão de novas vagas por pelo menos cinco anos. Espanta saber que no Brasil há 536 cursos, enquanto o restante do mundo tem 360. Em SC são 7 (IFC-SC, UniSociesc, Furb, UNC, Udesc, Unisul e UFSC).

Busca por crédito

Com emprego estável, o catarinense quer investir em si ou no seu negócio. Um sinal disso acaba de ser divulgado: o Indicador de Demanda das Empresas por Crédito, da Serasa Experian, revelou que na região sul do Brasil, em janeiro, SC foi o Estado que registrou a maior alta na busca por crédito, marcando 11,8%. Na outra ponta, com retração, compareceu o estado do Rio de Janeiro, com -22,2%.

O Brasil e o agro

Não encontro argumentos para justificar os ataques ao agronegócio brasileiro. Nosso agronegócio responde por, aproximadamente, 27% de todas as riquezas produzidas no Brasil, impactando positivamente o PIB nacional. Contra as narrativas de que o agronegócio significaria desmatamento e destruição de florestas os dados oficiais apontam que o Brasil é um país livre e extremamente preservado. A comparação com outros países é a melhor evidência disso. Segundo o vídeo “Preserved Brazil”, disponível nas redes sociais, 66% do território brasileiro é totalmente preservado, número que chega a 84% quando o assunto é a Amazônia e 85% da energia elétrica consumida no Brasil vem de fontes renováveis. Há quem fale da Amazônia sem nunca ter andado por lá. Algumas críticas extrapolam o limite da razoabilidade, dado o desconhecimento. Nosso país é responsável por um em cada cinco pratos de alimentos consumidos no mundo, com apenas 7% de nosso território para a agricultura, enquanto 14% é território indígena protegido. Países do G-20, com 80% do PIB mundial, são responsáveis por 78% do monóxido de carbono emitido na atmosfera. O Brasil, por outro lado, é responsável por apenas 2,9% dessas emissões.

Feio

Dezoito estados, entre eles SC, e o Distrito Federal, não forneceram dados sobre violência contra as mulheres em 2022, em pedido feito pelo Observatório da Mulher contra a Violência, do Senado, em parceria com a empresa social Gênero e Número e o Instituto Avon. Como se sabe, no assunto SC tem dados pouco lisonjeiros sobre o assunto. O pedido foi feito com o propósito de unificar, organizar, analisar e monitorar estatísticas públicas nacionais sobre violência contra mulheres.

Vacinas

A cobertura vacinal abaixo da meta foi um dos destaques negativos da política estadual de saúde catarinense em 2022. Apenas a vacina tríplice viral bateu a meta de 95%. As demais, como poliomielite, BCG e hepatite, atingiram menos de 90% do público-alvo imunizado. É lamentável.

Intolerância religiosa

Casos de intolerância religiosa ganham os holofotes diariamente na imprensa e nas redes sociais. É cada vez mais comum acompanhar celebridades que perdem seguidores porque assumem uma religião que desagrada a audiência, especialmente as de matriz africana. Ao analisar a maneira como a única disciplina constitucionalmente obrigatória no currículo escolar é regulamentada e implementada em SC. Ficou constatado que as instituições costumam aplicar o modelo “fenomenológico”. Tal postura aborda a religião a partir das premissas científicas e históricas, sem julgar quais crenças são válidas ou não. Diferentemente do Rio de Janeiro, onde se aplica o modelo “confessional”, que abraça uma fé determinada conforme a opção religiosa do aluno ou de seu responsável. As duas frentes, porém, possuem pontos problemáticos, conforme o estudo. No caso de SC, há limitação dos espaços de visibilidade para religiões minoritárias, como as afro-brasileiras.

Acolhimento

Pomerode, pouco a pouco, está se tornando um dos grandes destinos turísticos de SC. E ganhou mais pontos, com a divulgação da plataforma Booking, com que colocou a cidade entre as 10 mais acolhedoras do Brasil neste ano. A escolha foi feita com base em 240 milhões de avaliações verificadas de viajantes reais. O primeiro lugar ficou com Porto de Galinhas, em Pernambuco.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -