- Publicidade -
- Publicidade -
23.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Apoiada por Guga, Bia Haddad ganha elogios da algoz Iga Swiatek

(FOLHAPRESS) – A vitória da polonesa Iga Swiatek por 2 sets a 0 (6/2 e 7/6) sobre a brasileira Beatriz Haddad Maia, na tarde de sábado (8), no Aberto da França, foi acompanhada por Gustavo Kuerten na quadra Philippe-Chatrier, onde ele viveu os maiores momentos de sua carreira.

O ex-jogador de 46 anos se divertiu com o público, que reeditou o velho “olê, olê, olá, Guga, Guga”, trocando o nome do catarinense por “Bia, Bia”.

“Eu fiquei na dúvida se estavam gritando Bia ou Iga”, brincou Swiatek, que saudou os também barulhentos poloneses e celebrou sua mais dura vitória até aqui no campeonato. Nenhuma adversária tinha vencido mais de quatro games em um set contra a número um do mundo na atual disputa em Roland Garros.

- Publicidade -

“Ela usa o fato de ser canhota para criar problemas. Ela tem um jogo bom para a quadra de saibro, usou muito o top spin. Não foi fácil. Ela é uma lutadora, mostrou isso o torneio inteiro. Então, eu sabia que precisaria estar pronta”, declarou Iga.

A polonesa agora se prepara para defender o título do Aberto da França na final de sábado, contra a surpreendente Karolína Muchová. Independentemente do resultado, graças ao triunfo sobre Bia, permanecerá na primeira posição do ranking.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -