- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Última apresentação do Kiss no Brasil: após 50 anos, banda está se aposentando

‘I wanna rock and roll all night and party every day’… quem nunca ouviu essa música? O sucesso, lançado em 1975 pela banda Kiss, foi entoado pela última vez ao vivo no Brasil, na noite de terça-feira (25), no Hard Rock Live, em Florianópolis, e eu estive lá.

O público da grande noite – a última do Kiss no Brasil, pois a banda está encerrando a carreira após 50 anos de sucesso, com a turnê End of The Road – World Tour, era variado – de idosos a adultos com filhos (muitas crianças!) como ainda jovens. 

(Foto Renata Rutes)

Muitos deles estavam com o rosto pintado, assim como fazem Paul Stanley, Gene Simmons, Eric Singer e Thommy Thayer, que seguem com a tour até o final deste ano, devendo encerrar nos Estados Unidos.

- Publicidade -
(Foto Renata Rutes)

Encontrei por lá uma família de Araranguá, Thaiara Fragnani estava com o esposo Luciano, que é grande fã do Kiss e coleciona discos, e com a filha deles, Valentina, de 11 anos, que estava com a tradicional estrela de Paul pintada no rosto. 

A família de Araranguá (Foto Renata Rutes)

Thaiara disse que ela e o marido haviam se motivado a ir para Florianópolis pela filha, que vibrou durante toda a apresentação, cantando todas as músicas, no colo do pai Luciano. E esse era o clima de vários dos fãs que estavam lá – com muitos comentários como ‘não é um cover, É O KISS MESMO!’, sendo entoados. 

A sensação era agridoce – de fato era o Kiss ali, mas era a última vez que os brasileiros veriam a banda se apresentar por aqui. 

Os artistas já falaram por muitas vezes que estão deixando os palcos exatamente pela intensidade do show: eles usam desde sempre saltos enormes, figurinos pesados, e pulam muito durante a apresentação. 

Imagina viver essa rotina por 50 anos? 

(Foto Renata Rutes)

E os músicos já são idosos: os dois integrantes da formação original que seguem na banda, Paul e Gene, tem 71 e 73 anos, respectivamente, já os dois outros, Eric e Thommy, são mais novos, com 64 e 62 anos.

O público do Hard Rock Floripa estava muito animado, mas também foi uma apresentação tranquila, sem aquele tradicional ‘aperto’ entre pessoas durante o show, que surpreende já no início, com os integrantes descendo para o palco em plataformas. 

- Publicidade -

Tudo estava lá, os grandes hits como War Machine, I Love It Loud, Say Yeah, Calling Dr. Love, Psycho Circus, Black Diamond, além das guitarras esfumaçantes, solos de guitarra e bateria, e, é claro, Gene Simmons cuspindo fogo e sangue – para delírio da plateia!

Paul Stanley estava visivelmente emocionado e conversava a todo o tempo com a plateia, inclusive repetindo muitas e muitas vezes o nome da capital catarinense, ‘Floripaaaa’. 

A despedida na tela para o público (Foto Renata Rutes)

Ele elogiou a comida, a praia, as mulheres… e ao final deixou claro que aquela era a última noite que o Brasil veria o Kiss se apresentar, mas que os quatro músicos ‘jamais esquecerão do público’, deixando inclusive uma mensagem carinhosa no final, no telão, para os fãs (Kiss loves you, Florianópolis). 

O Kiss pode ter certeza que também não será esquecido pelo público, afinal, marcaram a história do rock. Foram 50 anos incríveis e já deixam saudade!


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -