- Publicidade -
- Publicidade -
15.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

‘Eu, Você e o Dog’, canção de músico de Balneário, atinge 100 mil streams no Spotify

O músico de Balneário Camboriú, Felk, tem motivos para comemorar: a música autoral lançada por ele em junho do ano passado, ‘Eu, Você e o Dog’, acaba de atingir 100 mil streams na plataforma digital Spotify. A canção foi escrita baseada na história de um casal de amigos do artista, o professor Eduardo e a arquiteta Camila, e o cachorro deles, Pesto. O trio inclusive estrela o clipe do single, que foi gravado na Praia Brava de Itajaí.

Ao Página 3, Felk explicou o quanto o fato é importante, considerando que ele é um artista independente e está longe do circuito Rio-São Paulo, além de que a canção tocou ainda em países como Portugal e Malásia. 

- Publicidade -

“É um sentimento muito bom para qualquer compositor, ver sua música atingir 100 mil streams no Spotify. Acho que essa música também aborda muito os tempos atuais, de casais com seus cachorrinhos de estimação, isso fez com que as pessoas se apegassem a ela e escutassem bastante”, comenta.

O músico destacou ainda que a conquista é também uma ‘afirmação’ de que ele está no caminho certo, sendo um ‘resultado quantitativo’ para que possa medir a satisfação de quem escuta a música e do quanto escuta também. 

“Foi com essa música que o mercado se abriu pra mim e queira ou não é um marco importante de reconhecimento na cena da música catarinense. É um feito que poucos músicos catarinenses atingiram até hoje”, afirma.

Escute ‘Eu, Você e o Dog’ aqui: https://open.spotify.com/album/4iis4U5JCISY7PVzu1ynI8.

Saiba mais

- Publicidade -

Felk começou a tocar com 17 anos, em 2005. Ele era vocalista da banda de rock Os Delirantes, que durou dois anos. De 2007 a 2010 ele deu ‘um tempo’ da música, quando voltou a tocar solo – voz e violão – em diversos bares de Balneário e Itajaí, como Stannis, Didge Steakhouse Pub e Baja California. 

“Eu toquei até a pandemia começar. Sempre costumava apresentar covers e na setlist colocava minhas músicas autorais também”, diz.

Em 2013 o músico lançou um álbum. Até então ele se apresentava como Fernando Horn, seu nome de batismo, mas resolveu trocar para Felk, que representa também o seu estilo musical: o folk, que ele define como uma ‘mistura entre o rock e o MPB’. 

- Publicidade -

“É um violão mais leve, lembra Jack Johnson, Armandinho, que são grandes inspirações pra mim, assim como Oasis, Nirvana, Rubel, Thiago Iorc. Eu também sou surfista, então sigo nessa linha”, explica.

Até 2016, Felk não gravou mais, até que participou do projeto Girafa Session, lançando então mais seis músicas. Foi o incentivo que faltava para gravar mais, mas de forma caseira, com gravações sendo upadas diretamente para o YouTube. Em 2018 e 2019 participou do Festival da Canção de Balneário, e em 2020 lançou a ‘Eu, Você e o Dog’.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: