- Publicidade -
- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Marcelo Achutti assume a Secretaria de Educação de Balneário Camboriú: “Não vim para criticar e sim somar”

Ele estreia um dia antes do início do ano letivo na rede municipal e promete: agora não tem mais bandeira partidária

Dos três vereadores do MDB que desde a semana passada se aliaram ao PL, partido do prefeito Fabrício Oliveira, o primeiro a ser nomeado foi Marcelo Achutti, que ganhou a Secretaria da Educação, que assumiu nesta segunda-feira (6), véspera do início do ano letivo da rede municipal.

Os vereadores Nilson Probst e Elizeu Pereira ainda aguardam nomeação.

Achutti pretende unir viés da administração e pedagógico

O novo secretário disse ao Página3 que participou da reunião do secretariado de Fabrício nesta segunda-feira. Ele substitui Elisabete de Almeida Souza, a Bete, que por sua vez estava substituindo Marilene Cardoso, que deixou a Educação em 20 de janeiro. 

- Publicidade -

“A Bete segue minha secretária adjunta. Ela tem uma grande contribuição com a Educação de Balneário Camboriú, uma trajetória de 40 anos. Imagina, eu tenho 45 anos. Conversei com o prefeito Fabrício para ela continuar comigo, pois é uma tranquilidade ter ela, que tem muito know-how”, afirmou.

Muitas pessoas questionaram por qual motivo Achutti está assumindo a Educação, e ele salientou que além de ser filho de professora (ele disse que a consultou para saber se deveria aceitar ou não o cargo), a sua avó, Iolanda Achutti, era responsável pelo Centro Educacional Vianna de Carvalho. 

“Tenho formação na área de Gestão Pública, sou pós-graduado, e vou buscar montar uma equipe técnica, desenvolvendo a parte de gestão e contando com o suporte da Bete na questão pedagógica. Eu acredito que estou muito apto, pois já passei pela Emasa e Funservir, por exemplo. A Educação exige uma equipe integrada e é isso que vou buscar. Não vim para dividir, não vim para criticar e sim somar, para dar continuidade aos trabalhos”, acrescentou.

“Não vou ficar em gabinete, quero ir para a rua”

Achutti defendeu que quer ajudar a Educação de Balneário Camboriú com o seu conhecimento, enfatizando que conhece de perto as demandas da comunidade e que sabe, por exemplo, que muitas unidades precisam de reformas. 

“Não vou ficar em gabinete. Quero ir para a rua, ver os problemas. Quero ter a oportunidade de implementar o colegiado, de planejar junto, dando atenção às gestoras e unidades, ouvindo e dialogando, quando for necessário, com o sindicato… a partir de quando assumi, não tem bandeira partidária, e sim fazer a gestão, implementar metas… é baseado nisso que assumi”, pontuou, afirmando ainda que ‘foi e é crítico por natureza’.

Aulas retornam nesta terça

As aulas da rede municipal de ensino de Balneário retornam nesta terça (7), já as da rede estadual começam na quarta (8). Achutti diz que começar na Educação às vésperas do retorno dos estudantes pode ser ‘um desafio’, mas que ele está assumindo com ‘tranquilidade’ pelo apoio que vem recebendo da equipe da secretaria. 

“O foco é parar de pensar no cargo de secretário e sim definir as ações junto do colegiado, com a tomada de decisão final por parte do prefeito. Tenho vários desafios neste ano, como o ensino integral e a eleição dos gestores, mas tudo será definido com muita cautela e dialogando. Não podemos errar nas decisões. Agora, não estarei como vereador e sim como secretário, às vezes terei que tomar decisões que iriam contra o pensamento que eu tinha, assim como aconteceu quando estive na Emasa. A grande prioridade agora são as reformas e manutenções das escolas, que é o fundamental do momento. No decorrer dos meses, vamos identificando demais pontos emergenciais, debatendo e unindo a administração com a questão técnica”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -