- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Espetáculos teatrais gratuitos para adultos e crianças em Itajaí

O grupo O Dromedário Loquaz apresenta "A mulher do general e a outra" e o infantil "O Pequeno Príncipe" nos dias 24 e 25 de outubro

Ao completar 42 anos de sua fundação, o grupo de teatro de Florianópolis, ‘O Dromedário Loquaz’ realiza uma temporada pelo estado de Santa Catarina com apresentações gratuitas para o público adulto e infantil. 

O Teatro Municipal de Itajaí será o palco para o espetáculo infantil “O Pequeno Príncipe”, no dia 24 de outubro, às 14h30, com uma linguagem poética e metafórica em uma jornada que se dedica para crianças de todas as idades. 

“A mulher do general e a outra”, apresentado no dia 25, às 19h30, aborda a temática do patriarcado.

- Publicidade -

Depois de ter passado por Joinville, Florianópolis, Lages, Concórdia e Alto Bela Vista, sempre com teatros lotados e sob aplauso do público, o grupo chega em Itajaí com grande expectativa. 

“É a realização de um sonho, pois queríamos muito levar os espetáculos para diferentes cidades catarinenses. Estamos numa expectativa de saber como será a recepção do nosso trabalho.”, declara a diretora dos espetáculos Sulanger Bavaresco.

Nascida em Itajaí, a atriz e jornalista Déa Busato, que compõe o elenco do espetáculo “A mulher do general e a outra”, retorna a sua cidade natal depois de toda sua formação e trajetória na televisão e no cinema. 

“Eu me criei em Itajaí e Balneário Camboriú. É uma oportunidade de me apresentar no lugar que eu deixei quando eu tinha cerca de 18 anos para ir fazer teatro no Rio de Janeiro”, conta Déa, que também lamenta a falta de fomento em salas de espetáculos e pouca formação de plateia. 

“A gente se alimenta da plateia em cada espetáculo. O teatro é um organismo vivo e pulsante, para cada noite apresentar uma nova versão de si mesmo”, descreve a atriz.

“O Pequeno Príncipe”

Numa remontagem da primeira versão de 2017, o espetáculo infantil “O Pequeno Príncipe” aborda o universo lúdico e simbólico na infância através de uma jornada em que se revela o segredo daquilo que é o mais importante na vida. Com cenografia aquareladas e roteiro inspirados no livro homônimo escrito por Antoine de Saint-Exupéry, a apresentação conta com canções originais e uma intensa força poética, além de figurinos primorosos e um elenco talentoso ao interpretar personagens que se conectam com as crianças e o público adulto.

“A mulher do general e a outra”

Elenco da peça ‘A Mulher do General e a Outra’ (Foto Mauricio Garcias)

“A mulher do general e a outra”, um espetáculo inédito e com dramaturgia original, foi concebido durante a pandemia, com estudo do texto, criação dos personagens e ensaios on-line. Adaptado a partir da obra homônima de Iur Gomez, dialoga com temas latentes nos últimos anos, ao retratar o domínio do patriarcado em uma cidade interiorana do Brasil no início do século XX. 

- Publicidade -

A apresentação conta com dez atores em cena e mais um pianista que executa ao vivo a trilha sonora, permeado por cenas intensas e músicas que despertam a emoção, construindo uma relação com o público. 

“Para nós foi uma surpresa ver a emoção do público, ver as pessoas chorando, como uma catarse pela história que estamos contando na cena, e com isso percebemos a importância do quanto é preciso ser destacado sobre o tema da mulher em todos os tempos históricos”, comenta Sulanger.

As apresentações fazem parte do projeto O Dromedário Loquaz Circulação Teatral SC, tendo como incentivadora Fort Atacadista, através do Programa de Incentivo à Cultura, da Fundação Catarinense de Cultura, Governo de Santa Catarina. Todos os espaços possuem acessibilidade e as apresentações contarão com intérprete de Libras. 

Os convites serão distribuídos no local de cada evento uma hora antes das apresentações.

Sobre o grupo:

O Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz completou 42 anos em 2023, possui sede na cidade de Florianópolis, e entre seus fundadores estão o ator Ademir Rosa (1948-1997) e o diretor Isnard Mello de Azevedo (1950-1991). 

Atualmente, o grupo é formado por 20 integrantes entre técnicos, atores, músicos e cantores. 

Com mais de 40 espetáculos e ações cênicas e sua trajetória, o grupo reverencia seu passado e aposta no futuro, se reinventando com a participação de novos integrantes e parceiros artísticos, o que revela fôlego para continuar a existir e resistir ao acreditar em um mundo melhor através da experiência e vivência artística.

Serviço:

Projeto O Dromedário Loquaz Circulação Teatral SC

“O Pequeno Príncipe”

24 de outubro, terça, 14h30

Teatro Municipal de Itajaí

R. Gregório Chaves, 110 – Fazenda, Itajaí 

“A mulher do general e a outra”

25 de outubro, quarta, 19h30

Teatro Municipal de Itajaí

R. Gregório Chaves, 110 – Fazenda, Itajaí – SC

Evento Gratuito.

Os convites serão distribuídos no local uma hora antes das apresentações.

Sinopses

‘O Pequeno Príncipe’

Escrita em 1942 por Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe é considerado um dos maiores clássicos da literatura universal. A obra foi adaptada para o teatro pelo Dromedário Loquaz em uma encenação com intensa força poética, ênfase no trabalho dos atores, trilha sonora original, e animação inspirada nas conhecidas aquarelas de Saint-Exupéry como recurso cenográfico. 

Estreado em 2017, o espetáculo alcançou sucesso de público em cidades catarinenses e participou, em 2018, do 22º FENATIB – Festival Nacional de Teatro para crianças e jovens de Blumenau.

A remontagem de O Pequeno Príncipe retoma o contato do grupo com o público infantil e homenageia o ator Sérgio Bellozupko, integrante do Dromedário Loquaz que atuou na montagem original e faleceu em abril de 2020.

No deserto do Saara, um piloto de avião é obrigado a fazer um pouso de emergência. Lá, ele conhece o Pequeno Príncipe, um garotinho que vem de um planeta bem pequeno, distante e muito diferente do nosso. Em uma viagem em busca de novos amigos, o menino encontra personagens plenos de simbolismo: o Rei, o Vaidoso, o Homem de Negócios, o Geógrafo, o Acendedor de Lampiões, a Serpente, a Raposa, entre outros. Ao longo de sua jornada, o Pequeno Príncipe consegue descobrir o segredo do que é realmente importante na vida.

Ficha técnica:

“O Pequeno Príncipe”

  • Direção e adaptação: Sulanger Bavaresco
  • Elenco: Diana Adada Padilha, Cezar Pizetta, Giwa Coppola, Sandro Maquel, Vinicius
  • Pasinato Damian
  • Criação Musical: Diana Adada Padilha, Maria José Martins e Diego Nunes
  • Direção Musical: Maria José Martins
  • Arranjos: Diego Nunes
  • Preparação Musical da remontagem: Luiza Faé Mantovani
  • Figurinos e Adereços: Diana Adada Padilha, Sulanger Bavaresco e Regina Prates
  • Iluminação: Marco Ribeiro e Sulanger Bavaresco
  • Animação: Aline Bertusso
  • Design Gráfico: Mariana Barardi
  • Fotografia: Mauricio Gargias
  • Produção Técnica: Magda Scors Campos
  • Produção Executiva: MAF Economia Criativa – Michel França
  • Realização: Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz Classificação indicativa: Livre

‘A Mulher do General e a Outra’

Com ‘A Mulher do General e a Outra’ o Dromedário Loquaz destaca a questão da mulher como tema central do espetáculo que toma como base o encontro de duas mulheres, uma prostituta e a esposa de um General, em uma encenação que denuncia a violência e a opressão permanentes sobre as mulheres e seus corpos, abordando ainda os temas do patriarcado, da prostituição, da tortura, do estupro e das liberdades cerceadas.

Em uma cidade interiorana, o domínio do patriarcado se estende por todas as camadas sociais. Dalva, a esposa do general, procura a prostituta Jussara no meio da noite para avisar da morte do marido. O encontro das duas mulheres que acreditam pertencer a mundos distintos revelará que dividem semelhante subordinação de suas vidas a decisões masculinas e, embora não tenham sido protagonistas de suas escolhas no passado, passam a vislumbrar novas possibilidades no tempo presente.

Ficha técnica:

“A mulher do general e a outra”

  • Dramaturgia: Sulanger Bavaresco a partir da obra homônima de Iur Gomez
  • Direção Cênica: Sulanger Bavaresco
  • Direção Musical: Eugênio Menegaz
  • Elenco: Dea Busato, Diana Adada Padilha, Cezar Pizetta, Giwa Coppola, Rafael Reüs, Sandro Maquel,Nenê Borges, Julia Maria Bavaresco, Luiza Faé Mantovani, Vinicius Pasinato Damian, Eugênio Menegaz
  • Iluminação: Marco Ribeiro
  • Coreografias: Geovana de Oliveira
  • Cenografia, Figurinos e Adereços: Sulanger Bavaresco e Dromedário Loquaz
  • Assistente de Direção: Diana Adada Padilha
  • Preparação Vocal: Luiza Faé Mantovani
  • Fotografia: Mauricio Gargias
  • Produção Técnica: Magda Scors Campos
  • Produção Executiva: MAF Economia Criativa – Michel França
  • Realização: O Dromedário Loquaz Classificação indicativa: 14 anos

Texto: Gisele Moser/Assessoria Imprensa

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -