- Publicidade -
- Publicidade -
19 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Com 377 semanas na liderança do ranking Djokovic iguala recorde de Steffi Graf

O sérvio Novak Djokovic obteve mais um feito histórico em sua vitoriosa carreira, nesta segunda-feira. Ao permanecer no posto de número 1 do mundo, ele igualou o recorde de Steffi Graf de 377 semanas na liderança do ranking. A ex-tenista alemã era a detentora isolada desta marca, desde o fim dos anos 90.

É certo que Djokovic vai bater o recorde e se isolar como o tenista que mais tempo permaneceu na liderança do ranking, entre homens e mulheres. O sérvio não poderá ser superado pelo espanhol Carlos Alcaraz, atual número dois do mundo, na atualização da próxima segunda. Assim, alcançará a marca de 378 semanas na ponta.

Graf é uma das lendas do tênis feminino, considerada por muitos como a melhor da história. A alemã brilhou em todas as superfícies entre 1980 e 1990. Alcançou o topo pela primeira vez em 1987 e, em 1997, esteve no posto de número 1 do mundo pela última vez. Ela se aposentou das quadras em 1999.

- Publicidade -

Djokovic já era o recordista entre os homens desde que superou a marca de 310 semanas, que era de Roger Federer – o suíço lidera ainda entre semanas seguidas no topo, com 237. Entre os tenistas que estão na ativa, o mais próximo do sérvio é o espanhol Rafael Nadal, com 209 semanas na liderança.

A marca de Djokovic não está sob ameaça no curto prazo, mas seu reinado no topo pode ser interrompido por outro tenista da Espanha. Alcaraz, principal estrela do Rio Open nesta semana, terminou o ano de 2022 como número 1 do mundo e já avisou que pretende recuperar a posição nas próximas semanas. No momento, apenas 590 pontos separam os dois tenistas.

O Top 10 desta semana traz o retorno de Daniil Medvedev, campeão em Roterdã no fim de semana. O russo subiu três posições e figura agora em oitavo. O canadense Felix Auger-Aliassime e o dinamarquês Holger Rune caíram uma posição cada. E o polonês Hubert Hurkacz deixou o Top 10.

O brasileiro Thiago Monteiro perdeu cinco posições e agora está em 83º lugar. Felipe Meligeni ganhou um posto (163º) e Matheus Pucinelli De Almeida caiu quatro colocações (220º).

FEMININO

Apenas uma troca de posições movimentou o Top 10 feminino, liderado pela polonesa Iga Swiatek. Vice-campeã do Torneio de Doha, no Catar, a americana Jessica Pegula subiu uma posição, para o terceiro, desbancando a tunisiana Ons Jabeur para o quarto lugar. A brasileira Beatriz Haddad Maia manteve o 12º posto, na beira do Top 10.

Confira o Top 10 do ranking masculino:

- Publicidade -

1º – Novak Djokovic (SER), 7.070 pontos

2º – Carlos Alcaraz (ESP), 6.480

3º – Stefanos Tsitsipas (GRE), 5.940

4º – Casper Ruud (NOR), 5.515

5º – Andrey Rublev (RUS), 3.860

6º – Rafael Nadal (ESP), 3.815

7º – Taylor Fritz (EUA), 3.660

8º – Daniil Medvedev (RUS), 3.250

9º – Felix Auger-Aliassime (CAN), 3.200

10º – Holger Rune (DIN), 3.161

Confira a lista das 10 melhores do ranking feminino:

1ª – Iga Swiatek (POL), 10.900 pontos

2ª – Aryna Sabalenka (BEL), 6.100

3ª – Jessica Pegula (EUA), 5.250

4ª – Ons Jabeur (TUN), 5.111

5ª – Caroline Garcia (FRA), 4.835

6ª – Coco Gauff (EIA), 4.091

7ª – Maria Sakkari (GRE), 3.800

8ª – Daria Kasatkina (RUS), 3.425

9ª – Belinda Bencic (SUI), 3.315

10ª – Elena Rybakina (CAS), 2.860

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -