- Publicidade -
22.8 C
Balneário Camboriú
Enéas Athanázio
Enéas Athanázio
Promotor de Justiça (aposentado), advogado e escritor. Tem 60 livros publicados em variados gêneros literários. É detentor de vários prêmios e pertence a diversas entidades culturais. Assina colunas no Jornal Página 3, na revista Blumenau em Cadernos e no site Coojornal - Revista Rio Total.
- Publicidade -
- Publicidade -

CALENDÁRIO CURIOSO E DIVERTIDO

Graças à gentileza do amigo Cícero Pedro de Assis, poeta e cordelista, venho recebendo todos os anos o Calendário Nordestino. Trata-se de um almanaque que vem sendo publicado há 64 anos por José Costa Leite e hoje bastante conhecido em todo o país. No estilo das antigas publicações do gênero, muito valorizadas, existentes em todas as casas, contém as mais diversas informações e aborda assuntos de interesse prático. Lembro-me de que nas cidades campeiras aqui do Estado era comum encontrar um almanaque pendurado em algum local e sempre à mão para ligeira consulta.

No exemplar que tenho em mãos, dedicado a 2023, a capa proclama que se trata de uma obra de qualidade e tradição, elaborada por uma pessoa do signo de leão. Na página seguinte surge um caprichado acróstico com as palavras do título, encerrando com a declaração de que é  “o almanaque chamado o campeão.” Na mesma página são informadas as datas das festas móveis do ano, assunto de interesse dois festeiros e do povo em geral: cinzas, páscoa, ascensão, Espírito Santo, Santíssima Trindade, corpo de Cristo, Coração de Jesus, advento. As fases da lua aparecem em seguida. Ninguém poderá alegar ignorância sobre tão importantes temas. A página se fecha com uma frase que exprime a sabedoria popular e cujo autor presumo seja o editor: “Cada instante que passa é uma gota de vida que nunca mais torna a cair.”

Longa oração para todos os tipos de males físicos ocupa boa parte de uma página. Mesmo os que não são muito chegados a rezas devem repeti-la todos os dias, afinal nunca se sabe. No pé da página aparece uma informação que todos sabemos, ou deveríamos saber, mas que anda esquecida: “A lua dá uma volta ao redor da terra em 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 5 segundos.” Lições práticas sobre cereais, mercados de gêneros, dias de plantações, flora medicinal, os trimestres do ano e até a previsão do tempo são registrados para orientação dos interessados. É claro que o horóscopo não poderia estar ausente. No meu caso, Ariano que sou, adverte que me cuide dos falsos amigos e que confie desconfiando! Já o de Jandira, minha mulher, afirma que daqui para o Natal ela vai levar uma chuva de dinheiro! Tonara! Ela é de Virgem.  Outra recomendação ao Ariano: Todas as terças-feiras tome um banho normal e enxague com uma água perfumada à base de alfazema. E veja a diferença! E à Jandira, recomenda: Vista-se de branco pelo menos uma vez por semana e reze Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai para Iemanjá numa quarta-feira. Estou atento para verificar se ela obedece. Quanto ao beijo, o do Ariano é quente como o fogo, gostoso e inesquecível, deixando muita saudade. Já o de Virgem é meio frio e indeciso, mas aos poucos vai laborando como fogo no monturo. . .Estão aí apenas alguns dos muitos assuntos abordados pelo almanaque.

Existe ainda uma curiosa coleção de lições colhidas junto ao povo – a vox populi. Registremos algumas:

Ninguém envelhece quando acredita no amor e na vida.

O perdão é a flor mais bonita da vitória.

Amor é o que tem sabor de eternidade.

Se namorar fosse crime e o beijo fosse pecado o céu estaria vazio e o inferno lotado.

O otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errado.

A fé em Deus faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível.

Não fique parado no tempo, corra atrás do que dá mais sentido. Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje mas continue em frente de qualquer jeito.

Cicero Pedro de Assis, em dois inspirados poemas homenageia o jornalista Marcelo Rezende, louvando sua coragem, e o sanfoneiro Zé Bettio cujo desaparecimento consternou seu público. Para encerrar, o editor José Cosra Leite contribui com o poema humorístico “O pai nosso dos cachaceiros.” Todos muito interessantes,

Vale a pena permanecer em contato com o Calendário Nordestino, folheando suas páginas e absorvendo seu conteúdo.  Ele nos coloca no meio do povo brasileiro, não apenas do Nordeste mas de todo o país.

(Endereço: Rua Dr. Júlio Correia, 223 55940-000  —  CONDADO  —  PE).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -