- Publicidade -
- Publicidade -
24.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

IFC Camboriú oferta cursos gratuitos para idosos

O Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú está com as inscrições abertas, até 19/03, para os cursos de extensão para as pessoas idosas.

Ao todo são seis cursos gratuitos.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Estudo da Pessoa Idosa (NEPI) do IFC, Flávia Fernandes, as atividades são nas áreas de: informática, plantas medicinais, horticultura, proteção e defesa civil, inglês, espanhol e oficinas de jogos. Os cursos serão ministrados no decorrer do primeiro e segundo semestre de 2024.

- Publicidade -

Para participar, os interessados devem ter acima de 60 anos e morar na região de Camboriú/SC. As inscrições são on-line, por meio do formulário disponível em: https://bit.ly/inscricaoidosos

Os interessados devem preencher o cadastro, informando o nome completo, data de nascimento, CPF, RG, telefone e e-mail válidos. 

Caso o candidato necessite de ajuda para fazer a inscrição, deve pode procurar a Presidente do Conselho do Idoso, pelo telefone: (48) 98409-4066.

Confira os cursos disponíveis:

  • Inicialização tecnológica para pessoas idosas (10 vagas)
  • Plantas medicinais (10 vagas)
  • Autoproteção e defesa civil (10 vagas)
  • Inglês e espanhol (10 vagas)
  • Clube de jogos (10 vagas)
  • Horticultura urbana (10 vagas)

Seleção dos candidatos

A seleção será de acordo com a ordem de inscrição e número de vagas disponíveis para cada curso ofertado.

Sobre o NEPI

O NEPI tem como princípios a cidadania ativa e como missão desenvolver, criar, sistematizar e socializar o conhecimento a todas as pessoas idosas da região, inserido-as no meio acadêmico e comunitário para serem sujeitos em transformação e transformadores.

O NEPI é voltado para o fomento aos estudos das questões relativas à área da gerontologia e desenvolvimento de ações de inclusão e ensino das pessoas idosas. Além disso, é voltado para formar recursos humanos nos diversos níveis; manter atividades interdisciplinares de ensino, pesquisa e extensão; divulgar e desenvolver ações institucionais e interinstitucionais; assessorar entidades na organização de programas de valorização das pessoas idosas; oferecer subsídios para uma política de resgate do papel da pessoa idosa na sociedade; realizar treinamentos, palestras e consultorias na área gerontológica.

- Publicidade -

Fonte: Coordenadoria Especial de Comunicação (CECOM)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -