- Publicidade -
- Publicidade -
19 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Juliana Tedesco fala sobre o retorno pós-pandemia dos cruzeiros e antecipa novidades para 2023

A família Tedesco é parte da história de Balneário Camboriú por seu envolvimento com o turismo há várias décadas, através de empreendimentos como o Mini Golf, Camping Camboriú, Boliche, Shopping de Verão, até os mais recentes Parque Unipraias, Barco Pirata, Tedesco Marina Garden Plaza e Atracadouro Barra Sul, onde chegam os cruzeiros (só nessa temporada são mais de 20 escalas confirmadas, sendo a próxima em 6 de dezembro). 

A atual gestora do Grupo Tedesco, Juliana Tedesco, conversou com o Página 3 e dividiu algumas novidades. Acompanhe abaixo.

JP3: Como vê a importância do retorno dos cruzeiros com uma temporada completa, agora, oficialmente, após a pandemia de Covid-19?

- Publicidade -

Juliana Tedesco: O turismo náutico mostrou sua potência para o litoral e Estado de SC nos últimos 15 anos. Abrindo várias novas frentes de negócios, serviços e empregos, assim como a vinda de grandes estaleiros para a região. Uma movimentação e injeção na economia muito expressiva. E agora com mais esse importante setor do turismo de cruzeiros que teve sua abertura em 2016, com o Atracadouro Barra Sul, em Balneário Camboriú, a tendência, já consolidada, no crescimento da cidade com a vinda de milhares de cruzeiristas  que desembarcaram e visitam a cidade, usufruindo do comércio e serviços como um todo. O impacto econômico médio gerado por cruzeiristas nas cidades de embarque e desembarque na temporada 2021/2022 foi de R$ 770,97. Além da visibilidade que a cidade ganha no Brasil e no mundo com esses turistas que muito provavelmente retornarão para estadias mais longas na cidade pelo que Balneário Camboriú oferece. 

O impacto dos cruzeiros no turismo local (Divulgação/Grupo Tedesco)

JP3: Vocês percebem que os turistas aprovam Balneário? Muitos descem conhecer a cidade?

Juliana Tedesco: A aprovação é quase unânime. Os turistas descem com uma grande expectativa para visitar a cidade e seus pontos turísticos. Segundo dados da pesquisa realizada da FGV/CLIA Brasil, 87,2% dos entrevistados indicaram anseio de retornar ao destino visitado a lazer, o que deixa evidente a positiva exposição dos destinos durante as viagens de cruzeiro. A grande maioria está visitando Balneário Camboriú pela primeira vez e o retorno é sempre positivo e muitos pretendem voltar. 

A passarela de vidro no mirante Unipraias (Divulgação/Grupo Tedesco)

JP3: O que esperam desta temporada? Quais são os ‘destaques’ deste verão? Considerando que muitos dizem que tende a ser uma ‘super temporada’…

Juliana Tedesco: Estamos vendo um turismo forte pós-pandemia. Impulsionado pelas mudanças que a cidade executou como o alargamento da faixa de areia sendo mais  um marco no turismo e Balneário Camboriú está cada vez mais bem posicionada no mercado e em crescimento em vários setores. 

JP3: E há novidades do Grupo Tedesco?

A mega torre, novidade anunciada para 2024 (Divulgação/Grupo Tedesco)

Juliana Tedesco: Estamos trazendo novos equipamentos e investimentos para a cidade já para essa temporada, como no Parque Unipraias, onde há o novo boulevard e passarela de vidro; no Barco Pirata, com o maior barco temático de madeira do Brasil com capacidade para 650 passageiros. Assim como o Multiparque que será a nova atração do Grupo Tedesco para o ano que vem. E para 2024 a Bontur ainda lançou a nova atração para comemorar os 25 anos do Parque Unipraias, com a atração Super Gyro Tower, uma mega torre de observação com capacidade para 50 passageiros e altitude de 300 metros. Então, com bons investimentos a tendência da cidade é cada vez mais se tornar o desejo de destino das pessoas Brasil afora por Balneário Camboriú ser uma cidade única, moderna, tecnológica e com qualidade de vida de alto nível. 

- Publicidade -
O maior barco temático: 650 passageiros (Divulgação/Grupo Tedesco)

JP3: Espaço aberto para considerações finais…

Juliana Tedesco: Estamos trabalhando no processo de para receber navios de entrada e saída do país no Atracadouro Barra Sul, isso será mais um ponto forte no turismo náutico da região pois vai movimentar muito mais o setor que irá receber navios em trânsito e a cidade vai ter outro importante serviço para oferecer.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -