- Publicidade -
- Publicidade -
19.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

II Café com Mágika conecta artistas para composições autorais conjuntas

Encontros regados com muita música e troca de ideias serão transmitidos ao vivo

Unir várias linguagens artísticas através da vivência e criar algo único para ser compartilhado com o mundo. 

Essa é a proposta do Café com Mágika, que chega a sua segunda edição conectando dois grandes pontos culturais de Itajaí: o espaço de vivência e criação artística da Casa Mágica, e um dos mais conceituados estúdios fonográficos de Santa Catarina, da Café Maestro Produções. 

O projeto foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura de Itajaí de 2021, é patrocinado pelo Instituto Sorrir e começa neste domingo (13). 

- Publicidade -

Nesta edição os convidados serão os músicos Thales Nunes, Dandara Manoela, Carlinhos Ribeiro e o artista plástico Victor Lark. 

Em dias alternados, os quatro artistas passarão um tempo para vivências, trocas e composições de novas criações com o idealizador do projeto, o multi-instrumentista William Fedrizzi.

“Quanto mais o artista estiver aberto a se conectar com a energia da casa e comigo, mais leve será a produção e poderemos extrair o máximo da essência não apenas da expressão artística em si, mas também do olhar individual que cada um de nós tem sobre o mundo”, explica William. 

Depois da vivência na Casa, William receberá os convidados nos estúdios da Café Maestro para uma conversa sobre as criações e uma jam session musical. 

Todos os programas serão exibidos no canal do youtube da Café Maestro Produções. 

O projeto também reflete a forte vocação natural da cidade de Itajaí, que é um celeiro artístico, principalmente musical. 

“A Casa Mágika é um espaço de acolhimento de artistas, que têm aqui um lugar para produzir e criar. Nosso objetivo sempre será fortalecer o trabalho autoral; e aqui ao lado, temos a Café Maestro que consegue mostrar ao mundo essa arte”, explica William. 

- Publicidade -

A conexão na Casa Magika é documentada por Jr Koche, e o make off do encontro é apresentado durante as transmissões, levando para o público um pouco dessa vivência e dessa troca. 

Os artistas do projeto

O primeiro convidado do II Café com Mágika será Thales Nunes, que é violonista, compositor e arranjador de Itajaí e mestre em Interpretação e Criação Musical pela Universidade do Estado de Santa Catarina. 

O programa irá ao ar no dia 13 de novembro, a partir das 20 horas, no canal do youtube da Café Maestro Produções. (https://youtu.be/odqc62EXiLk

Com formação acadêmica em desenho industrial pela Univali, Victor Lark mistura a técnica com a mais pura vocação artística. Especialista em encantar através do sentido da visão com pinturas, entalhe e, atualmente, muralismo com grafite, Lark está no programa que vai ao ar dia 18 de novembro, às 20 horas. (https://youtu.be/JYVOLtrbaCA

O terceiro convidado é o percussionista Carlinhos Ribeiro. Pesquisador de ritmos brasileiros e instrumentação, Carlinhos faz parte das bandas Uniclãs e Música Orgânica e é integrante do Sarau Afro-Açoriano, premiado com melhor disco de 2017 no Prêmio da Música Catarinense e como melhor grupo de Cultura Popular no Prêmio Profissionais da Música de Brasília 2018. 

O programa que trará as imagens da vivência e da composição conjunta de Carlinhos com William irá ao ar no dia 20 de novembro, às 20 horas. (https://youtu.be/3R4HUv4yff4

O fechamento das edições do II Café com Mágika será com Dandara Manoela que é cantora, compositora, percussionista e hoje representa um símbolo de resistência das manifestações culturais afro-brasileiras e de afirmação da mulher negra e lésbica no campo artístico. 

É vencedora dos prêmios catarinenses de melhor cantora (2017) e melhor álbum (2018). O programa com Dandara Manoela será exibido no dia 25 de novembro, às 20 horas, também pelo canal do youtube da Café Maestro Produções. 

Os programas serão apresentados pelo proponente do projeto, o produtor artístico e músico William Fedrizzi, que atualmente integra a banda Oros Boros. 

Agenda:

13 de novembro (20h) – Thales Nunes 

18 de novembro (20h) – Lark 

20 de novembro (20h) – Carlinhos Ribeiro 

25 de novembro (20h) – Dandara Manoela 

Texto: Adelaine Zandonai

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -