- Publicidade -
- Publicidade -
29.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Atleta de Balneário Camboriú na seleção que vai aos Jogos Sul americanos no Paraguai

Convocado pela Confederação Brasileira de Atletismo, o velocista Douglas Hernandez Mendes, 21, de Balneário Camboriú, viaja para Assunção, no Paraguai, neste domingo (9), para disputar os Jogos Desportivos Sul-americanos, de 12 a 15 deste mês.

Heron, bronze nos 20km de marcha (Divulgação/CBAt)

A seleção brasileira terá uma equipe de 61 atletas (29 femininos e 32 masculinos). Douglas vai disputar duas provas de revezamento: 4×100 masculino e o misto.

Participam da competição 15 países, disputando 53 modalidades.

- Publicidade -

O técnico Diogo Gamboa disse que o atleta viaja bem preparado, o que já demonstrou no Campeonato Sul-americano Sub-23, que terminou sábado (30), em Cascavel, onde Douglas conquistou duas medalhas de prata: nos 400m rasos (46.59), sua especialidade e no revezamento 4x400m masculino.

“Apesar das dores musculares que sentiu na semifinal dos 400m, Douglas foi peça fundamental no revezamento 4x400m onde o Brasil conquistou a prata”, comentou Diogo, técnico do naipe masculino da seleção.

Além de Douglas, outro atleta de Balneário Camboriú, Heron Miranda foi destaque no Sul-americano: conquistou bronze nos 20.000 m marcha atlética com 1:45:38.

“Apesar do cansaço do Heron desde o Campeonato Brasileiro, porque a prova dele é muito longa, 20km, em duas semanas ele fez duas provas, foi difícil de recuperar, mas ele conseguiu se manter bem na prova e conquistou medalha de bronze”, disse o técnico.

Sul americano Sub-23

Com 462 pontos, os atletas da seleção brasileira garantiram  o título de bicampeões do Sul-Americano de Atletismo Sub-23, que terminou no final de semana, em Cascavel. No masculino, somaram 223, e no feminino, 239 pontos. 

A Argentina ficou na segunda colocação, com 162 pontos (foi segunda colocada no masculino, com 125), seguida do Equador, com 155 pontos (segunda no feminino, com 101).

Os brasileiros conquistaram 57 medalhas, sendo 18 de ouro, 19 de prata e 20 de bronze.

- Publicidade -

“Tivemos a participação de 11 países, atletas em nível técnico altíssimo e a delegação brasileira, a maior de todas, levou atletas experientes. Foi um evento forte, tive a honra de ser treinador chefe do naipe masculino, o que é um orgulho que coroa o trabalho de alguns anos que estamos fazendo”, disse o técnico Diogo Gamboa.

Agora ele intensifica preparativos de sua equipe para os Jogos Abertos de Santa Catarina, dias 13, 14 e 15 de novembro, onde iremos com uma equipe qualificada para colher bons resultados. Antes disso, o Douglas vai ao Paraguai neste final de semana e outros dois, Anny Caroline de Bassi e João Muniz, viajam para o México para disputar os Jogos Pan-americanos Universitários. Depois estarão conosco para disputar os JASC que encerram nossa temporada”, afirmou Diogo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -